História Dark love- Imagine jackson wang - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Vida Secreta de uma Adolescente Americana, Got7, Jeffrey Dean Morgan, Jensen Ackles, Justin Bieber, Norman Reedus, Tyler Hoechlin, Tyler Posey, Victoria Justice
Personagens Jackson, Jeffrey Dean Morgan, Jensen Ackles, Justin Bieber, Mark, Norman Reedus, Tyler Hoechlin, Tyler Posey, Victória Justice
Tags Justin Bieber
Visualizações 21
Palavras 784
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Depois de mil anos . Está aqui mais um capítulo, espero que gostem!

Capítulo 13 - O início de um erro


Alison p.v.o

Me desculpe mais nao estou te entendendo sargento- eu dizia estranhando aquele jeito.

Eu preciso  ser franco Alison, o seu irmão e como um filho para mim e ele nunca tinha  me dito-percebi ele recuar um pouco a fala, como se estivesse inseguro de algo que ia falar-ele nunca me disse sobre a morte de seus pais- ele terminou e senti um soco no fundo do estômago,  as lágrimas ameaçando cair,  tudo começou a me trazer para o mundo real de novo , eu não tinha meus pais, meu irmão podia nunca mais voltar, eu não tinha tyler, estava sozinha,  pela primeira vez,  totalmente sozinha,  nao segurei e as lágrimas caíram! 

Me desculpe,  eu nao queria que isto acontecesse- ele disse com a voz baixa.

Tudo bem, a culpa nao e sua -eu dizia limpando o rosto,  so e meio difícil digerir tudo,  nao ter nenhum motivo para me sentir segura.

Ei -ele começou a dizer levantando do meu queixo delicadamente- você nao esta sozinha,  como eu disse , o derek e igual um filho pra mim, isso te torna uma pessoa muito importante para mim também, eu nunca abandonaria seu irmão em uma hora dessas, por isso, quero que você vá morar comigo enquanto ele estiver nesta situação. Nao posso deixar que nada aconteça com você enquanto isso-ele disse e eu me senti segura,  uma coisa que não acontecia a um bom tempo.enquanto encarava seus olhos eu sentia que era verdadeiro, eu ja estava passando por muita coisa e depois de ver do que Justin era capaz de fazer na hora da raiva eu ja ficava arrepiada, e sabendo que ele estava a solto,  eu resolvi aceitar. Balançei a cabeça em sinal de positivo,  sem dizer nada,  estávamos ali,  em silencio, olhando Derek, ate que um celular toca , mais nao era o meu, e sim, o de jJeffrey, ele atendeu e enquanto a pessoa do outro lado da linha falava, ele ficava mais sério. 

Sério?  Mais que merda, ja estou a caminho - ele disse,  ajeitando seu casaco rapidamente! 

Acabei de receber uma ligação,  sobre um possível assassinato, preciso ir correndo pra la, mais vou deixar com voce uma copia da chave e o ppapel com o endereço- ele disse apressado me entregando a chave e o papel,  antes que eu pudesse agradecer ele tinha sumido, fiquei ali parada , pensativa , olhei para o rosto de derek , mesmo nao podendo me proteger presencialmente,  ele ainda sim me protegia. Fui interrompida dos meus pensamentos,  a porta se abriu e uma enfermeira entra dizendo que o horário de visitas tinha se encerrado,  assenti um ok normal e sai do quarto, peguei o papel com o endereço e chamei um uber. Depois de uns 10 minutos,  nos chegamos , desci do carro e paguei o uber , me virei e observei q casa, a casa era grande, cores neutras, meio fria , digna de um sargento , olhei ao meu redor,  me via ali sozinha, comecei a lembrar daquele dia de merda , que passava tao devagar,  ainda perdida em meus pensamentos sinto meu celular vibrar, destravo a tela e percebo que era uma mensagem,  abro e era de Jeffrey.

Como ele achou meu número? -falei alto para mim mesma,  ate lembrar que ele era da polícia.  E conseguia essas coisas fáceis.

Ola Alison, assim que chegar vai ter uma escada a sua direita,  suba , seu quarto e o primeiro a esquerda,  também tem roupas encima da cama para você poder se trocar!

Assim que terminei de ler a mensagem me dirigi para o quarto,  abri a porta e olhei a minha volta,  o quarto era diferente da casa inteira,  as paredes eram brancas com um toque bem delicado,  a cama tinha um lençol de renda branca,  e as cortinas eram cor creme , o quarto ttinha uma suíte. Por um momento senti paz e esqueçi dos problemas,  o quarto também tinha um pequeno armário de mármore. Olhei para a ponta da cama e identifiquei a roupa da mmensagem,  peguei-as juntamente com a toalha e me dirigi a suíte,  tomando um belo banho quent!

-------------//------------------

Devo ter demorado uns 40 minutos la dentro,  mais eu não me importava,  nao hoje,  me dirigi ate a cozinha afim de achar algo para comer. Peguei alguns biscoitos recheados que eu amava e fui me dirigindo ao meu quarto de novo,  enquanto subia as escadas ouvi um barulho diferente, fiquei um pouco assustado,  mais pensei que era so coisa da minha cabeça. Continuei subindo ate chegar a porta do quarto.  Abri e ele estava totalmente escuro,  comecei a ir em direção a janela,  mais antes que eu terminasse meu percurso,  fui interrompida por uma voz masculina...bem familia,  me ffazendo tomar um grande susto.




Notas Finais


Bjus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...