História Dangerously - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bangtansonyeondan, Bts, Hoseok, Jhope, Jikook, Mistério, Namjin, Sope, Suga, Taehyung, Vhope, Yaoi, Yoongi, Yoonseok
Exibições 45
Palavras 690
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bem vindo a mais um capítulo de Dangerously... O que será que vai acontecer nesse capítulo ?? Mais tretas ?? Leiam e descubram... Bjs até as notas finais :3

Capítulo 10 - Uma segunda chance ?


Fanfic / Fanfiction Dangerously - Capítulo 10 - Uma segunda chance ?

 enquanto eu tentava processar todas aquelas informações, uns seguranças apareceram e me levaram de volta pra dentro do prédio. Eles me levaram até a sala do meu pai, e ao entrar eu fiquei a uma certa distância dele, o mesmo fez um sinal com as mãos dispensando os seguranças pra ficarmos a sós. 

- bom... Parece que não começamos muito bem... Prazer meu nome Min Young, e... bom... e eu sou seu pai. 

- você não é meu pai... Eu nunca vou te chamar de pai... 

- bom, eu vejo que você não criou uma boa imagem de mim... Precisamos mudar isso - mudar ? Como assim mudar ?- vamos lá... O que você sabe sobre mim ? 

-... Éhh... Seu nome é quase igual ao meu... e... Você é CEO de uma empresa... E você abandonou sua esposa e seu filho quando ele tinha acabado de nascer.

- bom... Primeiramente, sim nossos nomes são parecidos por que fui eu quem escolheu seu nome -como assim ele escolheu meu nome ?!- ... Eu sou o CEO daqui sim, mas não foi fácil chegar a esse cargo, e por último, eu não abandonei vocês... 

- não ? - pergunto desconfiado 

- claro que não, eu jamais faria isso... Quando eu tinha acabado de ser promovido a CEO, eu ainda estava com sua mãe, porém ela não queria morar aqui em Seul e nossa relação já estava bem conturbada, quando eu disse que teríamos de morar definitivamente aqui por causa da promoção, ela arrumou as malas dela e disse que iria embora, e então mandou eu escolher entre ela e minha carreira, eu não ia arriscar perder tudo por uma relação inconstante como a que eu tinha com ela, então preferi ficar, porém eu não sabia que ela estava grávida... Só depois que o divórcio havia sido assinado ela me contou sobre você... 

- ela não faria isso... Ela não era assim... 

- não era pra você, mas eu entendo... Eu escolhi meu trabalho do que ficar com ela... É compreensível que ela tenha ficado brava. Mas eu ia constantemente visitar vocês e sempre ajudei nas despesas, e após você ter nascido eu sempre lhe visitava, porém quando você completou três anos, nós brigamos e ela ela ficou com tanta raiva que ordenou uma Medida Protetiva, ou seja, eu não podia me aproximar de vocês a não ser que eu quisesse ser preso. Mas mesmo assim eu tentei ser presente, sempre mandava presentes, como a sua bicicleta o vídeo game ... 

- pera... Tudo aquilo foi você que me deu? 

- sim - ele disse sorrindo 

- ela disse que ela que tinha comprado... 

- ela fez isso ? -ele perguntou, parecia realmente ofendido, até que começou a rir - é bem a cara dela... Mesmo sabendo usar a situação a seu favor como podia, ela nunca prejudicou ninguém, era até divertido quando descobriam suas mentirinhas e ela tentava se safar ... 

- e você não tá bravo ? 

- eu ? Ah sim, tô, claro que eu tô ! Olha minha cara de bravo -ele disse arqueando as sombrancelhas e inchando as bochechas, eu não aguentei e soltei uma risada- ela era uma boa pessoa, meio intensa, e histérica, mas era uma boa pessoa, sempre colocava todos pra cima, não tinha como ficar deprimido perto dela, então acho que o melhor que temos a fazer é honrar a memória dela ao invés de condena-la, e pensar que ela está em um lugar melhor 

- no céu ? 

- não, aqui - ele disse apontando pro meu peito- eu disse que ela foi uma pessoa boa, não sei se deus concorda... Afinal, santa ela não era, mas no seu coração eu sei que ela sempre vai estar. -não pude deixar de sorrir de seu comentário. 

Ele se aproximou, se ajoelhou na minha frente e estendeu a mão pra mim aperta-la. 

- amigos ?! 

Eu o olhei nos olhos, acho que ele não era tudo aquilo que minha mãe falava... Será que eu devo dar uma chance a ele de se aproximar ? Ou é melhor continuar na defensiva e não me aproximar ?


Notas Finais


Tam taam taaaaaam casos de família hein 🤔 então... Será que o Yoongi deve dar uma chance ao pai dele de se aproximar ? Ou é melhor continuar fechado ?? O que será que nosso açúcar vai escolher ?? Essas e outras perguntas serão respondidas no capítulo de amanhã 😘 bjs nos popozões


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...