História Dark Day - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Criminal, Justin Bieber, Romance
Exibições 10
Palavras 730
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OII SEUS DELICIAA
Eu ia postar ontem, mais a linda da minha internet caiu!

vou tentar postar de 2 em 2 dias

Kisses

Capítulo 2 - Pedimos ajuda a um gangster


Depois do enterro de nossa mãe, fomos para casa arrumar as malas.

-Nós ficaremos no galpão do Gabriel, por ser um gangster, ele tem todos os equipamentos necessários para o nosso treinamento, arrumem suas malas e me encontrem na garagem com tudo pronto. -Disse saindo em direção ao meu quarto e ligando para Gabriel.

Távora era um bom amigo, porém, depois de ele ter se envolvido com o mundo da máfia, perdi o contato com ele, pelo menos o número de celular dele eu ainda tinha. Liguei para ele e no terceiro toque:

-EU ESTOU OCUPADO POHA! QUEM É?

-T-Távora? – Ele estava estranho. Nunca foi de gritar nem se estivesse morrendo de raiva.

-Quem te deu intimidade para me chamar de Távora? –Poxa, educado você amiguinho!

-Melissa, quer saber te ligo depois, tcha...

- Mel?! Calma! – Era diferente ele me chamar de Mel, ele nunca gostou de usar apelidos. –Que saudades de você caralho! O que manda?

-Eu vou direto ao assunto. Preciso de ajuda, minha mãe foi assassinada por aquele tal de Toninho e eu quero vingança, quero faze-lo pagar com a mesma moeda. Sentir toda a dor que ela sentiu, porem eu e meus irmãos não estamos preparados para isso. Precisamos de treinamento, treinamento do tipo atirar, torturar e matar sem dó e muito menos piedade.

-Vamos fazer um trato, eu ensino vocês tudo isso e vocês três viram meus assassinos de aluguel. Fechou?

-Fechou. –Um sorriso escapou e não pude conter a felicidade dentro de mim. Eu estava morrendo de vontade de ver aquele filho da puta sangrando e se doendo na minha frente. Aquele merda iria pagar caro, muito caro.

-Em 30 minutos na frente da minha casa?

-Mansão.

-Que seja! –Não estava o vendo mais sei que ele rolou os olhos.

-Ok, beijos!

-Até Tampinha! –Pelo visto ele não esqueceu aquele apelido besta.

Em 20 minutos, eu, Carol e Nick, estávamos cada um em seu carro, eu no meu amado Audi roxo, Carol na sua Lambo preta, e Nick numa Ferrari branca. Desde pequenos tínhamos um amor incondicional por carros esportivos, nossos pais sempre foram bem de situação financeira, tínhamos os carros que queríamos, uma casa linda, empregadas o suficiente, tínhamos de tudo.

5 minutos atrasados, mais chegamos. Távora estava sentado no hall de sua mansão, esperando. Assim que viu os carros veio correndo até nós. Nick foi o primeiro, seguido de Carol comigo logo atrás.

-Nick seu viado! –Eles se cumprimentaram com um toque ridiculamente infantil.

-Carolzinha –Ela abraçou ele, depositando um beijo em sua bochecha e se afastando.

-Melissa –Ele retesou o corpo, me observando indiscretamente.

-Suponho que eu vim aqui resolver problemas pessoais, não para o Sr. Tavinha pegador ficar me olhando. -Ele me olhou confuso­­­­­ e abaixou a cabeça envergonhado, cai na gargalhada recebendo em troca um olhar muito mais confuso. Fui até ele e o abracei, ele não entendeu no momento, mais depois me abraçou de volta. –Trolado com sucesso!

-Filha d....

-Mudando de assunto, vamos para o galpão, precisamos de decidir o que vamos fazer da nossa vida!

-Vocês podem morar lá, eu vou mandar um caminhão de mudança para buscar suas coisas na sua casa.

-Não esqueça de trazer comida pra gente! –Tinha que ser a Caroline pra lembrar de comida numa hora dessas!

-Tá, e de vez em quando, me ligue para irmos até a balada, Melissa desse jeito não vai deixar a gente descansar até aquele... Espera! Porque não matamos a mãe dele como vingança?

-Nick seu lindo, porque não pensamos nisso antes! Vamos para o galpão, Távora vai na frente nós não sabemos o caminho

-Ok shawty

Odeio ter que ser a última! Aqueles merdas entraram na minha frente, Gabriel tinha me mandado o endereço, e então resolvi cortar caminho, virando uma curva e recebendo, quase que imediatamente uma ligação

-ONDE VOCÊ VAI?

-Relaxa Nick, e olha pra frente –no mesmo momento virei outra curva entrando na frente deles e ficando lado a lado de Gabriel.

-Caralho você me deu esse susto só pra poder ficar na frente?

-Kisses – desliguei

Chegamos no galpão, Gabriel nos explicou o que faríamos daqui para frente.

Quando entramos lá, nos deparamos com um segurança e um cara amarrado.

-Já mataram alguém?

-Onde tem uma faca, e por que esse cara ta aqui?

-Me roubou um carro e matou meu cachorro.

-O DUKÊ?

-Sim

Esse cara vai morrer é agora. 


Notas Finais


Melissa:
http://2.bp.blogspot.com/-kGzyawU-m8w/VqZDIBUXSpI/AAAAAAAAP0k/lQcAy-JvDg4/s640/Megan%2BFox.jpg

Caroline (Se lê Carolaine): http://vignette3.wikia.nocookie.net/nickelodeon/images/7/72/Vic_s3g_19HR.jpg/revision/latest?cb=20160607125622

Nicholas:
http://i61.tinypic.com/30aw32v.jpg

Gabriel Távora:
http://revistaladoa.com.br/sites/default/files/2015/03/noticias/IMG_4091.jpg

Amores, o Jus vai aparecer daqui uns 3 a 5 ep ok?!
Só pra dar aquele suspense, e vcs entenderem mais da vida dos 3 irmãos.
O Gabriel Távora é um amigo de infancia deles, só que quando se envolveu com esse mundo, disse pros 3 pra ficarem longe dele, ele meio que n queria magoar eles, ele só tava cm medo de eles se machucarem.
Acho q amanha ainda eu posto mais :)
Kissessssssssssssssssssssssssssssssssssssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...