História Daydreaming - Capítulo 76


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Kentin, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Rosalya, Violette
Tags Amor Doce, Romance
Visualizações 79
Palavras 1.715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Herou herou meus amores. Como vão vocês?
Música Do Capítulo: Lana Del Rey - Back To The Basics

Capítulo 76 - Mil Grau


Fanfic / Fanfiction Daydreaming - Capítulo 76 - Mil Grau

- Deus amado do céu! Eu nunca fiquei com uma ressaca tão ferrada em toda a minha vida. 

- Vai, sua trouxa! Ninguém mandou entupir até o c... - Castiel ia dizendo mas eu o interrompo. 

- Repete comigo: Loló. Não se fala outra coisa a não ser loló. 

- Até o cú de bebida. 

- LOLÓ, CASTIEL, LOLÓ! 

- Loló é nome de vaca. - Dake diz. - Tipo "Pai, eu vou tirar o leite da Loló". - Começo a rir que nem uma retardada. 

- As vezes eu fico me perguntando como seria se a Annie fosse namorada do Dake. - Alexy disse. 

- Prefiro não imaginar. ´- Castiel diz. 

- Ah, mas tirar isso do sonho e transformar em realidade, gata. 

- Meu Deus! Eu tenho o melhor amigo mais talarico que existe! 

- Castiel, é a Annie né, bicho?! 

- Não acho que você tenha direito de falar alguma coisa. Você está puto porque eu não transei com você. 

- Eu não faria um absurdo desses. - Dake diz e Rosa ri. 

- Nisso o Dake é realmente muito compreensivo. Ele entende que você não quer, mas ele vai procurar uma que quer. 

- Quantas vezes eu vou ter que dizer que eu mudei? 

- Quantas você quiser, amor. Eu não vou acreditar. 

- Alexy, ela me chamou de amor. 

- Eu hein?! Que iludido! Rosinha chama até o mendigo de amor. 

- Dake, você tem que parar com isso. Você estava dando em cima de mim, e agora está achando que a Rosa é apaixonada por você ainda. 

- Ô Annie?! Que putaria é essa? 

- Tô puta, não enche. - Alexy ri. 

- É... Elas sempre vencem. 

O intervalo acabou, e eu iria ter aula de Sociologia. Ou seja, eu iria ficar separadinha dos meus amiguinhos do peito, menos da Rosa e do Dake, que estavam na mesma sala que eu. 

- Eu vou ao banheiro, vai comigo? - Rosa pergunta. 

- Qual é essa de ir no banheiro juntas? A Annie te limpa? 

- Eu ainda me pergunto como a gente pode ser amigos, Dake.  - Rosa diz e eu rio. 

- Querida, eu sou irresistível. Olha pra mim! - Rosa revira os olhos e olha para mim em busca de uma resposta.

- Eu vou ficar aqui. - Ela assente e se vai. 

- Olha só quem está te comendo com os olhos?! Parece que o Tony resolveu ressurgir. 

- Vocês chamaram ele para o meu aniversário, então... 

- Não, a gente não chamou. 

- Não? Como assim não? 

- Acha mesmo que eu iria me dar o trabalho? Amorzinho... Eu odeio esse cara mais do que eu odeio beterraba. 

- Caraca hein. - Digo rindo. 

- Ri desse jeito, não. 

- Ué, por quê? - Continuei rindo. 

- Sabe que isso é um tiro em mim, não sabe? 

- Para de ser idiota. - Dou um empurrãozinho e ele me olha sério. 

- É sério. 

- Nossa! Você realmente ficou tão sério do nada. 

- Annie, você sabe que o que eu falo, não é brincadeira. - Fico perplexa. 

A sorte é que Tony estava se aproximando. 

- E aí? 

- E aí? É assim que você fala com uma garota? Babaca. 

- Bom, se eu estou falando com ela, acho que você não tem que se meter em nada, não é? 

- Não, não é. Eu estou do lado dela. Falo a hora que eu quero. 

- Castiel já sabe que você é realmente apaixonado por ela? Ou melhor... Ela sabe disso? Não, não! Annie, você sabe que o Castiel furou o olho do Dake? Quem começou a gostar de você primeiro, não foi o Castiel. Nunca. - Olho para Dake, confusa. 

- O que é que você tem a ver com isso? 

- Você é um ótimo amigo, mas um puta babaca em ter deixado essa oportunidade para um cara que mal a valoriza. Mas, Annie, não se preocupe. Não acho que ele iria te valorizar também. Mas eu sim. Valorizo por todos os dias da minha vida. 

- Vocês estão me deixando confusa. Não tô entendendo mais porra nenhuma. Eu deveria ter ido limpar a Rosalya. - Dake ri. - Tony, você é maravilhoso, do fundo do meu coração. Mas entre o Dake e você, eu escolheria o Dake de olhos fechados. Ele não tenta estragar a minha relação com ninguém, e muito menos acusa tal. Não, eu não sabia sobre essa história, e se realmente for verdade, infelizmente eu não posso fazer nada. E quem tem que decidir isso, somos nós. Se for para ter Annie e Dake, vai ter. Se for para continuar sendo Annie e Castiel, vai continuar. As únicas pessoas que podem decidir isso, somos nós. Você fica de fora. 

- Okay, não vou grilar. 

- Agradeço, mas não iria fazer diferença. - Ele tenta me olhar com desprezo, mas eu estou tão nem aí, que eu ignoro, e ele vai embora. 

- Eu já falei que você é dona da minha vida? - Rio. - Isso fez minhas esperanças crescerem em um nível gigante. 

- Calminha aí, bebê. Eu ainda namoro e é seu melhor amigo. Não vamos dizer que isso aconteceu, okay? Amanhã é aniversário dele, e eu não quero que ninguém fique com cara de loló, pra gente. 

- AAAAAAAAAAAAAAAAAAA EU IMAGINEI UMA VACA COM A CARA DO CASTIEL! - Ele diz rindo e eu rio junto. 

- É... Não iria prestar se caso a gente fosse namorados. 

- Quer tentar, gata? Cola na grade. - Rio. 

- Por que é que vocês estão se olhando desse jeito? - Rosa pergunta. - Meu Deus! Isso vai dar muita merda. 

- O que vai dar muita merda, senhorita Rosalya? - O professor entra na sala. 

- O intestino, né?! - Ela força um sorriso e a gente começa a rir. 

- Hummmm... Okay, classe. Peguem seus livros. 

POV'S ON BILHETINHO: 

"Sua biscate! Não sabe que o Castiel vai arrancar a cabeça de vocês dois?" 

"Eu não sei do que você está falando. A gente se olha daquele jeito. É normal. Todo mundo começou a grilar comigo e com o Dake. É tão difícil acreditar que ele é meu melhor amigo?" 

"É... Ele também era só o último cara para qual eu olharia porque era namorado da minha melhor amiga, e eu acabei namorando com ele" 

"Mas você era SOLTEIRA, coisa que eu não sou" 

"Eu sei, vidinha. mas o Dake é o Dake. Ele é irresistível aquele maldito"

"KKKKKKKKK retardada! Eu amo o Castiel, e eu amo o Dake, mas é cada um de uma maneira diferente. Nem consigo imaginar" 

"Eu vou confiar" 

POV'S OFF BILHETINHO. 

Aula de matemática, e Castiel era da minha turma, mas juro, eu não estava aguentando aquela cara de merda! Eu falo, Ferdinando não vai sair da caverna tão cedo.

- Porra, dá para você olhar pra mim? Eu vou ter que deslocar a sua cabeça? 

- Que agressividade. 

- Nossa, que saco! Eu tô brava. 

- Nem tá. Por que você não vai com o Dake? 

- Por que? Eu passei aula tripla com ele tacando bolinha de papel no meu cabelo, me cutucando, e me fazendo rir nas horas mais inapropriadas possível. 

- Você não se lembra, Annie? 

- Castiel, eu não sei se você sabe, mas eu estava mais louca que o Batman. Acha que eu vou lembrar de alguma coisa? - Ele ri. 

- Você é doente, por isso que eu te amo. 

- Mas você estava brigando comigo. 

- Eu não estava brigando com você.

- Ah, Castiel, minha mãe passa com uma psiquiatra ótima. Quer o número? 

- Sério que ela passa? 

- Não, mas eu te arranjo um.  - Ele ri. 

- Com licença. - A diretora entra na sala. - Após o período de provas, que foi muito puxado e corrido, nós resolvemos dar um momento de lazer para vocês. Como tradição da nossa escola, nós teremos o Acampamento de Verão. Já ligamos para alguns pais, que já deram a resposta. O regulamento está distribuído nos painéis da escola. Vejam, leiam, e sigam.

- Seguir o regulamento? Ele é tipo um GPS? - Dake pergunta.

- Qual é o seu nome, bem? 

- Kentin.  

- Dakota, você sabe que eu não esqueceria seu nome. Continue com essas piadinhas, que eu nem preciso ligar para o seu tio. Você automaticamente não vai. - Ele olha para a minha cara e eu começo a rir. - Amanhã a noite, eu espero todos vocês aqui na escola para que os ônibus possam nos levar. Agradeço. - Ela sai da sala. 

- Ei? - Kentin taca uma bolinha de papel na cabeça do Dake. - Você sou eu agora? Ainda bem que não deu certo, palhaço. 

- A Annie é a única que me entende. - Ele deita a cabeça no meu ombro e eu rio. 

As aulas acabaram, e fomos conversar em uma lanchonete que íamos como de costume. 

- Vocês vão? - Rosa pergunta.

- Mas é claro. - Digo. - Isso vai ser bem interessante. Afinal, tudo em que nós estamos presentes, acaba sendo interessante. 

- Ah, minha melhor amiga é linda, né galera? 

- Um arraso. É de família. - Rio. - Seguinte, rapaziada, nós vamos sacudir esse acampamento, falou? Regulamento é o caramba! A gente faz o nosso regulamente. 

- É... Foi esse bad boy que me conquistou. - Rio. 

Eu já falei o quanto isso vai dar merda? Bom, eu vou resumir mais um pouquinho. Tony anda falando mal do meu melhor amigo e do meu namorado. Tentando fazer com que eu termine com o Castiel, botando a culpa do Dakota, mas de um jeito em que eu acabe não ficando com o Dake, e sim, com ele. Confuso, né?! Masssss, aquela vagabunda daquela ordinária loira, está agindo com o Tony. Ou sejaaaaa, ela está de olho no meu TPM humana. Acha que eu vou aguentar isso? Não, não. Se vocês não conhecessem o lado Annie quebra barraco, vocês vão conhecer nesse acampamento. Se ela tentar chegar perto do Castiel ou do Dakota, ela vai voar pela janela daquele ônibus. É isso, galera. Aguardem o Acampamento porque vai ser bem louco, e as pessoas que se cuidem. Vai ser muito mil grau. 

   

   

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado :D
Não deixem de comentar e favoritar <3
Beijos beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...