História Dark Minds - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Justin Bieber
Personagens Ashley Benson, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Ashley Benson, Cameron Dallas, Chaz Somers, Christian Beadles, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Ryan Butler, Shawn Mendes, Teresa Palmer
Exibições 218
Palavras 4.530
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei trazendo mais um Capitulo de Dark Minds e espero que gostem ❤
Boa leitura e leiam as notas finais

Capítulo 7 - Hold Tight


POV's Justin Bieber

Depois que aquela vagabunda me feriu com aquele maldito canivete eu corri atrás dela mas ela conseguiu trancar a porta antes deu entrar lá. Fiquei batendo quase derrubando aquela porta e olha não sei como não quebrou  foi uma sorte desgraçada daquela vadia.

Desisti de bater e fiquei com mais ódio e fui ate meu quarto entrei e bati a porta com muita força fazendo um estrondo na casa, estava fervendo de ódio e comecei a quebrar tudo que eu via pela frente. Peguei os vasos e joguei na parede objetos tudo que eu via eu jogava socava e chutava descontando todo meu ódio.

Parei quando percebi que estava escorrendo sangue no meu braço, o corte não foi fundo mas estava ardendo mas era uma coisa que dava pra viver com um curativo.

Desci lá pra baixo e fui pegar a caixa de primeiros socorros pra tentar fazer alguma coisa no meu braço. Quando vejo Shofie chegando atrás de mim fingindo se importar, aquela louca não de importa nem com ela mesma.

- Meu Deus o que aconteceu, deixa eu ver isso.

- Sai fora daqui antes que eu te mate eu estou sem paciência. - Disse entre dentes.

- O que você fez nesse braço? - ela perguntou fingindo que nem ouviu o que eu disse

- Não te interessa, vai ajudar ou vai ficar enchendo a porta do meu saco?

- Tá deixa que eu ajudo - ela disse pegando um pano limpo com álcool.

Ela passou pra limpar meu braço e aquilo ardeu mais não era nada de mais. Ela sentou em meu colo me provocando essa é a famosa Vagubunda da Shofie. Ela passou um curativo no meu corte e começou a rebolar em cima do meu membro, essa vadia gosta de provocar. Comecei a passar minhas maos pelo seu corpo e depois ela rebolava mais sobre meu colo e ela me olhava rindo maliciosa. Eu vou comer essa cadela agora porque ela já tá me deixando louco. Escutei o barulho de alguma coisa quebrando e olhei pra porta da cozinha que dava visão da sala.

- QUEM ESTÁ AÍ? - gritei e não obtive resposta.

Levantei tirando a vadia da Shofie com brutalidade do meu colo a derrubando no chão ouvi ela mormurar nochao e nao liguei. Segui indo em direção a sala, como estava escuro acendi a luz vendo Ashley parada la e quando ela me viu começou a correr em direção as escadas

A desgraçada estava me observando ela queria morrer mesmo e seria agora que eu me vingaria dela. Corri atrás dela e quando ela ia subir as escadas ela colocou a mão na cabeça e veio andando pra trás parecendo que estava sentindo algo e quando ela iria cair eu a segurei.

- Que porra está acontecendo aqui. - perguntei enquanto ela se recuperava.

- Ela está mentindo pra você não bater nela Bieber. - disse Shofie com ódio

- Cala a boca sua desgraçada - Ashley resmungou

- Sai fora daqui Shofie - disse e ela subiu as escadas batendo o pé sem me responder.

Segurei na cintura de Ashley e a levei até a cozinha, coloquei ela sentada e fui pegar um remédio pra dor se cabeça e um copo d'água.

- Toma bebe essa merda logo - disse colocando em sua frente

Ela pegou e tomou logo se recuperando.

- Obrigado e... agora eu preciso subir por favor. - ela pediu me olhando com medo.

- Eu ainda vou me vingar dê você - disse e ela se levantou indo em direção as escadas e fui atrás dela.

Ela subiu e eu a ajudei com mal vontade porque isso era ridículo da minha parte. Quando chegamos no corredor ela foi andando mais segurei e seu braço a virando pra mim.

- Você atrapalhou minha transa la em baixo sabia? - disse e ela me olhou com raiva.

- Você ainda tem tempo de ir comer aquela vadia  é só ir ate ela. - ela disse tentando se virar mais a segurei.

- Não, porque eu quero você. - pressionei ela contra a parede logo começando um beijo.

A única coisa que eu precisava era do seu corpo agora, ou ela me aliviava desse jeito ou do outro que seria batendo nela.

POV's Ashley Collins

Justin me agarrou iniciando um beijo e eu tentei o empurrar mais foi em vao, não posso ceder esse beijo ele tentou me matar algum tempo atrás. Eu tentei ao máximo não ceder mais não aguentei e finalmente cedi o beijo tendo nossas línguas travando uma batalha. O beijo era bem intenso e com desejo, ele começou a passar as suas mãos pelo meu corpo parando na minha bunda a apertando. Paramos o beijo por falta de ar e ele me puxou para seu quarto nos entramos abraçados entre beijos e ele fechou a porta com o pe sem me soltar.

- Você ia me matar e agora você quer que eu passe a noite com você? - perguntei enquanto nos olhávamos nos olhos.

- Eu ia até me vingar de você te espancando pra me aliviar do meu ódio, mas prefiro me aliviar tendo seu corpo pra mim. - ele disse iniciando outro beijo

Fomos indo em direção a cama e ele me deitou sem encerrar beijo e logo depois subindo em cima de mim. Ele começou a passar sua mão por todo meu corpo e depois passou por debaixo da minha blusa me fazendo arrepiar.

Ele tirou minha blusa e meu sutiã jogando pra qualquer lugar do quarto logo dando um sorriso malicioso apertando meu seios com força me fazendo gemer.

Troquei de posição com ele logo tirando sua blusa e sentando em cima de seu quadril rebolando logo sentindo seu membro duro por baixo dos panos. Ele começou a arfar com aquilo louco enquanto eu rebolava mais.

- Chega agora é minha vez - ele disse pegando na minha cintura me jogando pro lado da cama.

Ele tirou sua bermuda e sua box e eu tive a visão daquele membro completamente ereto vindo em minha direção. Ele tirou meu short rasgando minha calcinha dando um sorriso malicioso.

- Será que dá pra parar de rasgar minhas calcinhas.

- Quem compra sou eu então nao estraga meu prazer.

Ele iniciou outro beijo e me penetrou com força e eu gemi entre seu beijo ele aumentou a velocidade indo mais rapido penetrando o mais fundo que podia.

  

Eu respirava ofegante entre gemidos e ele não parava um so segundo ate eu sentir seu liquido me invadir e eu sentir o meu escorrer, e ele saiu de dentro de mim deitando na cama.

Estávamos suados e cansados ele se levantou me encarando com uma cara maliciosa, e se virou indo em direção ao banheiro ele deveria ir tomar banho fui até lá pra pegar uma toalha  ja que ele rasgou minha calcinha.

Ele entrou no box ligando o chuveiro e me viu pegando a toalha e me puxou la pra dentro.

- Tá ficando louco?

- Não, Mas nos vamos tentar uma coisa diferente.

Ele iniciou um beijo é me encurralou na parede gelada logo me levantando e eu entrelacei as pernas na sua cintura sem parar o beijo logo depois sinto ele me penetrando. Encerrei o beijo entre gemidos.

Ele aumentou a velocidade enquanto arfava de prazer me penetrando mais fundo. Eu comecei a beijar seu pescoço enquanto ele fazia seu trabalho sem parar. Ele me invadiu de novo com seu líquido e senti o meu escorrer. Ele saiu de dentro de mim e eu deci de seu colo e ele me deu um tapa forte na bunda me fazendo gritar  porque doeu.

Tomamos banho juntos um banho rapido e depois saimos do banheiro. Eu peguei uma box e uma blusa dele e vesti, pude sentido seu cheiro impregnado na roupa etá tão bom àquele perfume me deixava louca. Sai de meus penssamentos e não quero ficar nesse quarto nao posso correr o risco dele me bater de novo.

- Tá já estou indo. - disse e quando ia sair pela porta ele me puxou.

- Quanta pressa, não vai querer outro round? - ele disse apertando a minha bunda.

- Não, eu estou com fome vou descer.

- Faz um lanche pra mim. - ele disse e eu ri da cara dele.

- Até parece garoto. - disse e ele apertou mais minha bunda. - Pede pra Jane porque eu nao sou sua empregada.

- Eu só não vou discutir porque você me deu uma boa transa hoje Ashley. - ele disse me soltando. - e eu desci as escadas e trombei com Shofie la em baixo.

- Foi Boa a transa com o Bieber? - ela perguntou enquanto me fuzilava vendo eu com a roupa dele.

- Você quer mesmo saber? Foi muito boa inesquecível! - disse e ela veio em minha direção.

- Escuta aqui pirralha você tá brincando com a sua sorte, eu acho melhor você ficar nem longe dele se não.. - na hora a interrompi

- Se nao o que? Vai me matar? Ninguém mandou você ser louca ele nunca ti quis garota se toca! - disse e ela apertou meu braço.

- Eu só não te mato porque ele está aqui, mais quando ele não estiver você vai me pagar. É melhor seguir meu aviso e ficar longe dele sua pirralha! - ela disse e eu puxei meu braço

- Se encostar em mim eu acabo com sua vida eu não tenho medo de você sua palhaça. - Disse a encarando também com ódio.

- Quem avisa amigo é Ashley.

- Vai pro inferno - falei e sai de perto dela entrando na cozinha

- Oi Jane - disse vendo Jane arrumando as compras.

- Oi minha querida está tudo bem?

- Sim, eu só queria comer alguma coisa

- Tudo bem eu vou preparar um lanche pra senhora.

- Jane não precisa me chamar de senhora e faz um lanche pro Justin também se puder por favor - disse e ela acentiu.

Jane fez os lanches e eu subi entrando no quarto de Justin vendo ele brigar no Telefone, ele tava muito nervoso isso vai dar merda pro meu lado com certeza.

Ele desligou jogando o celular na cama passando as mãos pelos cabelos os bagunçando com raiva.

- Eu trouxe seu lanche ee..- ele me interrompeu

- Tá deixa essa merda aí e sai fora garota. - ele disse sem paciência.

- O que aconteceu? - curiosidade mata e eu não deveria ter perguntado

- Dês de quando te devo satisfações garota ta louca? E eu já disse pra você meter o pé daqui dês de quando vadias ficam querendo saber da minha vida agora? - na mesma hora me subiu um ódio.

- VOCÊ É UM BABACA E EU NÃO SOU VADIA JÁ CHEGA DISSO CANSEI. - coloquei o prato na cama de qualquer jeito e sai batendo a porta.

Entrei no meu quarto e ele entrou atrás de mim fechando a porta com força.

- VOCÊ ESTÁ LOUCA VAGABUNDA AGORA VAI GRITAR PRA MIM? - ele disse se aproximando com ódio

- Eu so disse que cansei eu tento esquecer que estou presa nessa casa e que você só me bate me tratando como um lixo e uma vadia qualquer. - disse e ele riu debochado.

- Você acha que pode querer alguma coisa?

- Escuta aqui Bieber eu estou cansada dessa casa me deixa ir embora - pedi e não segurei as lágrimas.

- Já disse que você nao vai embora dessa casa Ashley. - Ele disse e eu o olhei incrédula.

- Você é louco - disse e ele veio em minha direção- Se não bastasse você agora aquela louca da Shofie fica me ameaçando e você acha que é normal?

- Já falei pra você ficar longe daquela desgraçada.

- Vocês sao todos loucos eu preciso sair daqui.

- VOCÊ NÃO VAI SAIR DAQUI.

- VOCÊ É LOUCO!

- REPETE - ele disse me prendendo contra parede levando meus braços em cima da minha cabeça com uma mão e com a  outra segurava meu rosto com força me fazendo olhar pra ele.

- Vai me bater? - eu disse desafiadora

- Tenta a sorte e repete. - ele disse levantando a mão pra me bater.

Derrepente entra os garotos no quarto e Justin me solta graças a deus ele iria me matar pela minha ousadia.

- O que foi Caralho - Justin disse

- James está lá em baixo ele passou pelos seguranças e entrou e.. - Eu o interrompi

- Que James? É o meu irmão? - disse me aproximando dos garotos e eles arregalaram os olhos quando me viram.

POV's Justin Bieber

Estava no meu quarto depois da transa com Ashley e ela deceu pra comer e eu ia também mais meu celular tocou. Fui ver quem estava me ligando e vi que era um número desconhecido, peguei o mesmo atendendo e ouvi a voz de um homem.

~ Ligações on ~

- Boa noite Bieber - algum babaca falou do outro lado da linha.

- Quem está falando?

- Meu nome é Josh e fui eu que você bateu no dia do pega e salvou a garota. - Ele disse me fazendo lembrar de quem se tratava.

- O que você quer seu desgraçado. - perguntei sem paciência.

- Eu quero a garota eu quero a Ashley.

- Vai ficar querendo - disse e ele riu debochado me fazendo ferver de ódio.

- Escuta aqui Bieber ou você me devolve a garota e fica tudo na paz ou você fica contra mim e sofre as consequências.

- Eu não vou devolver a Ashley ate porque ela nunca foi sua eu vou descobrir aonde você esta e encher tua cabeça de bala seu pal mandado. - disse ficando com mais raiva.

- Você quem sabe Bieber vamos ver o que vai acontecer no futuro. - ele disse desligando o celular na minha cara.

~ Ligações off ~

Maldito desliguei o celular o jogando na cama que desgraçado, vi Ashley entrar e acabamos discutindo de novo essa garota me trouxe muitos problemas porque eu tive que escolher ela, logo ela meus olhos bateram nela e eu precisava do seu corpo. Eu sei que posso ter a mulher que eu quiser mas eu quero o corpo dela essa loira me impnotiza mais nao passa de uma vadia. Eu só nao entrego ela porque não vou abaixar minha cabeça pra qualquer pal mandado.

[...]

Eu estava prestes a dar um tapa na cara daquela vadia da Ashley quando os meninos invadem o quarto dizendo que James estava la em baixo. Outro problema que inferno ele nao pode saber que Ashley está aqui e eu nem sei como ele entrou aqui.

- Que James? É o meu irmão? - Ashley disse interrompendo a fala de Ryan

Fuzilei Ryan por que ele disse que era James que idiota ele vai estragar tudo.

- Sai todo mundo daqui e segura ele lá em baixo anda - disse e eles saíram Ashely ia também mais seurei em seu braço a puxando pra dentro do quarto.

- Me larga eu preciso saber se é meu irmão.

- Escuta aqui você não vai decer e cala a boca.

Ela deu uma joelhada no meu membro correndo em direção as escadas e fui atrás dela ela viu James de costa la em baixo e ia gritar algo mais coloquei a mão em sua boca a segurando levando de volta pro quarto enquanto ela se debatia. Entrei no meu quarto e a joguei lá dentro apontando uma arma pra ela fazendo ela ficar com medo e ficar calada.

- Porque James está aqui? - Ela perguntou me fazendo andar até ela é agachado em sua frente.

- Seu irmão trabalha pra mim Ashley

- Não isso não é verdade ele deve ter me achado e veio me buscar - ela disse segurando no meu braço.

- Escuta sua anta ele trabalha pra mim a algum tempo e sempre esteve na vida do crime você que foi muito burra e não descobriu. - disse enquanto ela negava com a cabeça.

- Para de mentir você não vai fazer minha cabeça James nunca se envolveria com isso.

- Então aonde você acha que ele arruma dinheiro pra te sustentar e porque ele está na minha casa agora? - disse e ela começou a chorar.

- Eu não posso acreditar, e porque você me mantém aqui eu não tenho nada a ver com o que meu irmão faz me deixe ir embora.

- Tarde de mais Ashley seu irmão não sabe que você está aqui ele acha que alguém te sequestrou e eu não sabia que você era irmã dele quando te trouxe pra cá. - disse guardando a arma na minha cintura e ela chorava.

- Eu nao posso acreditar nisso como James foi capaz de mentir pra mim esse tempo todo.

- Isso nao importa agora, eu vou te trancar aqui no quarto e você vai ficar calada sem fazer nenhum barulho e se você tentar alguma coisa eu mato você e deu irmão garota! você tá me ouvindo bem? - disse e ela acentiu.

- Porque não me entrega pra James e acaba com isso de uma vez? - ela perguntou quando eu ia saindo do quarto.

- Porque você pertence a mim agora - disse simples e sai trancando a porta do meu quarto.

Espero que ela não tente nenhuma graça se não ela vai pagar, deci as escadas indo em direção aos meninos e James veio em minha direção.

POV's Shofie Mitchell

Essa garota me irrita eu tenho vontade de matar ela com minhas próprias mãos mas eu não posso agora que ódio. Pode deixar Ashley o que é seu ta guardado se acha que vai ficar com o Justin ta muito enganada sua loira maldita.

Fiquei um tempo lá em baixo quando vejo um garoto bonito entrar porém não sei quem é. Sai da cozinha e vi todos os meninos chegarem menos Mike e achei muito estranho e resolvi subir as escadas pra tentar descobrir mais coisas. Fiquei no fim do corredor atras de uma cômoda ouvindo tudo e Ryan acabou dizendo que o nome do garoto era James e Justin mandou ele decer. Achei estranho preciso saber mais sobre isso, quando Ryan deceu eu fui ate a porta do quarto de Justin e ouvi a conversa dele com Ashley.

Quando ouvi que James trabalhava pra Justin  e ele era irmão dá Ashley eu nao acreditei, perfeito já sei como tirar Ashley dessa casa James não sabe que ela está aqui então vai sair tudo bem melhor do que eu imaginava. Ouvi os passos de Justin e corri e entrei no meu quarto era isso eu vou conseguir tirar aquela maldita do meu caminho do basta esperar um pouco agora. Fui ate a cômoda e peguei meu celular riscando um número.

~ Ligações on ~

- O que você quer se não tiver notícias boas eu corto seu pescoço sua maldita.

- Escuta vê se não enxe ta, eu descobri que o irmão da Ashley trabalha pro Justin.

- E o que eu tenho a ver com isso.

- Deixa eu terminar droga - Bufei e ele suspirou alto.

- Tá fala logo

- James não sabe que Justin a mantém presa aqui ele acha que Ashley foi sequestrada.

- Ótimo espero que você ja saiba o que fazer.

- Obvio que ja sei vou tirar essa garota do meu caminho logo logo só basta armar tudo! espera pra ver agora eu tenho que desligar.

~ Ligações off ~

Espera pra ver sua desgraçada eu vou te tirar por bem ou por mal dessa casa e Justin voltará a ser só meu.

POV's Justin Bieber

Levei os meninos até o escritório pra ninguém ouvir nossa conversa e fui direto ao assunto em questão a James.

- O que você quer na minha casa? - perguntei a James

- Eu fiquei sabendo que o ex da minha irmã esta solto por aí Josh é louco pode ter sido ele que sequestrou minha irmã ele prometeu se vingar dela. - ele disse passando a mão pelo seus cabelos nervoso

- Escuta eu quero você fora da minha casa eu nao quero mais que entre aqui

- Eu estou desesperado Bieber esse louco e está solto e minha irmã desaparecida se ele fizer algum mal a ela eu não respondo por mim.

- Ok iremos investigar ele, mas espero que não venha mais nenhuma vez na minha casa encher a porra do meu saco agora pode sair.

- Se eu não achar minha irmã pode esquecer nosso trato Justin. - ele disse saindo da minha casa

- Bieber o cara está desesperado o que você vai fazer levar essa ideia a sério é loucura! - Ryan disse me encarando sério como todo os meninos.

- Eu sei mas eu nao posso entregar ela, escuta o ex dela me ligou nao sei como ele conseguiu meu número e falou que se eu não entregar a Ashely pra ele eu vou me arrepender.

- E você vai entregar a garota? - perguntou Chris

- É óbvio que não, eu nao vou abaixar a cabeça com qualquer pal mandado ele não vai me fazer entregar a Ashley.

- Você acha que ele pode fazer alguma coisa? - perguntou Chaz

- Não sei e eu preciso saber mais sobre ele e vocês vão me ajudar.

- Cara a Ashley é ex dele ela deve conhecer ele melhor que muita gente - disse Chris

- Não posso envolver Ashley nisso.

- É melhor ela te contar cara é bem mais confiável-  disse Ryan

- Depois nos falamos com ela.

- Mudando de assunto vai ter uma festa muito boa e com certeza esse Josh vai estar lá a maioria dos traficantes vão. - disse Ryan

- Estou precisando de uma festa pra relaxar eu não aguento mais problemas. - disse me sentando na cadeira.

- Eu acho que devíamos levar Ashley - Chaz disse

- Não você ta louco tirar essa garota de casa é suicídio - disse negando com a cabeça.

- Você vai deixar Ashley com a Shofie em casa? Tá maluco? - Disse Ryan

- A Shofie é louca ela vai fazer de tudo pra Ashley ficar longe de você toma cuidado com essa garota. - disse Chris

- Tudo bem eu levo Ashley mais eu aviso que se essa varia fazer alguma coisa de errado eu mato vocês. - disse bufando - e quando vai ser a tal festa?

- Amanhã a noite antes do roubo de carga que acontece daqui a três dias. - disse Chaz

- Mudando de assunto o roubo de cargas já está tudo pronto pro dia. - disse Ryan

- Espero que de tudo certo essa carga tá valendo quase 1 milhão de dólares em drogas. - Eu disse ficando sério

- Essa carga vale muito mas também e muito perigosa - disse Chaz

- Tá meio que tarde então eu ja vou indo porque eu ainda tenho um encontro com uma morena muito gostosa - disse Ryan se gabando

- Cuidado pra nao pegar um traveco igual da última vez - disse Chris e Ryan ficou sério e todos riram

- Dessa vez é uma mulher tá é uma mulher que você nunca iria pegar e quer saber já to indo - Disse Ryan e os meninos forma saindo do escritório indo em direção a porta e eles foram embora.

Resolvi subir pra ver como esta a Ashley e Shofie me aparece quando términos e subir as escadas.

- Tá afim de passar a noite no meu quarto? - ela perguntou vindo com um vestido bem curto

- Não, e se sua intenção é transar comigo pode esquecer já tive uma transa muito boa tão boa que você nem me interessa.

- Mais já te interessei muito

- Já interessou no passado porque agora não como mais você.

Falei e sai andando vendo ela queimar de ódio abri a porta do quarto e vi Ashley lá fora na varanda do quarto. Fui ate ela é vi que elá estava chorando Caralho essa garota do sabe chorar a única hora que ela não chora e quando tá transando comigo.

POV's Ashley Collins

Quando Justin saiu do quarto eu fiquei sem reação ao saber que meu irmão era envolvido com isso eu achava estranho os seus trabalhos mais nunca ame passou pela cabeça que ele era traficante.

Meu Deus fiquei um bom tempo na varanda esperando Justin chegar meu irmão está aqui e eu não posso falar com ele eu estou sentindo tanto sua falta. Mesmo ele ter me decepcionado por ser um traficante, ele é meu irmão e eu o amo muito.

Justin me tirou dos meus pensamentos me dando um susto aparecendo derrepente eu não sei o que estou sentindo mais apesar de tudo acho que estou despertando um sentimento por esse babaca, e eu não posso porque ele só trouxe desgraça pra minha vida a única coisa que eu queria agora era ficar sozinha.

- Agora que você chegou eu estou indo - disse evitando olhar em seus olhos

- Olha pra mim - ele disse e eu olhei em seus olhos.

- Vamos sair amanhã pra uma festa de noite então use aquele vestido que comprei pra você.

- Tudo bem agora posso ir? - disse e ele saiu da minha frente - Obrigado

- Eu queria poder contar para o seu irmão mas eu não posso

- É porque não? Porque você nao quer me deixar ir não é sabe que se meu irmão souber eu vou embora daqui - disse me virando pra ele.

- Você não pode sair daqui eu preciso de você - ele disse se aproximando de mim

- Não, você precisa do meu corpo mas eu não entendo porque logo eu? quer saber me deixa em paz porque se você fosse homem de verdade não faria isso que você está fazendo! - disse entre dentes e ele me fuzilou

- Ashley é esse o seu problema eu estou tentando me segurar pra que eu tente te tratar bem e você fica falando isso pra mim você só vai aprender quando eu te espancar todo dia É ISSO QUE VOCÊ QUER? - ele gritou a última frase passando as maos pelos seus cabelos pra de segurar pra não me bater.

- Não Justin você esta me machucando não só pro fora com sua violência mais por dentro também você me destruiu e eu estou gostando de um homem que me bate e me mantem aqui aprisionada nessa casa! - disse entre choros.

- Isso e coisa da sua cabeça me escuta garota eu não tenho culpa se você se iludiu com apenas umas noites de sexo. -  ele disse e eu desmoronei com essas palavras

- Eu odeio você seu idiota - avançei em cima dele batendo em seu peitoral e ele segurou em meus pulços com força me fuzilando com os olhos ele travou o maxilar me dando medo

- Eu ja disse que vádias pra mim so servem porque me datifazem com sexo nada mais é você é uma delas não é minha culpa que você abriu as pernas pra mim e agora tá iludida - ele disse e eu neguei com a cabeça incrédula

Ele me jogou na cama com brutalidade e eu queimei de ódio

- Sai do meu quarto antes que eu bata em você Ashley ANDA SAI DAQUI AGORA! - ele gritou e eu saí daquele quarto e entrei no meu fechando a porta.

Isso o que dá Ashley quem mandou você abrir a boca não era pra você dizer que está gostando daquele babaca. O pior é que eu não consigo o tirar dá minha cabeça. Fui em direção a minha cama e me deitei me cobrindo com o lençol preciso descansar, depois de algum tempo peguei no sono.


Notas Finais


Fiz um cap bem grande pra vcs e n desanimem ainda tem muito o que acontecer na fanfic nos próximos capítulos.
Me perdoem qualquer erro eu revisei mais as vezes escapam alguns errinhos então me perdoem.
Eu ja tenho o trailer de Dark Minds pronto porém ele passa mto spoiler então so vai dar pra mostrar a vcs quando estiver mais ou menos no cap 30. Eu vou tentar fazer uma prévia do trailer que de pra postar antes pra vcs ficarem felizes.
Obg por td pelas visualizações, comentários, e pelos 17 fav ❤❤❤
Estou mto feliz enfim amo vcs ate a próxima atualização.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...