História Dark Paradise (Imagine EXO) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Imagineexo
Exibições 229
Palavras 1.521
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura!

Capítulo 4 - O Primeiro


Fanfic / Fanfiction Dark Paradise (Imagine EXO) - Capítulo 4 - O Primeiro

 

 

Quando meu pé tocou na entrada, eu senti calafrios e foi aí que me dei conta da merda que estava prestes a entrar. Exitei um pouco e foi aí que Karen apareceu.

-Vai ficar aí igual uma estátua? -perguntou me tirando do transe.

-Aproveita que não tem ninguém aqui, - ela disse me olhando. - eles só chegam daqui á duas horas.

-Não piora as coisas! -eu disse brava e ela sorriu.

-Não é tão ruim assim, você se acostuma rápido! -ela disse sorrindo.

-Eles estão me tratando como se eu fosse uma mercadoria, será que querem uma virgem para fazer macumba? -arregalei meus olhos de forma irônica.

-Só se for! -Karen caiu na gargalhada. -Tenho algo que vai te animar.

-O que? - fiquei ansiosa.

-Imagine que isso aqui não é um trabalho, -ela parecia pensar. - imagine que isso é apenas uma casa cheia de jovens loucos por sacanagem e apenas se divirta, é assim que suportamos esse trabalho!

-Me parece legal! -dei um sorriso e entrei na casa.

 

Nossa, a casa era tão grande e bonita que mal podia ver a piscina e tudo que havia nela. As meninas logo se acomodaram em seus vastos quartos, enquanto eu apenas vasculhava a beleza inigualável daquela casa, talvez eu tenha demorado muito com isso porque um tempo depois as garotas já estavam aparecendo só de biquíni.

 Foi aí que eu resolvi procurar meu quarto, eu já esperava que fosse grande, minha cama cabia tanta gente e tinha até um closet, o que me fez rir, porque eu  precisaria trabalhar a minha vida inteira para  encher aquele closet. 

Pensei em desfazer minha mala porém lembrei que iriamos embora na segunda-feira, então peguei uma roupa confortável e vesti. 

Resolvi ir atrás das garotas. Ao todo eramos onze meninas, fomos informadas que seriam nove meninos e que duas de nós seriamos mandadas com precaução, com exceção de mim claro, que era a cereja do bolo.

Ainda não conseguia entender o porque dessa história de virgem, estava tão curiosa e ao mesmo tempo assustada para conhecer logo esses garotos.

Encontrei as meninas na piscina, já fazendo a maior farra, aproveitei e me sentei encostada no tronco de uma árvore pois realmente estava cansada e com sono, esse foi  resultado de um noite sem dormir.

-Eles chegaram! -gritou uma das meninas.

Caramba, eu congelei  e só levantei porque a Virgínia me puxou. Ela saiu andando na frente e eu fui sem o mínimo de vontade de chegar na sala e antes mesmo de entrar já dava para escutar o barulho dos risos e das conversas.

-Olá meninos!- fui o mais educada possível e eles responderam na mesma medida.

Segundos depois eu acordei para a vida e MANO, eu nunca vi uns asiáticos lindos dessa forma, pareciam bonecos e isso serviu para me fazer relaxar. Até que não seria tão ruim assim.

Enfim todos se apresentaram e eu apenas prestei atenção para decorar cada nome.

-Meninas vamos nos trocar, e daqui à alguns minutos estaremos na piscina com vocês! -disse um fofo, que se não me engano se chama SuHo.

E lógico que as meninas foram para a piscina esperar e eu voltei para o tronco da árvore, minutos depois como prometido os meninos chegaram.

Foi questão de minutos para a pegação começar e eu apenas assistia, até BaekHyun se pronunciar.

-Quem é a virgem? -quando ele terminou de falar meu coração gelou.

-Sou eu! -criei coragem.

-Você se chama  s/n? - balancei a cabeça positivamente. -A questão que você foi mandada exclusivamente para o Channie!

-Channie? -comecei a ficar preocupada.

-ChanYeol na verdade, esses dias de folga foram dados graças a ele, então você é o presente dele! -BaekHyun disse rápido.

-Presente? -perguntei ingênua.

-Sim! -respondeu sorrindo.

-E cadê ele?

-Ele só chegará amanhã! -em seguida pulou na piscina.

Era só o que me faltava ter que esperar para conhecer esse maldito garoto. O pessoal estava quase transado dentro da piscina enquanto eu só observava, foi aí que sinto alguém se aproximar de mim. Era KyungSoo.

-Se divertindo? -disse sorrindo

-Muuuito! E você? -fui o mais irônica possível.

-Igualmente! -ele me olhou

Ele era tão fofo e gentil que dava vontade de apertar, mas eu estava presa à um garoto que nunca vi na vida. Ele segurou minha mão, isso me assustou um pouco, já que ele parecia ser tímido e mesmo assim eu estava gostando do carinho.

(........)

Com isso as horas se passaram e quase todo mundo tinha sumido para os quartos.

-Melhor entrarmos, já está ficando frio! -eu disse chamando a atenção dele.

-Está, vista isso! -ele retirou se casaco e me cobriu.

-Mas está frio para você também! - alertei

Ele segurou em minha mão e fomos andando para dentro de casa.

-Onde fica seu quarto? -perguntou me puxando.

-Por aqui! -mostrei o caminho.

Depois de alguns passos chegamos no meu quarto e entramos ainda de mãos dadas. KyungSoo me puxou para perto de si.

-Foi um prazer passar esse tempo com você! -disse me olhando nos olhos.

-Igualmente! -falei sem graça.

Como minha lerdeza é maior que tudo, não tinha notado o clima entre a gente, eu olhei para ele e sem aviso prévio ele simplesmente me beijou. Um beijo doce e carinhoso que me fez derreter no mesmo instante, ele segurou minha cintura e aprofundou o beijo, mas logo o beijo acabou.

-O que houve? -ele perguntou envergonhado. -Droga, eu não sei o que deu em mim!

-Não, tudo bem! É que não deveríamos estar aqui, esqueceu qual é o meu papel nessa história toda? - falei sem olhar para ele.

-Mas isso nos impede de fazer o que queremos? -ele segurou minhas mãos de forma amorosa. -Melhor eu ir embora, boa noite s/n!

Foi nesse momento que eu lembrei das palavras de Karen " Imagine que isso aqui não é um trabalho,  imagine que isso é apenas uma casa cheia de jovens loucos por sacanagem e apenas se divirta, é assim que suportamos esse trabalho!" e foi isso que me fez sentir-me motivada.

-Fica, por favor! -disse antes que ele saísse do quarto.

Ele se virou para mim e essa foi a vez de eu tomar iniciativa e beijar ele, e dessa vez foi mais eufórico ainda, como se fosse o último. Ele começou a beijar meu pescoço e me apertar contra ele, que se dane esse tal Channie.

KyungSoo me guiou até a cama, caindo por cima de mim e continuando o beijo, eu acariciava seus cabelos e esqueci de todos os meus problemas. Ele passou a mão por baixo da minha blusa, tocando minha bariga, me deixando completamente arrepiada.

O quarto já estava quente, assim como nos dois. Não sei porque quando se é virgem parece que tem um fogo dentro da gente, ainda mais agora que eu podia sentir o membro do KyungSoo roçando em mim.

As carícias iam aumentando , logo ele tirou minha blusa e voltou a me beijar.

Em questão de minutos já estávamos apenas de roupas íntimas.

-Posso? -ele perguntou com a mão no feixe do  meu sutiã e eu assenti.

Eu estava sentada entre as pernas dele, ele abriu meu sutiã vagarosamente, depositando beijos nas minhas costas, me arrepiando até o ultimo fio de cabelo. Suas mãos quentes começaram a acariciar meus seios e eu apenas fechei meus olhos para aproveitar aquela  primeira sensação. 

-Está pronta? - ele sussurrou em meu ouvido.

-Estou. -respondi segura.

Ele vagarosamente saiu de trás de mim e me deitou na cama, se deitou por cima de mim beijando meu pescoço.

Silenciosamente ele pega uma camisinha embaixo do meu travesseiro.

-Quando foi que isso veio parar aqui? -perguntei assutada.

-Sei fazer mágica! -ele respondeu sorrindo, e eu retribui o sorriso.

Logo ele abriu  e colocou o preservativo, me deixando mais nervosa ainda.

-Não se preocupe, vou ser cuidadoso! -falou ao perceber meu nervosismo. 

 Me deu um beijo fervoroso, desceu com os beijos pelo meu pescoço até chegar em minha virilha. Senti minha calcinha passar por minhas pernas, e depois uma trilha e beijos dos meus pés até o meu íntimo, onde logo em seguida passou a língua e eu me contorci de prazer, dando mais motivação para que ele continuasse, e assim ele fez até que eu ficasse molhada e ofegante.

Ele voltou a subir em cima de mim e posicionou seu membro na minha entrada, começou a pressionar levemente. Acabei soltando um gemido assim que ele me penetrou, ele deu uma pausa para que eu  me acostumasse. Depois que a dor foi passando ele começou a penetrar mais rápido e mais forte, me arrancando outros gemidos. Depois de várias estocadas profundas eu tive meu primeiro orgasmo e acabamos gemendo juntos.

Minhas pernas estavam tremendo por conta do prazer intenso, dava para sentir seu membro molhado escorregando para dentro de mim a cada estocada. KyungSoo chegou ao seu ápice e se deitou em cima de mim respirando fundo.

-Que tal tomarmos um banho juntos? -ele perguntou selando nossos lábios.

-Òtima idéia! -respondi sorrindo, eu estava radiante.

-Depois trocamos os lençóis! -foi aí que percebi que tinha sangue na cama.

Levantamos e fomos para o banho.


Notas Finais


Por hoje é só, espero que tenham gostado! Esse foi o meu primeiro Hentai (primeiro de muitos).
Comentem por favor. Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...