História Dark Roses - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dylan O'Brien, Holland Roden, Justin Bieber
Personagens Dylan O'Brien, Holland Roden, Justin Bieber
Tags Dark Roses, Holland Roden, Justin Bieber, Psicopata, Psycho, Serial Killer, Teen Wolf
Visualizações 23
Palavras 324
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


• Oi, oi.
— História de minha total autoria. Plágio é crime e não será aceito de forma alguma.
— Os personagens infelizmente não me pertencem mas as suas respectivas personalidades sim.
— Ashley Cooper é interpretada pela maravilhosa Holland Roden e Justin Bieber por ele mesmo.
— Não incentivo o assassinato, estrupo, uso de drogas, canibalismo ou qualquer coisa ruim que seja descrita ao longo da história. É apenas ficção.
— Comentários serão super bem vindos e não vou mentir, incentivam qualquer escritora a escrever.
— O capítulo a seguir é uma pequena passagem da fanfic futuramente.

• Boa leitura;

Capítulo 1 - 00. Prefácio;


Fanfic / Fanfiction Dark Roses - Capítulo 1 - 00. Prefácio;


Point of view Ashley Cooper


— Me deixa em paz! – gritei, atirando tudo o que via pela frente em sua direção. Com um sorriso diabólico estampando seus lábios, o loiro desviava de cada objeto com tamanha perfeição. 

As lágrimas inundaram meus olhos e minha visão estava turva. O desespero dentro de mim era gigantesco e sufocante. Queria acreditar na possibilidade de que parte de Justin, por mais pequena que fosse, ainda era boa. Entretanto aquilo não era verdade.

— A palavra paz foi deletada de sua vida no momento em que nossos olhares se cruzaram pela primeira vez. – ele apertou meu rosto de forma bruta, forçando-me a encarar seus belos olhos castanhos que transmitiam apenas uma coisa: maldade. — A partir daquele dia em diante sua vida mudou para sempre e como consequência, ganhou um prazo de duração. – disse enquanto pressionava a lâmina afiada contra minha bochecha, causando pequenos cortes na região.  — E este prazo se encerra hoje. 

Até então minha ficha ainda não havia caído completamente. Tinha esperanças por mais tosco que isso possa parecer. Porém todas elas acabaram de morrer. Justin era um monstro e era impossível reverter tal fato. Me arriscaria a dizer que ele era o próprio diabo encarnado no corpo de um adolescente que deveria estar aproveitando sua adolescência ao invés de estar tirando vidas.

Ao invés de estar tentando me matar.

E quando nossos olhares se encontraram pela última vez, eu percebi que ali não existia culpa quanto menos remorso. Ele não se importava com a idéia de matar alguém que esteve ao seu lado, a única pessoa que realmente o ama. E o mais deprimente: ele não se importava em matar a mulher que carregava em seu ventre um filho seu. Não era apenas uma vida, eram duas.

Justin era como um morto vivo.

Ele não sentia.

Eu lamentava aos prantos por não ter percebido isso antes. 

E agora já era tarde demais para enxergar que sempre estive ao lado do próprio demônio. 



Notas Finais


Pequeno demais? Também achei.
Mas é só para vocês ficarem um pouquinho cientes do que acontecerá futuramente na Fanfic (sem muito spoiler rsrs).
Sim, eu resolvi reescrever o primeiro capítulo e alterar algumas coisinhas que acredito que vão melhorar a história.
Me desculpem de verdade por ter demorado tanto, não era a intenção. Nestes últimos tempos me encontrei ocupada com tanta coisa.
Cidade nova, casa nova, escola nova, PESSOAS NOVAS. Tudo isso ocupou muito meu tempo.
Mas eu voltei pra ficar e espero ganhar o incentivo e apoio de vocês. Não deixem de comentar, isso motiva muito a escritora a continuar. Aliás, qual a razão de escrever se ninguém estiver lendo? Pois é: nenhuma.
Beijos e um breve até logo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...