História Dark Paths - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Fifth Harmony, Norminah
Exibições 439
Palavras 1.275
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa noite amores, primeiro queria dizer que meu celular estragou e eu fiquei sem whats então se eu não responder no grupo é por isso, mais até amanhã já vou conseguir outro dai eu aviso aqui para vocês ok?
Eu demorei um pouquinho mais voltei, então vamos ao cap.
Espero que gostem...

Capítulo 16 - Goodbye...


Fanfic / Fanfiction Dark Paths - Capítulo 16 - Goodbye...

Pov

Lauren

Eu saí daquele quarto me sentindo mais leve, aquela criança estava mexendo com sentimentos que eu achei ter esquecido. Eu sempre quis ser mãe ter uma família grande com várias crianças correndo pela casa, só que com o tempo acabei deixando para trás.

Estou com 30 anos e talvez seja hora de parar, meu pai sempre me dizia isso e hoje só de passar alguns momentos com Luna, eu sentia que tinha que dar prioridade a outras coisas na minha vida, que até hoje eu me dediquei somente a minha carreira.

Não sei o que aconteceria em relação a mim e a Camila, mais eu sentia necessidade de ficar na vida de Luna a partir de agora. Hoje quando me despedi de Luna, fiquei perto de mais de Camila e isso parece ter deixado ela desconfortável ou algo assim, tive vontade de pegar ela em meus braços e cuidar dela. Mais tudo isso estava me deixando louca, era uma mistura de sentimentos, e ainda tinha os segredos de Camila que parece ter deixado ela insegura com as pessoas e isso afetou Luna também, acho que o ex marido tem algo a ver com isso tudo, mas todas nós nos proponhamos a ajudar ela, só espero que ela aceite.

Quando fui até a sala para ver se alguém ainda estava acordada, eu me deparei com Dinah sentada no sofá pensativa. Eu fui até ela e sentei ao seu lado, não era só ela que estava confusa.

- Lauren: Hey...

- Dinah: Como foi lá com ela?

- Lauren: Ah, ela está na defensiva ainda, mais tivemos um avanço, trocamos algumas palavras nada de mais, e você o que houve?

- Dinah: Mani... ela está me deixando louca, não sei quanto tempo eu vou aguentar...

- Lauren: Qual é a de vocês duas hen?

- Dinah: Ela está me atacando o tempo todo, eu nem falo com ela direito, não fiz nada para ela.

- Lauren: É exatamente isso que ela quer Dinah, um pouco de atenção sua, acorda.

- Dinah: Isso é demais para mim, eu não posso fingir que nada aconteceu e fingir ser a melhor amiga dela.

- Lauren: E o que aconteceu?

- Dinah: Eu só tenho que esquecer isso, eu tenho alguém me esperando, não é justo com ele.

- Lauren: Um dia você vai ter que enfrentar isso, você querendo ou não ela fez parte da sua vida.

- Dinah: Eu sei disso Laur, mais é difícil ficar perto dela.

- Lauren: Olha aproveita que estamos todas juntas aqui e conversa com ela, direito.

- Dinah: E como foi essa conversa com Camila?

- Lauren: Eu só entreguei Luna para ela e pedi que ela nos deixasse ajuda-las, e ela disse que já tinha deixado.

- Dinah: Hum... o que nós faremos?

- Lauren: Acho que primeiro ela tem que confiar em uma de nós e contar tudo que aconteceu com ela, para podermos ver como ajudar ela.

- Dinah: Mais quem?

- Lauren: Acho que Ally é a melhor opção no momento, mas não temos muito tempo, depois de amanhã todas temos que ir embora.

- Dinah: Eu não queria ter que tocar nesse assunto, mais amanhã é o enterro dele, como vamos fazer?

- Lauren: Pois é... eu esqueci por um momento isso, mais eu vou ter que ligar para Tay para ver como vamos fazer tudo.

- Dinah: Quer que eu fique com você essa noite?

- Lauren: Obrigada DJ, mais eu preciso botar as coisas em ordem em minha cabeça, vou subir e resolver isso, amanhã nos falamos. (Falei levantando e dando um beijo em sua cabeça).

- Dinah: Boa noite Laur...

Fui direto para o quarto tomar um banho, depois peguei meu celular e liguei para minha irmã.

 

Ligação on:

-Lauren: Tay...

- Tay: Oi Lauren…

- Lauren: Como estão as coisas por aí?

- Tay: Não muito bem Laur, a mamãe está no quarto desde da hora que todos foram embora, e Chris saiu faz algum tempo e não voltou.

- Lauren: E você mana?

- Tay: Eu estou tentando não pensar muito Laur, já arrumei tudo para amanhã, só quero deitar e acordar daqui a um mês.

- Lauren: Vou deixar vocês descansar, amanhã cedo eu vou aí ficar com vocês, dá um beijo em todo mundo por mim, boa noite, fica bem ok?

- Tay: Espera Laur, e você como está?

- Lauren: Na medida do possível bem, aconteceram algumas coisas, mas amanhã nós conversamos mais.

- Tay: Tudo bem então, boa noite.

Ligação off.

 

Amanhã ia ser um longo e triste dia, eu tinha que me preparar para apoiar todos, era isso que meu pai esperava de mim, que eu cuidasse de tudo mais até agora quem fez tudo foi Tay, eu sempre deixava tudo com ela, e ela é minha irmãzinha mais nova, eu tinha que cuidar dela e no fim ela sempre cuidava de mim.

Não sei quanto tempo depois eu dormi, mais acordei no outro dia me sentindo pesada e estava suando. Quando levantei e olhei lá fora, percebi que estava amanhecendo.

Levantei e tomei um banho, coloquei um vestido preto, desci encontrando Lucy sentada na cadeira da cozinha tomando café. A mesa já estava posta e arrumada para nós.

- Lucy: Bom dia Laur, senta aí e come algo.

- Lauren: Bom dia, cadê as outras?

- Lucy: Vero está no banho, e quando eu passei pelo quarto da Camila a luz estava acesa mais não quis incomodar, e as outras acho que ainda estão dormindo, é cedo ainda.

Fiquei ali com Lucy tomando café até as outras meninas acordarem, todas já estavam tomando café menos Camila e Luna.

- Ally: Será que Camila não vai descer?

- Camila: Bom dia, desculpa a demora, Luna estava fazendo birra para acordar. (Falou vindo em nossa direção com Luna em seu colo).

- Ally: Bom dia lindinha, não está com fome? (Falou indo até Camila já pegando Luna).

- Lucy: Eu fiz o café dela Ally, pega ali em cima da outra mesa.

- Lauren: Bom dia Camila, dormiram bem?

- Camila: Sim Lauren, obrigada por perguntar. (Falou sorrindo e sentado ao lado de Lucy).

Depois do café, todas fomos até a sala e sentamos no sofá, Luna ficou deitada no colo de Ally vendo um desenho que dava na televisão, enquanto nós conversávamos. Mas eu precisava ir para casa da minha mãe.

- Lauren: Meninas... eu vou ter que ir lá na casa da minha mãe ver como estão as coisas.

- Dinah: Quer que eu vá com você?

-Lauren: Se quiser vamos.

- Vero: Que horas que você quer que nós saímos daqui?

- Lauren: Eu não sei a hora que vai começar lá, mais quando eu souber eu ligo para vocês.

Eu e Dinah fomos até a casa da minha mãe, chegamos lá e eu conversei um pouco com ela e logo já tínhamos que sair para o último adeus ao meu pai.

Quando chegamos no cemitério estava muito cheio, quando eu fui andando até o caixão eu vi as meninas lá e para minha surpresa Camila também estava junto com Luna em seu colo, quando ela me viu deu um sorriso fraco, então eu fui até o caixão e joguei uma rosa. Era a última vez que eu ia ver meu pai, mesmo sem vida, ele ainda estava ali, eu não aguentei e comecei a chorar olhando para seu corpo sendo colocado naquele buraco, mais derrepente eu senti uma mão segurar a minha com força, quando olhei para ver quem era, era Camila, eu não falei nada e ela pareceu entender e me abraçou.


Notas Finais


Então como estamos?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...