História Darkness is beautiful - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Visualizações 10
Palavras 1.028
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência, Visual Novel
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oee pessoas, turu boum?
Desgurpe n postar ontem, eu tive que estudar para a prova, mas a Unnie vai fazer o melhor pra ter cap td semana ta?
Eu vi os comentários de vocês e eu estou MUITO FELIZ tipo pa krl. Muito obrigada msm por todo o apoio ♡
Vcs são a única razão pelo qual eu continuo escrevendo isso e espero que vocês estejam gostando da fanfic de verdade.
Enfim...

Capítulo 5 - Cap 5


Lay Pov's On

Ela....Ela é tão bela, como uma linda rosa que em meio a tantas rosas vermelhas brilha em um tom Azul Cobalto. Aqueles malditos olhos marcantes....azuis.......é algum tipo de maldição? Por que o azul se tornou tão presente da noite para o dia?

Minseok tem me encarado com um olhar não muito contente, ele quer ela para ele? No momento ela não pertence à ninguém, ele não vai me inpedir de permanecer ao seu lado.

Ela estava corada, suas bochechas avermelhadas chamavam bastante atenção, sua pele era branca como a neve e seus lábios eram rosados e pareciam cortados, alguma mania de morder os lábios no frio talvez? Cabelos ruivos naturais desciam pelo seu corpo magro e frágil, ela era como uma boneca de porcelana. Perfeita.

Estava tão imerso em meus pensamentos que não percebi que a mesma me chamava, tinha esquecido que peguei ela no colo para leva-la até um quarto para ficar de repouso.  

-Lay.....você já pode me colocar no chão...- Falou completamente corada. Estou segurando-a muito tempo? Neguei com a cabeça e adentrei no quarto com ela ainda no meu quarto. 

Coloquei ela deitada na cama novamente e peguei um termômetro para medir se ela estava com febre. Febre aponta para alguma infecção, que é uma das últimas coisas que eu quero que ela tenha. Dei a ela o termômetro e fui pegar algum remédio de dor em meu armário, a cabeça dela deve estar explodindo, afinal não é todo dia que você quebra 2 costelas. 

-Eu me sinto culpada....estou acabando com todo o medicamento de vocês, desculpe atrapalhar tanto.- Falou evitando olhar para mim. Tão preciosa a ponto de se importar com as nossas despesas. Sorri vendo que ela se importava com todos os detalhes.

-Você não precisa se desculpar, estou fazendo isso porque não conseguiria sobreviver sabendo que eu poderia ter ajudado uma pessoa de coração tão bom ao ponto de se importar com as despesas.- Falei tirando o termômetro e lhe entregando os comprimidos com um copo de água. Suspirei aliviado quando vi que a temperatura estava normal, só em pensar em uma possível infecção meu coração aperta.

Levantei o olhar para ver a reação dela e ela apenas desviou o olhar envergonhada. Estou indo rápido de mais? Do que eu estou falando! Não somos nada, talvez amigos, mas com certeza farei de tudo para passar essa barreira. 

-Está com fome? Estava com comida, então estava voltando do mercado.- Perguntei preocupado.

-Estou bem.- Falou olhando para a janela evitando olhar para mim, mas logo escuto um ronco. Sua barriga estava roncando, ela mentiu? Por que ela faria isso?- Ok, talvez eu esteja com um pouco de fome.- Falou fazendo um bico fofo enquanto me fitava levemente.

-Espero que goste de bolo de cenoura com cobertura de chocolate!- Falei bagunçando seu cabelo e saindo do cômodo dando língua para ela. Ela era tão fofa e ao mesmo tempo tão madura, ela está me deixando confuso.

Desci indo direto para a cozinha com pressa, não queria deixa-la com fome nem mais um segundo se quer. Chegando lá dei de cara com Minseok que me olhava como se tivesse cometido o pior dos crimes. 

-Tem intenções com Crystal?- Perguntou direto e frio como um cubo de gelo. Minseok Hyung era a maioria das vezes carinhoso e atencioso mas quando queria podia ser mais frio que o próprio gelo. 

-E se eu estiver? O que vai acontecer?- Perguntei irônico sem demonstração medo, Hyung era poderoso mas não vou desistir de Crystal tão facilmente assim. -Olha Hyung eu te respeito, você é uma ótima pessoa mas eu não vou desistir de algo tão facilmente.

-Não encoste no que não te pertence.- Ele falou me levantando pela gola da camisa. Minseok era menor que eu mas era definitivamente o mais forte (fisicamente) do Clan. Apenas ignorei a frase e esperei o mesmo me soltar e ir em bora.

-Finalmente, agora Crystal não vai mais ter que ficar com fome.- Murmurei alto o suficiente para Minseok ouvir. Ouvi o mesmo bufar e sumir completamente da cozinha. 

Peguei um pedaço generoso, se é que vocês me entendem, peguei um pouco da calda que sobrou que estava na geladeira e coloquei no microondas para ficar bom. Coloquei tudo em uma bandeija com um suco de maracujá e levei até o quarto. 

Entrei no quarto e ela me olhou curiosa querendo saber o que trouxe para ela comer, assim que coloquei em seu colo vi seus olhos brilharem. Ela logo pegou um pedaço do bolo e comei de uma vez, bebendo o suco em seguida. 

-Eii cuidado ai, se você está com a barriga vazia não deveria comer rápido assim.- Falei rindo de seus desespero e a vi sorrindo junto comigo. Estava com a boca toda suja de calda, peguei um guardanapo limpando devagar. 

-Obrigada.- Falou levemente corada desviando o olhar. Eu queria limpar com outra coisa sem ser o guardanapo mas eu não posso chegar assim, conheço ela não faz nem um dia. 

Começou a comer devagar, apreciando o sabor da comida enquanto me fitava como se não tivesse nada para fazer a não ser comer olhando para minha cara. Ri com esse pensamento e balancei a cabeça afastando ele. 

-Então, me fale de você?- Perguntei ainda rindo levemente mostrando minhas covinhas.

-Ah ok, Eu sou Crystal Brithymore, tenho 24 anos e eu cuido de criaturas feridas sem a autorização do governo. Aprendi tudo que sei hoje com a minha mãe, Fawkes e Moon são meus companheiros que eu levei para toda a minha vida até aqui.- Falou terminando de comer o bolo. Arregalou os olhos como se tivesse lembrado de algo importante. Me assustei quando ela fez isso, ela sentou na cama devagar e veio chegando perto de mim. 

Estava hipnotizado com aqueles lindos olhos Azuis Covalto. Ela devagar levou suas mãos ao meu rosto e..........colocou a ponta dos dedos nas minhas covinhas me assustando. Ela ficou em uma distância perigosa para mim, meus instintos falavam para eu beija-la mas meu cérebro falava que ela talvez nunca mais queira olhar para minha cara.

-Aigooo!- Falei fazendo uma careta brincando ainda sorrindo para ela ver as minhas covinhas.

-Aaaaa que fofaaaaas!- Ela falou cutucando levemente com os olhos brilhando e bochecas levemente coradas



Notas Finais


Então é isso por hj.
Eu só queria agradecer novamente pelos comentários ♡
A Unnie aqui ama vcs ♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...