História Dangerously - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bangtansonyeondan, Bts, Hoseok, Jhope, Jikook, Mistério, Namjin, Sope, Suga, Taehyung, Vhope, Yaoi, Yoongi, Yoonseok
Exibições 69
Palavras 575
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um capetolo hehe fic tá pacata pq tá começando mas prometo q ela vai ser boladona Okay (eu espero) boa leitura 💕

Capítulo 2 - Por que eu disse sim ?


Fanfic / Fanfiction Dangerously - Capítulo 2 - Por que eu disse sim ?

São 8:40 da manhã quando minha mãe me deixa em frente à escola. Um prédio de dois andares com um muro de grades que separam o colégio da rua. Eu me despeço dela e caminho corredor a dentro - pode soar estranho, ainda mais por eu ter apenas sete anos, mas... Eu acho realmente irritante o fato de que quando eu chego no colégio sou recebido por gritos histéricos, e outros seres humanos da mesma faixa etária que a minha correndo feito loucos como se suas vidas dependessem disso, porém o que mais me irrita é o fato de que só quando eu chego na escola, desde a semana passada, tenho a sensação de que estou sendo observado, e isso faz com que eu pareça desconfiado e fique olhando pros lados o tempo todo - ao chegar na minha sala - ainda vazia pois as aulas só começam as 9:00 - sento no no meu lugar e então essa sensação começa, tento ignorar mas é praticamente impossível, num movimento rápido viro pra trás e vejo por meio segundo alguém voltando pra atrás da porta - devo estar ficando louco, essa sensação deve estar me deixando louco -. As aulas passam até que chega a hora do recreio, assim que bate o sinal pego o lanche que minha mãe fez e saio em direção ao refeitório, porém lembro que estou esquecendo meu suquinho e volto pra pegar, ao virar, me vejo de frente com um par de olhos castanho escuros e cabelos escuros que caem como uma franjinha sobre a testa de um garoto uns 5 cm mais baixo que eu, ele parece muito constrangido e pede desculpas tão baixo e gaguejando que eu só entendi pois estávamos muito próximos, eu o análiso e acho seu rosto familiar, ao correr meus olhos por ele que continua de cabeça baixa, vejo que um de seus sapatos está desamarrado 

- tá desamarrado - digo e contorno o garoto que levanta a cabeça confuso  -

- que ? 

- seu tênis... Tá desamarrado - digo voltando a seguir meu caminho 

- ah... Eu não sei amarrar... 

- que ? - paro de andar e me viro pra ele 

- eu não sei amarrar - ele diz com um sorriso se formando do nada, tão grande que seus olhos quase somem 

- quantos anos você tem ? 

- fiz seis a pouco tempo - ele diz com um sorriso ainda maior - você pode amarrar pra mim hyung ? 

- hyung ??... Olha...Eu não vou amarrar seu tênis... Como um garoto de seis anos não sabe amarrar o próprio tênis ?! 

- amarra aí ... Por favor 

 Nesse momento outro garoto chega com um sorriso enorme estampado no rosto -

- hobi, onde você tava ?!... Te procurei em todo lugar !... Seu tenis tá desamarrado... deixa que eu amarro pra você... - ele abaixa e começa a amarrar o tênis do tal hobi 

- eu tava falando com meu novo amigo - "hobi" diz 

- amigo ?? 

- oh, você é amigo do hobi ?? Então é meu amigo também... Quer vir comer com a gente ?? 

 Eu me pergunto como seria minha vida se eu não tivesse voltando por aquele suquinho, se eu não tivesse esbarrando nesse garoto... Eu queria recusar aquele pedido, mas ao olhar nos olhos do tal de hobi, não sei o porquê, mas em vez de um não sair, o que saiu foi um inexplicável sim...


Notas Finais


Segundo capeta 😀 tá maior q o outro mas eu espero q esteja agradando vocês fgbgkfgjbhj tô dando o melhor de mim ;-; pfvr me amem \😃/ bjs da luz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...