História Dangerous Woman - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Sara Sampaio
Tags Bieber, Justin
Exibições 8
Palavras 1.282
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem, caso tenho algum ser humano que leia irei continuar, caso contrário irei parar quando não existir mais inspiração, pensei nessa história porque sempre vejo fics onde Justin é traficante e pensei porque não uma Dangerous woman? hahaha

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Dangerous Woman - Capítulo 1 - Prólogo

Acordei e logo fui para a academia em minha casa, correr na esteira me ajuda a pensar em tudo que deve ser feito. Sou uma traficante/empresária, quem desconfiaria em uma mulher elegante e linda, qual trabalha em uma "empresa de marketing". Realmente irônico como as coisas se encaminharam para esse lado.

Flashback

Estava na faculdade, aos 18 anos, quando descobri que uma amiga minha faturava 10 mil por mês apenas entregando maconha para alguns colegas, estava precisando de dinheiro, já não conseguia pagar minha faculdade e meus pais precisavam de ajuda, ela me apresentou a um grande traficante que achou que seria útil, pois era linda. Ele era incrivelmente lindo com aquele ar de bad boy seus cabelos negros e olhos claros. Logo estava ganhando dinheiro o suficiente, mas Jesse, o traficante gato que se tornou meu namorado, me convidou para participar dos esquemas, isso significava trabalhar ao seu lado, sem fazer o trabalho sujo, apenas bolar estratégias, negociar com fornecedor e fazer entregas grandes ao lado de vários seguranças.

Ao terminar a faculdade abri minha empresa de marketing, mas não era isso que queria, queria ser chefe de um esquema de drogas, sabia como era relativamente fácil, aquela empresa nunca me renderia metade do que o tráfico. Terminei com Jesse e logo disse que queria abrir meu negócio, ele ficou realmente irritado, mas sabia que já tinha quem me seguiria se saísse, fizemos um acordo ele fica com crack e cocaína e eu fico com heroína e sintéticos. Logo consegui uma grande clientela e a produção de drogas já era controlada por mim. 

Flashback off 

Chegando ao meu escritório estavam todos se organizando era sexta, um dos dias mais movimentados para as drogas sintéticas. Logo veio Caleb meu melhor amigo sorrindo - Bom dia Sarinha, disse me dando um beijo na bochecha, uma menina pulou fora, disse que a vô ficou mal e mora em outra cidade. Bufei - Preciso de alguém para colocar no lugar e não temos mais pessoal, bom deixa que eu vou, não quero iniciante estragando meus esquemas- ele sorriu.

Caleb me conhece muito bem sabe que eu não sou uma pessoa ruim, são apenas negócios. O dia passou rápido e logo estava na hora de ir para a balada entregar as drogas. Me arrumei em casa, estava com um vestido preto colado, batom vermelho escuro e meus olhos estavam perfeitamente esfumados com preto, coloquei meu salto e liguei para o dono da boate.

Ligação ON 

Sara: Oi Mark, hoje eu que vou distribuir, preciso que abra pra mim antes 

Mark: tudo bem, alguém furou?

Sara: nem me fale

Mark: se quiser vir aqui em casa antes beber alguma coisa

Sara: pode ser, estou indo ai 

Ligação off

Mark e eu ficamos por um tempo mas não deu certo, hoje em dia nos damos muito bem, sempre bebemos juntos. Chegando na mansão do mark fui recepcionada por seus lindos puggs, quase morri de amores, logo vi ele saindo da casa - Bom noite Sara, a casa dia está mais linda -. disse beijando minha mão. Diferente do Jesse, Mark era um perfeito cavalheiro mesmo sabendo no que trabalho, Jesse era quente, Mark gentil. Bebemos vinho e rimos, depois fomos para a balada dele.

Era meia noite e estava quase cheia, comecei a distribuir nos locais onde combinei, faltava apenas duas pessoas, quando cheguei perto do banheiro, onde era o combinado olhei para um homem, jovem com uns 20 anos e reconheci ele de alguns jornais, o prodígio da bolsa de valores, ele estava milionário, e vendo bem agora também estava lindo. Uma blusa cinza, puxada até os ombros uma corrente de ouro, um relógio que olhava, estava me esperando, seu cabelo um pouco claro estava perfeito, sai de transe e fui até ele.

Cheguei e encarei ele, ele abriu um sorriso - Olá - e piscou pra mim, eu apenas sorri e entreguei, ele ficou surpreso, pensou que eu estava flertando com ele, ele entregou o dinheiro - você pediu uma coisa, mas bem te dei outra, qualidade três vezes melhor, é por minha conta hoje- ele riu e passou a mão no cabelo. olhei para ele, ia sair mas ele tocou meu braço - O que aconteceu com a Ana- disse preocupado, talvez pensou que matei ela, comecei a rir - Ela está bem, pelo que soube a avó passou mal, então precisei vir.

Ele olhou para mim duas vezes de baixo para cima e eu disse - o que está pensando prodígio da bolsa de valores- ele riu - pelo jeito você lê jornais de economia, não parece trabalho para uma mula de drogas- olhei para ele sério - Você vai se arrepender se souber o que sou - e sai mas ele veio atrás, ele realmente é sexy, vi ele morder os lábios quando olhou para minha bunda, apenas sorri e parei, ele se assustou - Tá gostando da vista Bieber?- ele sorriu - Toma alguma coisa comigo, sou seu cliente aliás, precisa me agradar- sorriu.

Fomos ao bar e sentei um banquinho, ele não tirava os olhos de mim, sorri para ele e disse - você não pode beber- ele riu, caso você fiquei aqui comigo não vou tomar nada- ele se referiu as drogas, sorri para ele, nossa eu não sentia assim desde que conheci Jesse - Caso eu fique também vou tomar, confio nas minhas drogas-.

O QUE EU ESTOU FAZENDO, não fazia isso desde que terminei com Jesse, consequência de ter me focado no meu trabalho, mas agora estava louca para ver até onde iria com Justin. Ele estava me olhando sem falar nada, de uma forma tão sexy que não tinha como desviar, estou parecendo uma menina idiota de colégio, então falei - Bom investidor, me conte sobre seus negócios- ele riu - Provavelmente você vai achar chato, nada tão emocionante, sem trocas de tiros e correr da polícia- eu apenas olhei para ele e disse - essa parte normalmente não fica comigo, não estou negando que já estive em uma troca de tiros, mas tenho quem faça isso pra mim normalmente- ele deu risada - Vamos dançar?- perguntou e engoliu o comprimido, fiz o mesmo e assenti.

Havia muitas pessoas dançando, comecei a dançar, eram musicas eletrônicas, comecei a dançar com ele e me aproximei e falei em seu ouvido - Consumir drogas não é bem uma coisa sábia, grande investido- ele me segurou pelas costas e falou em meu ouvido - Nunca disse que era, empresária-. Pelo jeito ele conhecia meu negócio de fachada, dançamos e logo estava louca, ele passava a mão pelas minhas costas e eu só pensava em uma coisa,o tempo passou e parte do efeito olhei no meu celular e eram 4 da manha, precisa ir, mas precisava de uma coisa antes. 

Cheguei mais perto ele passou a mão para minha bunda, não reclamei, apenas falei no ouvido dele - vamos para um dos quartos que tem lá em cima- ele sorriu, pegou minha mão e fomos, trancamos o quarto e ele tirou sua camisa, meu Deus que corpo, tirou minha blusa e meu sutiã, começou a chupar meus seios, toda aquela vontade era parte do efeito da droga, mas sabia que era mais que isso. Logo já estava sem roupa, como ele, ele veio para cima de mim e eu estava louca para isso começar, ele me penetrou e foi maravilhoso, ele beijou minha boca devagar, mordeu meu lábio e disse - Você é a mulher mais gostosa que já conheci, sabia disso no momento que te vi-. gozamos juntos e deitei no seu peito, quando ele dormiu eu fui embora, mas pensei nele em todo o caminho de volta para casa.


Notas Finais


OK, esse hot ficou bem ridículo, não queria fazer uma coisa muito pesada, por favor comente se gostar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...