História Bloody Paradise - Season - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Norminah, Vercy
Exibições 166
Palavras 892
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiiii
Voltei
Não sei se vão gostar do cap de hoje.
Mais estar ai.
Sem mais delongas
Boa leitura

Capítulo 3 - Lafayette Cemetery


Fanfic / Fanfiction Bloody Paradise - Season - Capítulo 3 - Lafayette Cemetery


Camila Cabello Pov

Revirei a décima caixa de grimórios que tinha no porão da mansão, não encontrando o que eu queria.
Faziam dois dias que eu tinha recebido a carta de Lauren, e a dois dias tento encontrar o grimório certo com o feitiço certo.

Meu objetivo maior era conseguir achar o feitiço de reviver uma pessoa. Esse feitiço era muito forte para mim eu sabia. Mais eu iria por partes. E a primeira era achar o grimório.

Andei até a escada do porão subindo a mesma até a cozinha. Passei pelos cômodos chegando a sala principal, peguei tudo que tinha pra pegar e sair do casarão. Nova Orleans não era de todo um lugar frio, um tanto quente.

Arrumei o sobretudo preto em meu corpo e passei a mão pelo cabelo, o arrumando. Andei ate meu carro, entrando e logo dando partida.
Pensei nos locais que eu poderia com sussesso encontrar o grimório que eu tanto procurava.

- No Quartel Frances não tem como...- falei comigo mesma enquanto virava uma quadra.-... Mansão já vasculhei...- disse por vez, logo trocando a marcha.-... Lafayette Cemetery nã..- Parei o carro bruscamente e arregalei os olhos. Claro! Como eu pude me esquecer.- O Lafayette é onde eu vou encontrar esse grimório.- falei alegre sem exitar de transparecer o contentamento.

Um sopro em meu ouvindo me vez ficar paralisada na hora, e um risinhos rouco me fez quase olhar para o lado.

      ...Garota esperta... até querida...

Um vento barulhento se fez auditivel e logo depois um carro explodiu de frente para o meu me fazendo abaixar, logo ouvindo o vidro do meu carro quebrar. Era ela, e ela estava me pregando percas. Ou querendo me ver morta mesmo.

Sai do carro negando qualquer ajuda, corri o quanto pude até o Lafayette Cemetery No. Entrei no cemitério mais conhecido em Nova Orleans.
Andei olhando para todos os túmulos que entrava no meu campo de visão.

Chegando numa certa tumba me deparei com um nome que me chamou muita atenção.

- Incendia!- Proferir a palavra em um tom auto. Logo, velas que estavam ali se acenderam. Me aproximei mais da tumba me deparando com o nome Lauren Michelle Jauregui... De chupetão fui pra trás com tudo.

Como assim Lauren não estava viva?
Aquilo só podia ser uma brincadeira de muito mal gosto dela. De repente, muito de repente mesmo, um vento muito forte apagou todas as velas e estava a avoaçar todas as folhas que ali tinham.

Varias explosões aconteceram nos túmulos que tinham no Lafayette, eu podia ouvir cada uma. Num estalar de dedos, tudo parou. Levantei a cabeça lentamente me deparando com um grimório na minha frente. Dei um passo e simplesmente o grimório abriu-se parando numa determinada página.

    ...Pegue o grimório Cabello!...

Andei cautelosa até o grimório, o pegando e vendo que ali tinha o feitiço de reviver pessoas e seres sobrenaturais.

- Não!- falei em um tom auto. Já era noite, e estava mais escuro por causa das velas apagadas, mais deu para ver no exato momento que  uma mulher jovem, um pouco mais alta que eu, branca e de preto, com cabelos longos apareceu em um ponto do cemitério. Quando seus olhos verdes intensos estavam a minha vista eu fiquei em um transe, como se eu tivesse visto aquele olhos a muito tempo atrás. Lágrimas saíram dos meus olhos sem eu mesma perceber e me deixei seder, caindo de joelhos no chão do cemitério. Olhei para a mulher a minha frente, que estava com um semblante um tanto irritado.- Não me obrigue a fazer isso...- falei em um fio de voz.

A única coisa que Lauren fez foi ir até a tumba onde seu corpo estava e trouxe o caixão até mim. A mesma se abaixou na minha frente dando um sorriso frio , um tanto macabro para mim.

       ...Vamos Cabello, você sabe que tem que fazer... Então faça!

Uma áurea sombria envolveu o caixão onde o corpo de Lauren estava. Ela se levando e andou até um dos túmulos que ali tinha, e se sentou nele, sem nenhuma expressão aparente no rosto.

     ...Faça seu show bruxinha...

Falou Lauren, um tanto quanto maldosa. Sem alternativas peguei o grimório no chão do cemitério lendo bem o feitiço. Proferir as palavras na mente e o reboliço em mim foi grande, me apoiei com os braços no chão. Respirei fundo e olhei para o caixão que agora estava todo tomado pelas sombras negras.

- Vitas fasmatis, Ex saleto, revertas fasmatis!- proferir as primeiras palavras do feitiço e sentir uma dor imensurável. Olhei para o caixão e para Lauren, ela ainda estava intacta mais com uma expressão de dor, sentir necessidade de ir até ela, mais a única coisa que fiz foi continuar a proferir o feitiço. Botei as mãos no caixão.- Ut Victas, victas fasmatis...- falei em um tom alto e logo sentir meu nariz sangrar pelo esforço que estava fazendo.-... Ex salento!

Falei por último e olhei para onde Lauren avia se sentado, vendo que ela não estava mais ali. Me apoiei em um braço e afastei-me do caixão.
Tempo suficiente para ele ser completamente destruído.

Tonta ainda conseguir ver Lauren se levantando e vindo a minha direção.
Depois disso eu apaguei completamente, sentindo meu corpo mole e pressão de mil argulhas em meu corpo.
 

   

   


Notas Finais


Espero que tenham gostado. ;)
A
Eu sei que esta pequeno.
Mais eu faço por celular. :(
Até a próxima atualização. :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...