História Dark Paradise - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Camila Cabello, Harry Styles, One Direction, Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Ariana Grande, Camila Cabello, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Ariana Grande, Hariana, Harry Styles, Shadowhunters, Suspense
Visualizações 16
Palavras 1.234
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooiiiii , tudo bem com vocês?

Me desculpem mesmo pela demora, dessa vez eu demerei praticamente um mês.
Eu estou com uma falta de criatividade enorme ( isso esta bem nitido no cap), mas eu não quero parar com a fic. Mesmo que eu demore um século, eu vou postar.
Me desculpem também pelos erros ortográficos, ei não revisei o cap, e pelo cap pequeno.

Boa leitura, até o próximo.

Capítulo 5 - We have to go


Fanfic / Fanfiction Dark Paradise - Capítulo 5 - We have to go

August 22th, 2017 - 11:24 AM



 Um silêncio se instalou no quarto após a chamada ser encerrada, Harry olhava para Ariana preocupado, ele sabia que tinha alguma coisa errada. Lágrimas caiam em seu rosto sem que ela percebesse, o grito de sua mãe e o barulho de coisas quebrando ecoavam em sua cabeça, ela tinha que fazer alguma coisa, não podia deixar sua mãe em o que quer que estivesse acontecendo em sua casa. 



 - Ariana o que está acontecendo? - Harry a olhava com certa preocupação, o que para ele não é muito normal, Ariana que a todo momento olhava para o chão deixando algumas lágrimas cairem finalmente olhará para o garoto à sua frente, ela abria a boca diversas vezes, porém não falará nada. 



 A menina começa a andar em passos largos e rápidos em direção a saída, ignorando completamente a pergunta do garoto. Harry segura seu pulso à puxando, fazendo com que seus corpos se colassem, a respiração de Ariana estava descompensada, ela não sabia o porquê, mas o fato de estar tão perto dele, tão perto de seus lábios, à deixava sem fôlego. Sua mãe Ariana, ela pode estar em perigo, seu subconsciente à alertava. Sua mãe Ariana. Ela repetiu. Se concentra na sua mãe, que pode estar em perigo nesse exato momento. Harry também não estava muito diferente da menina, um embrulho em seu estômago se fez presente no momento em que Ariana repousa suas mãos em seu peito, seus lábios estavam secos assim como sua garganta, Harry passa a língua emtre os lábios se aproximando lentamente de Ariana. O barulho de uma explosão faz com que os dois voltassem à realidade, Ariana se afastou automaticamente, o empurrando de leve e correu até a saida da casa de Harry, no entanto ela paralisa ao chegar na calçada. 


Lágrimas e mais lágrimas desciam pelo seu rosto sem parar, o desespero agora tomava conta de seu corpo ao ver sua casa coberta em chamas. A fumaça e o cheiro de queimado começava a se espalhar por toda parte, Harry encarava tudo com um misto de emoções, ele estava triste, preocupado e com raiva. Aquilo estava acontecendo de novo e mais uma vez ele não pode fazer nada para impedir. Harry caminha em direção a Ariana à abraçando apertado virando-a de costas para casa, ele não queria que ela visse aquilo, sabia que isso ia ficar em sua memória por muito tempo, ele só queria minimizar sua dor o máximo possível. O barulho da sirene, tanto dos bombeiros quanto das viaturas, o despertou de seus pensamentos, Harry não queria desfazer o abraço, muito menos Ariana. Os bombeiros faziam seu trabalho tentando apagar o fogo e os policiais vasculhavam ao redor da casa tentando descobrir se o insendio foi um acidente ou proporsital. Ariana e Harry observavam tudo de longe, a menina estava inquieta e aflita, quueria saber se sua mãe havia conseguido fugir, ela tinha esperança que sim, Harry havia feito uma runa no pulso dela, e ativado a sua, fazendo com que eles conseguissem ouvir à distância. " eai? " o policial perguntou para o bombeiro que acabara de sair de dentro da casa ainda em chamas " não havia nenhum corpo ou vítima " o bombeiro respondeu tirando suas luvas e a máscara, eles conversaram mais algumas coisas porém Ariana não prestava mais atenção, elas estava feliz por sua mãe não estar lá dentro.


 - Ela conseguiu escapar - A menina fala eufórica olhando para a movimentação dos policiais e bombeiros. 


 - Ou ela pode ter sido sequestra - Harry diz calmo, como se não fosse algo serio, Ariana da um tapa em seu braço o olhando brava, seu ato fez com que o menino soltasse um pequeno sorriso, ela ficava fofa brava.


 O policial agora falava com um de seus companheiros, fazendo, com que, os dois votassem a prestar atenção na conversa. O policial parecia apreensivo, como se soubesse quem morava naquela casa ou, até mesmo, quem havia começado o incêndio. " Isso  não foi um acidente "  ele fala para o outro policial que estava na sua frente. Harry pega sua estrela e desativa a runa que Ariana usará para ouvir a conversa, ele sabia do que os policiais estavam falando, e, para ele, aquela não era a hora dela saber o que realmente aconteceu. 



        Ariana Grande, August 22th, 2017 - 17:40 PM 


 Após o fogo ser apagado Harry praticamente me arrasrou para sua casa, a certeza de que ele estava escondendo alguma coisa de mim crescia cada vez mais, eu queria ir para casa, ter a certeza de que minha mãe não esta la escondida em algum lugar, eu sei que isso é pouco provável mas eu tinha que ver com meus próprios olhos. Então eu me troquei e esperei, esperei Harry se distrair e pulei a janela da cozinha e simplesmente corri até minha casa. A porta de entrada estava destruída, a sala não estava completamente queimada como eu pensei, porém estava completamente destruída, " okay Ariana, vamos lá, você consegue é só entrar" , fecho os olhos suspirando fundo, o medo tomava conta cada vez mais do meu corpo, os moveis da sala estavam revirados, os quadros rasgados, o cheiro de queimado ainda se fazia presente no local, o chão de madeira fazia barulho a cada passo que eu dava. Eu ja tinha olhado a casa inteira, não tinha nem um único sinal dela, único lugar que faltava era o quarto da  minha mãe. 


A porta estava com marcas de chute, como se alguém tivesse tentando arrombar a mesma, giro a maçaneta devagar e entro no local, o quarto estava intacto, sem nada fora do lugar. Caminho até um quadro que estava perto da cama, porém no meio do caminho eu tropeço em uma madeira solta fazendo com que eu automaticamente caísse de cara no cão, "porra Ariana você não consegue ficar cinco minutos sem fazer merda?", reviro os olhos com meu pensamento nada simpático. Me sento no chão tentando me recuperar do tombo, observo a madeira solta, "eu e minha curiosidade fora do normal", penso, logo depois indo mexer na madeira até qus a mesma se solta do chão revelando um esconderijo que continha uma caixa dentro. A caixa tinha as letras JG, inicias do nome da minha mãe, um pouco receosa abro a caixa, detro havia um baralho cigano pintado à mão. Porém só uma das cartas me chamou atenção, uma única carta que continha uma das runas de Harry no verso. Coloco a carta no meu bolso, me levanto indo, agora sem cair, até o quadro onde tinha uma foto minha da minha mãe e meu pai, nos estávamos rindo alegres em um parque, lagrimas voltam a cair pelo meu rosto, quem diria que em todo esse tempo os dois escondiam praticamente a minha vida inteira de mim, e o irônico é que,  um "estranho" me contou a verdade. Sinto uma mão em meu ombro, meu corpo paralisa por completo, meus músculos ficam pesados e tensos. A voz rouca de Harry ressoa pelo meus ouvidos fazendo eu relaxar e me virar para encara-lo.


- Por que vo... - Harry começa a falar, mas para ao ver que eu estava chorando. Ele me abraça por um nom tempo e volta a falar - Nós temos que ir embora.


- Embora pra onde? - pergunto quebrando o abraço e o encarando.


- Para o instituto de Londres... 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...