História Dark Heart - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama
Visualizações 3
Palavras 1.320
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Poesias, Romance e Novela
Avisos: Mutilação, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Obs: A história é baseado em fatos reais, a história e os próximos capítulos não tem nenhuma intenção de incentivar ao suicídio, a história se trata o conhecimento de pensamentos de pessoas que passam por esse tipo de problema e que realmente precisa de uma ajuda emocional e psicológica.

Capítulo 1 - Qual será a notícia triste?


Fanfic / Fanfiction Dark Heart - Capítulo 1 - Qual será a notícia triste?

Ha um belo céu azul, vem á chegar a noite silenciosa e escura, o momento em que sua alma grita das mais possíveis maneiras, Helena deita em sua cama e ao olhar para o teto se pergunta – Porque minha vida tem que ser assim? - ela repete a mesma pergunta pra si mesmo.  Sem receber respostas suas pálpebras adormecem lentamente, fazendo com que seus sonhos reflitam a escuridão imensa em seu peito. Ao abrir os olhos ela tem a visão de como se fosse seus sonhos desabassem a cada segundo, ao se levantar e vestir a roupa para seu colégio, ouve vozes em sua mente lhe perguntando – Essas suas rebeldias esta desvalorizando seus pais? – O que esse mundo significa pra você?
Helena passa a mão em seu olho que quase escorre uma lágrima e continua a se vestir, depois disso ela vai para a cozinha almoçar, ao sentar-se à mesa seus pais não conversam, ficam em silêncio, até que seu pai reclama da comida e seus pais acabam discutindo novamente. Helena sem suportar sai da mesa e vai diretamente para o quarto, ela pega a sua bolsa e sai correndo para fora de casa.
Ao caminhar pela rua vê em uma vitrine uma roupa rockeira e logo se apaixona por aquele estilo, e pensa em alguma forma de conseguir 
aquelas roupas, pois seus pensamentos e sentimentos se identificam com a cor preta. Ao olhar para a vitrine fixamente sai da loja uma garota que usava o mesmo estilo da vitrine, a garota olha para Helena e vai diretamente para ela e diz: – Gosta desse estilo? Helena coloca um sorriso e responde: - Sim! - A garota se oferece para comprar aquelas roupas pra Helena, Helena muito feliz fala: – Sério?!
 – Como posso te agradecer?, a garota responde: – Quero sua amizade em troca - Helena á a abraça e fala obrigado.
As duas caminham e conversam:
– Qual o seu nome? - Helena pergunta.
– Débora e o seu?
– Helena! A onde você estuda? - Helena pergunta empolgada.
– No mesmo colégio que o seu, sou nova nessa cidade.
– Nossa que legal! 
Ao chegarem no colégio, Helena e Débora esbarram em Marcos, o filho da diretora, 
Helena sem palavras troca olhares com Marcos, milhares de sentimentos inexplicáveis surgem em seu peito, trazendo brilho em seu olhar como não havia brilhado assim tão antes. Vozes sussurravam seu nome em pensamentos de Helena. Depois de tudo Helena e Débora saem sem se falar com Marcos, após acabar a aula finalmente Helena chega em sua casa, as brigas de seus pais voltam a acontecer, ela sem suportar acaba chorando, após suas lágrimas serem derramadas ela resolve ligar para sua avó, sua avó atende e rapidamente Helena pergunta: – Vó posso passar uns dias com você? - Sua avó pergunta o porquê, mas 
Helena não responde e somente diz que esta mal, sua avó aceita.
Helena sem a permissão de seus pais foge para a casa de sua avó, chegando lá anoitece e Helena abre a porta lentamente até que sua avó 
aparece e ela toma um susto:
– Helena?
– Ai que susto vó! Pensei que você estava dormindo
– Seus pais sabem que você esta aqui?
– Éhh... então...
– Não né Helena?
– Tabom confesso, eu fugi. - Helena senta no chão e chora.
– Helena não fique assim! - Sua avó acaricia seus cabelos

– Me desculpa vó ter vindo aqui sem permissão, mas eu não aguento mais viver naquela casa!
– Desabafe - Sua avó olha com um olhar triste.
– Meus pais não param de brigar, quase não tem alegria naquela casa.
– Entenda que casamento é assim, cheio de problemas. Mas nada que uma boa conversa não possa resolver, se você não falar suas 
vontades nada daquilo vai mudar.
– Eu sei vó, mas eu não consigo.
– Então faça primeiro o seguinte, eu irei te ajudar! Divirta-se, tenha um momento para você.
– Ok vó, obrigado
Helena vai para um quarto que sobrava na casa, ao se deitar ela recebe uma mensagem, e era de Marcos, e na mensagem dizia: 
– Aceita jantar comigo amanhã?
Helena fica nervosa e aqueles sentimentos inexplicáveis voltam, depois de alguns minutos Helena toma coragem e diz que sim.
Mais um novo dia começa, Helena muda seu estilo radicalmente, Débora passa na casa da avó dela para irem juntas ao colégio, Débora quando vê Helena diz: – Helena adorei seu estilo!, Helena agradece e as duas continuam caminhando, ao chegar Helena deixa todos impressionados com seu novo estilo rockeiro, Marcos á olha e da um sorriso. 
Após um dia cansativo em seu colégio, Helena retorna para a casa de sua avó, chegando lá ela se prepara para jantar com Marcos. Marcos para o carro da frente da casa de sua avó, ela olha ele pela janela e pergunta: – Como ele sabe minha casa? - ela prefere nem ligar e depois de estar pronta vai diretamente para o carro, ela após se sentar-se ao banco Marcos á olha e a elogia, Helena envergonhada diz nada. Eles acabam indo para um jantar numa bela floresta á luz de velas. Ao se sentarem - se sobre a mesa eles conversam e se conhecem melhor, após se conhecerem Marcos aproxima de seu rosto lentamente e Helena acaba aproximando também, assim os dois tem o seu primeiro beijo. Marcos começa a tocar em suas pernas e Helena interrompe e diz: – Marcos, eu não estou preparada pra isso... - Marcos responde: – Vai ser bom, você vai ver - Helena começa a ficar nervosa e responde: – Marcos, não estou preparada para essas coisas! - Marcos fala que não vai obriga-la, mas em poucos minutos á a convence e ela aceita.

Após essa noite inesquecível, Helena retorna para casa de sua avó novamente, ao entrar vê sua avó xingando sua mãe, sua avó percebeu que Helena estava em casa e logo desligou o telefone, mas Helena pergunta: – Por quê xingou minha mãe? - Sua avó responde: – Desculpe querida, mas sua mãe é uma completa inresponsável, pra mim ela é uma péssima filha

Naquele momento ficava em dúvida se concordava ou não com minha vó, parecia que se eu concordasse seria maldade, mas na realidade infelizmente ela é assim.

Mais um dia novo começa, entro na sala e escuto garotas cochichando: – Esse cabelo dela precisa de hidratação, – Essa roupa esta super fora de moda. Ao ir no recreio: – Olha para essa tímida, quando acontece algo ruim ela não toma nenhuma atitude.

Eu tentei segurar minhas lágrimas até o final da aula, até que quando cheguei em casa... desabei.

Não conseguia desabafar o que sentia, era muito difícil expressar minha vida e o que eu sentia naquele momento, era muito complexo, detalhado, palavras não descreviam meus sentimentos. Passei várias noites chorando, até que veio uma mensagem de Marcos: ( Você quer namorar comigo? ) - Eu fiquei tão boba com aquela situação que sem ao menos pensar eu aceitei, naquele instante eu senti vontade de entregar meu coração por completo. Ele me disse várias coisas românticas, meus sentimentos cada vez se aprofundavam, eu pensei que com ele meus pensamentos negativos iriam sumir, eu pensei que era com ele o começo de vários sorrisos, até que uma noite...

*Celular toca - Débora*

– Alô, quem é?

– Sou eu, Débora. Migaa! Quero te convidar pra uma festinha que vai rolar aqui na minha casa.

– Queria muito mas estou namorando, não quero criar conflitos.

– O seu namorado esta aqui miga!, não vai deixar ele sozinho né?

– Ele não me conto nada! Já estou indo pra aí.

Helena veste uma roupa elegante e sai novamente, ao chegar na casa de Débora, ela vê uma cena que ela nunca teria imaginado, Débora e Marcos estavam se beijando na festa. Helena sem reação, vai direto para casa. Ao abrir a porta de casa, ela chora, mal consegue andar. Sua avó sentou-se em uma cadeira de balanço e disse que tinha uma notícia muito triste pra Helena, já bastava o sofrimento com o Marcos e agora o que tem por vir?


Notas Finais


Espero que gostem :*
Amanhã cedinho vai ter a parte 2!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...