História "Daughter" Submissive. - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Bieber, Criminal, Justin, Rose, Submissive, Violencia
Exibições 113
Palavras 934
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola gente, mais um capitulo pra vocês.
Boa leitura! <3

Capítulo 27 - Old friend.


- O quê?
-Eu amo você Rose...
-To atrapalhando o casalsinho? - Justin fala querendo chamar atenção, porém no momento eu estava paralisada.
-Rose? Você ta legal?
-Logico, agarra um que já se declara né, Jake, eu e mais esse. Parabéns Rose.
-Cara, pega leve. - Ryan tenta calar a boca de Justin, mas ele já tinha falado merda. Sem pensar duas vezes dou um tapa em seu rosto, o fazendo virar por conta da força.
-SUA FILHA DA PUTA. - Ele avança pra cima de mim impedindo Ryan de segura-lo.
-NÃO ENCOSTA NELA. - E Nathan o empurra antes de Justin encostar em mim. Logo eles começam a brigar ali mesmo. Justin dava vários socos no rosto de Nathan enquanto ele tentava se defender, mas não pense vocês que Nathan apanhou, ele também deu uma surra em Justin.
Após toda a cofusão, Richard chega na frente do colégio para me buscar, ele era um dos seguranças que Tyller mais confiava e que eu mais odiava.
Sem tempo de ao menos ver se estava tudo bem com Nathan eu entro no carro sendo precionada por Richard.
Chegando em casa eu corro em direção as escadas para ir ao meu quarto, mas alguém me impede.
-Onde pensa que está indo? - Olho em direção a uma senhora, ela tinha seus cabelos presos em um coque, usava um terninho bem cafona e ela era bem folgada pro meu gosto.
-Desculpe, quem é a senhora?
-Sou Susy, serei sua responsavel até a volta do s.r Stevens.
-Ah sim, é um prazer. Se me der licença eu vou para o meu quarto me deitar.
-Nada disso, você irá se trocar e almoçar. Depois fará os seus deveres.
- É o que?
-Isso mesmo que você ouviu. Vá logo Roselly.
Eu sei que é crime agredir idosos, e eu to quase indo presa. Quem essa velha pensa que é ?
Subo até meu quarto e respondo as mensagens de Ryan, troco de roupa e vou para a cozinha comer algo.
Pego uma torta de morango e me sento a mesa, assim que vou colocar o primeiro pedaço na boca, um ser do inferno segura minha mão.
-Não coma isso. - Ela tira a torta da minha mão e coloca na minha frente uma tigela que continha uma salada de frutas.
-Que que é agora?
-Coma algo saldavel antes de fazer o dever.
Pego minha torta e a encaro antes de sair andando enquanto ela gritava para mim voltar.
No dia seguinte eu acordo com aquela insuportavel me balançando, porém eu não estava me sentindo nada bem.
-Susy? Que frio é esse?
-Frio ? - Ela coloca a mão em minha testa e logo faz uma careta. - Você está com febre Roselly, irei ligar para o seu pai e para o colegio.
-Não, eu ligo para o colegio. -Pego meu telefone e disco uns numeros aleatórios- Vai ligar pro Tyller.
Assim que ela sai do quarto eu desligo o telefone.
-Otimo, ficarei o dia todo com essa velha me enchendo o saco.
Ligo para o Ryan avisando que não passaria o dia com eles, estava mal e não conseguiria sair, ainda mais com aquela coisa no meu pé.
Dormi o dia todo, eu definitivamente não estava nada bem. Minha cabeça estava a ponto de explodir por conta da forte dor, meu corpo estava dolirido e eu estava completamente fraca.
-Acorde Menina, tome esses remédios.
-Hellena ? Onde está a Susy?
-A mandei embora. - Josh entra no meu quarto e eu quase pulo em seus braços.
-Josh! O que faz aqui? Tyller também veio?
-Não, Tyller só irá voltar quando resolver tudo lá, eu voltei por que fiquei preocupado. Como se sente?
-Morta. Mas depois dos remedios ficarei melhor.
Tomei os remedios e logo cai no sono novamente.
Josh pov.
Faço carinho no cabelo de Rose até ela cair no sono, ela não se sentia nada bem e eu estava realmente preocupado.
Assim que ela dorme eu saio do seu quarto fechando a porta com cuidado para não acorda-la. Desço as escadas indo em direção ao escritório de Tyller mas Richard me impede.
-Josh, tem um cara la fora fazendo uma confusão para entrar.
-Cara ? Quem ?
-Ele disse que se chama Ryan. - Ryan? O que ele queria aqui?
-Deixe-o entrar.
Richard sai e logo após Ryan entra na sala.
-Josh? Não estava viajando?
-Voltei, o que faz aqui?
-Vim ver a Rose, como ela está?
-Mal, mas vai ficar legal.
-Posso ve-la?
-Sim, mas antes quero falar com você. - Vou andando em direção ao escritório novamente, agora sendo acompanhado por Tyller.
-Então, por que voltaram?
-Um bom filho a casa retorna, não é?
-Ryan, eu conheço vocês. Foram vocês que roubaram a carga do Tyller, não foram?
-Talvez.
-O que querem com isso? E o que querem com a Rose ? Se vocês machucarem ela eu...
-Jamais faria isso! Rose é muito importante pra mim, jamais irei machuca-la.
-Assim espero.
-Então velho amigo, não pensa em voltar pro nosso lado?
-Não Ryan, eu tenho que cuidar da Rose. Já não sou mais um moleque que só pensa em farra e assaltos.
-Assim você me ofende, parceiro. Já participou de vários assaltos com a gente.
-Sim, mas isso ficou no passado.
-Grandes mudanças, agora trabalha com Tyller.
-Sim, mas não faço mais assaltos. Minha area é outra.
-Bom, não vou discutir. Vou ver a Rose. E esperamos você para curtirmos um racha qualquer dia desses.
Ryan fala e sai andando para o quarto de Rose, alguma coisa eles estavam tramando, e eu iria descobrir logo logo.

Notas Finais


Gentee, Nathan era traficante? Como assim gente, por que será que ele se afastou dos garotos em?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...