História Dark Love - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Romance, Tragedia, Violencia
Exibições 31
Palavras 611
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura!

Capítulo 2 - One day we will succeed.


Fanfic / Fanfiction Dark Love - Capítulo 2 - One day we will succeed.

- Sabe,eu acho que você devia sair da casa desses escrotos.- Disse Troye ,meu único amigo e também caixa da lanchonete . 

- o quê você acha que eu vou fazer quando completar dezoito ? - Disse à ele

- Uma semana e dois dias . Acho que estou mais ansioso que você . - Disse Troye 

- dessa vez eu estou mesmo. Vou sair da casa deles e levar Chelsea comigo.- Disse para ele. Hoje a lanchonete estava vazia . 

- Você quer ajuda para comprar alguma coisa? Eu posso te ajudar .- Troye era absurdamente rico,porém , decidiu sair da casa dos pais por não aguentar os insultos do pai por ser gay . 

- Eu consegui juntar um dinheirinho,só mais um pouco e talvez consiga comprar algo.

- Você quer passar um tempo na minha casa , até conseguir algo ? -perguntou Troye 

-tá falando sério ? -perguntei 

- Serissimo.- disse - vai lá atender aqueles delícias que acabaram de entrar . 

Quando olhei para trás , vi dois homens.Porém,o loiro com olhos castanhos penetrantes me chamou mais atenção. 

- O quê vão querer ? - perguntei assim que eles se acomodaram. Me senti desconfortavel com o loiro de o óculos de grau que   não parava de me olhar . 

- vendem cerveja ? - perguntou o outro.

- São maiores de idade ? - perguntei com um sorriso divertido . Fazendo o mesmo que me perguntou rir,enquanto o loiro de olhos lindos continuava me olhando.

- Então Miranda - Disse olhando meu crachá- Acha que somos menores ?  

- Os jovens hoje em dia estão muito evoluídos.

- Dá sua identidade pra ela Justin . - Então  o nome dele era Justin ? 

- Mas então , o que vão querer ? - perguntei novamente 

-duas cervejas . 

Entrei na cozinha e peguei duas cervejas rapidamente . Faltava um pouco mais de dez minutos para mim poder ir pra casa,então tinha que terminar rápido . 

- Dez minutos pra fechar.- Disse assim que cheguei a mesa deles . 

[...]

Estava escuro e frio,e eu caminhava apressadamente para casa . Quando parei  na porta da casa da Srt . Mary, houvi o choro alto de Chelsea  e comecei a bater na porta dezenas de vezes até ela abrir . 

- O quê aconteceu?- Disse antes dela poder falar qualquer coisa.

- Ouvimos os gritos dos seus pais e algumas coisas quebrando. Chelsea ficou assustada e começou a chorar.

- Pode ficar mais alguns minutinhos com Chelsea?

-  ela pode dormir aqui se necessário,querida.

-Você salvou minha vida , Mary.

Sai correndo em direção a minha casa e empurrei o portão com tudo. Eu fiquei paralisada quando entrei  na sala,minha mãe estava atirada no chão e várias das poucas coisas que tinham ali,estavam quebradas.

- mãe , você tá bem ?  fala comigo,por favor.- apesar de tudo,ela era minha mãe. 

-Me..Me tira daqui . - ela estava muito fraca.

-Eu vou te tirar daqui.- Com muita dificuldade , a levantei do chão e a levei para rua , fazendo-a sentar-se no cordão da calçada . Liguei pra um táxi qualquer e sentei ao seu lado,fazendo-a deitar no meu ombro . 

- Vai ficar tudo bem.- Disse à ela

- me desculpe por nunca ter sido a mãe que vocês mereceram , e eu digo que não , mas eu amo vocês.

-Nos também de amamos . Vem.- O caminho do hospital , foi apenas ouvindo os gemidos de dor da minha mãe . 

- Se talvez eu   não voltar,eu quero que vocês consigam vencer na vida.

-Nós vamos.- Depois disso, ela entrou no hospital junto com um médico . 


Notas Finais


Desculpem os erros,escrevi pelo celular
Espero que gostem. ♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...