História Dark Room - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 8
Palavras 367
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Canibalismo, Tortura
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Dark Room


Harpey POV

Eu estava em um beco escuro, eu tentava gritar, tentava pedir ajuda, mas a fala não saía, a única coisa que eu conseguia fazer, era ouvir, eu só conseguiria sair dali ouvindo.

Fui andando, fui tocando coisas para ver se achava algo para sair, senti algo duro, era uma porta, eu entrei. Senti alguma coisa respirando, parecia estar dormindo, então eu tentei sair dali, tentando ao máximo, não fazer sequer um barulho, mas como não enxergava nada, acabei pisando em algo, fazendo barulho, acordando a fera, eu corri, o bicho ia atrás de mim, não sei como não tropecei, já que não enxergava nada. Até que encosto em algo duro novamente, era outra porta, e eu a abri, e a tranquei, desesperadamente, entrando pela porta, escuto novamente uma respiração, dessa vez o bicho não estava dormindo, seus olhos, vermelhos, eu sabia, pois era a única coisa que brilhava ali no meio da escuridão, o bicho então foi me seguindo, por pouco, achei outra porta, não pensei duas vezes e entrei, por mais quantas portas e monstros teria de passar? Entrando lá, me deparo, novamente, com um monstro, uma criatura que me encarava com seus brilhantes olhos vermelhos, novamente, a criatura me seguia, eu novamente corria, estava quase sem fôlego, não aguentava mais correr, novamente, achei outra porta, entrei, e desta vez não havia um monstro, uma forte luz me iluminou, finalmente, a saída. Não, me enganei, não era a saída, eu entrei em outra sala escura, quando entrei, ouvi alguém sussurrando: ‘’eles não conseguem ir atrás do que não conseguem ouvir’’ então eu fui andando, sem fazer barulho algum, ou pelo menos tentando, senti duas respirações, uma a minha esquerda, e a outra, a direita, não consegui, e sai correndo, fazendo as criaturas correrem atrás de mim, encontrei novamente, uma luz em meu rosto, dessa vez, parecia ser a saída, estava enganada novamente, era outra sala, nesta, haviam monstros incontáveis, eu estava com mais quatro amigos, todos foram devorados pelos monstros, só eu consegui sobreviver, não sei como eu sobrevivi ao ver aquela cena, ver meus amigos morrerem. E então, eu finalmente, achei a saída, aquela sim, essa era, a verdadeira saída, chega de salas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...