História Dark Paradise - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Chanbaek
Visualizações 14
Palavras 815
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei rápido né?
Os capítulos são curtos pois sempre vou atualizar a fic, e com as férias chegando acho que vou postar diariamente

Boa leitura

Até as notas finais

Capítulo 2 - Numb


Fanfic / Fanfiction Dark Paradise - Capítulo 2 - Numb

Todas as coisas seguem um certo caminho, o leito do rio, mas Chanyeol não queria seguir aquele caminho.
Sabia que aquilo iria ajuda-lo mas para uma criança nunca é fácil ficar longe dos pais.
Seus responsáveis o esperavam na varanda do chalé, seu pai com uma rigidez no rosto assustava o pequeno, sua mãe ao contrário parecia mais aflita mas tentava não demonstrar, o que ira inútil à visão do filho.
-Eu não quero ir...
-Não seja fraco, isso vai te ajudar- o homem mais velho ditou, por um segundo Chanyeol pensou ter vista os olhos do pai marejarem mas não tinha certeza.
A mulher ali se ajoelhou ficando da altura da sua querida criança.
-Você vai melhorar filho, não vai haver mais dor- esboçou um pequeno sorriso antes de prosseguir- Seu pai vai te levar para o hospital e eu ficarei aqui, mas quando você melhorar nós estaremos aqui, estaremos te esperando.
Se fosse para parar com as grandes dores que ele sentia e para não ver sua mãe desesperada com os remédios que tomava ele iria.
-Está bem mamãe...- a mulher abraçou o filho dando um beijo em sua testa- Vamos papai.
A criança saiu correndo em direção ao carro que estava estacionado. Não demorou até que o veículo saísse e deixasse para trás uma mãe aos plantos, ela sentia muito, mas não aguentava mais ver sua criança se contorcendo com aquelas dores todas as noites, procurou médicos mas nenhum soube responder o que seu filho tinha, então... Segundo os médicos uma criança como aquela não duraria mais de dois meses já que as dores estavam vindo com uma intensidade imensa depois que Chanyeol completou nove anos... Única solução que encontraram foi acabar com o sofrimento do filho, tudo seria indolor.
Naquele momento aquele carro levava um pedaço daquela mãe...

 

 

Era como se tivessem abrido todas as janelas do Chalé deixando que o vento entrasse.
 Os pelos da nuca de Baekhyun se arrepiaram, deixou que a flor branca caísse no chão.
-Eu me chamo Park Chanyeol- agora o escola escritor sabia que não estava sozinho. Virou-se devagar no sofá. O ser alí tinha uma face angelical mas possuía uma altura impressionante, ele estava sentado no chão com suas pernas cruzadas e carregava um sorriso gentil.
-Quem é você?- a voz de Baekhyun saiu mais esganiçada do que esperava.
-Park Chanyeol! Eu já falei.
Baek estava encabeçado e com o queixo caído, piscou algumas vezes, mas o outro continuava alí, pensou em correr mas no que adiantaria?
- O-Oque você quer?
- Nada, você deveria me dizer o que quer aqui...
-Eu... Eu... Como entrou aqui?
-Eu moro aqui.
O que antes estava sentado no chão levantou-se assustando o que se encontrava em estado de choque.
-Sabe é falta de educação entrar na casa dos outros- Chanyeol falou sorrindo.
- Aqui não é sua casa.
-Quem disse?- diferentemente de antes a voz agora não era aveludada, ao contrário era contornada de espinhos pontudos, e o olhar que caira em cima de Baekhyun era assustador, um olhar extremamente voraz- QUEM DISSE DROGA!?- esbravejou.
Com um pulo o rapaz partiu para cima de Baekhyun o qual sentiu seu coração acelerar, se encolheu com medo no sofá mas...
Silêncio.
Sim, apenas o silêncio estava junto ao escritor.
Ele parecia um coelhinho com medo, procurou pelo outro, o que foi inútil. 
Correu para o quarto se trancando e logo procurando pelo celular, apanhou o aparelho que estava jogado na cama, procurou o número do melhor amigo.
-Alô! kyungsoo...
-Alô...
-Eu preciso de você...
-Deixe o seu recado retornarrei em breve- o "pi" indicou o fim da mensagem eletrônica.
Baekhyun sentiu suas lágrimas salgarem suas bochechas ficou pensando o que faria até ouvir:

Sorrow has taken you 

Angels have no thoughts

 Of ever returning you Wouldn't they be angry 

If I thought of joining you?

A música era melancólico, era diferida à uma voz calma, aquela mesma voz, Baekhyun conseguiu ouvir os passos do lado de fora do quarto, rapidamente correu para longe da porta se encolhendo. Com certeza quando pensou em se retirar da área urbana não tinha pensado em passar por algo desse tipo, suas expectativas era ter dias calmos... Mas pelo visto estara errado, muito errado.
Desta vez os assovios seguiam o mesmo ritmo da música anterior, o som do coração do rapaz ali podia ser ouvido à distância, seu rosto molhado estava pálido, medo, estava entorpecido pelo medo, mordia o inferior para tentar não emitir nenhum som, os assovios não pararam por um mísero segundo até alí.
-Hyung! Vamos brincar! Aqui é tão chato... Só eu fico aqui, e agora apareceu alguém para brincar comigo, vem hyung me tira do tédio...- aquelas palavras eram cuspidas com  calma, tão calma que chegava a assustar.
Baekhyun pensava que quando pisasse ali estaria em um paraíso.

Mas bem.

Ele estava em um...

 


Estava no paraíso sombrio de Chanyeol.


Notas Finais


Chanyeol dá Medão.
Eu espero que tenham gostado.
Como eu disse sempre vou estar atualizando aqui
Eu dei uma revisada rápida mas com certeza deixei passar algo, vou dar uma olhada melhor nesse capítulo e no anterior
Estou adorando escrever essa fic.
Favorita ai caso gostar .
Comenta
Pode criticar também

Bjs do tio kiii


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...