História De Bad Boy a Realeza - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel, Lysandre, Personagens Originais
Tags Amordoce, Castiel, Comedia, Harem, Lysandre
Exibições 28
Palavras 2.419
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - O Baile parte 1


Fanfic / Fanfiction De Bad Boy a Realeza - Capítulo 3 - O Baile parte 1

-Príncipe Castiel a Princesa Sofhia quer vê-lo!-Disse Adam.

-Ok já estou indo..-Disse ficando nervoso,estranho vindo de mim.

Subi as escadas e Adam de la de baixo fez sinal pra mim virar a direita,virei e era a ultima porta estava escrito "Sofhia" na porta.

-Posso entrar?-Bati

-Entre!-Disse uma voz conhecida,ao entrar vi que se tratava da serviçal que foi maltratada por Aurora aquela hora.

-Maria pode sair e por favor coma,e se Aurora falar alguma coisa diga a ela que venha falar comigo,falarei com o rei e te pegarei pra mim como minha dama de companhia,o castigo dela esta severo demais,deixe comigo irei resolver!-Disse a garota sorrindo,ela era..linda.

-Obrigada Princesa,seu pai ficaria orgulhoso da senhorita!-Disse Maria saindo.

-Ah Príncipe Castiel desculpe não poder reverencia-lo,eu não consigo levantar,na verdade consigo mas  Adam e  Lysandre me matariam se me vissem em pé!-Disse ela cochichando a ultima parte.

-Sem problemas,não curto mesmo esse papo de príncipe e essas frescuras,está melhor?-Disse me sentando a uma cadeira perto dela.

-Sim graças ao senhor sua alteza!-Disse ela sorrindo.

-Pare temos quase a mesma idade,me chame de Castiel ou você!-Disse a olhando ficar vermelha.

-Ah..s-sim Cas...desculpe eu não consigo,é difícil perder costumes príncipe castiel!-Disse ela vermelha.

-Sem problemas,já tirou o senhor e alteza,progredimos!-Disse e ela riu.

-Bom lhe chamei aqui pra lhe agradecer formalmente por ter salvo minha vida,gostaria de lhe agradecer,como  posso faze-lo?-Disse ela sorrindo.

Não pude evitar de olha-la com cuidado,o olhar dela aquele azul,aquela boca desenhada e vermelha,aquele corpo,cabelos rosa como flor de cerejeira,ela era ..era...

-Príncipe Castiel está tudo bem?-Disse ela me trazendo a realidade.

-A sim desculpe,você pode me pagar melhorando rápido e tomando um chá comigo,afinal acho que não servem cachaça aqui certo?!-Disse eu,espera eu quero vou mesmo tomar chá? ok me envenenaram.

-Acho que não,terá que ser chá mesmo! -Ela riu mas logo me encarou séria. -Achei que não gostava da minha companhia!-Disse ela virando o rosto de lado.

-Porque achou isso?-Disse me aproximando.

-Na escadaria o senhor ..quer dizer o príncipe me chamou de Princesa de araque!-Disse ela rindo de leve.

Espera então aquela hora não era Aurora era Sofhia? por isso o sorriso era diferente.

-Me desculpe,mano fiz uma confusão louca,eu achei que você era Aurora,eu não sabia que ela tinha uma irmã gêmea,e a sua irmã é o capeta comigo desde de que cheguei aqui,mas vejo que não é só comigo!-Disse  e ela sorriu soltando um suspiro.

-Entendo,agora compreendo tudo,sem problemas príncipe, posso perguntar algo?-Disse ela ficando vermelha.

-Claro!-Disse a olhando pensar.

-O que é..ma..mano?-Disse ela e eu cai na risada.

-É que no Brasil a gente fala gírias que são como..-Coloquei a mão na nuca,mas não era muito bom em me expressar,foi a única hora que senti falta do Nathaniel,ele saberia explicar. -Não da pra explicar,mano a gente fala pra um amigo,um irmão,depende,lá no brasil chamamos as garotas de mina sacou?-Disse quase rindo de ver a cara dela,estava engraçada,parecia bem confusa.

-Sa..saquei!-Disse ela rindo de leve o que me fez rir,que ser angelical era aquele? será que era pose?.

-Príncipe Castiel poderia por favor pegar um copo de água por favor? está ali na comoda atrás da porta!-Disse ela sorrindo.

-Claro!-Disse caminhando até lá,peguei o copo e estava a colocar a água,quando percebo que alguém passou pela porta correndo em direção a Sophia.

-Meu amor que bom que está bem!-Disse Lysandre entrando e lhe dando um beijo na boca de leve.

-ah...Lysandre seu irmão está aqui!-Disse ela corada.

-Mil perdões Castiel eu não te vi ai,bom lhe devo a minha vida Castiel,peça o que quiser e eu darei,afinal salvou minha noiva!-Disse Lysandre beijando a mão dela.

-N-noiva?-Disse derrubando o copo de água no chão.

-O que houve?-Disse maria aparecendo.

-Maria desculpe eu limpo!-Disse vermelho,o que deu em mim?

-Não príncipe pode deixar eu limpo,vim para dizer que são ordens médicas que  a senhora repouse princesa!-Disse ela sorrindo.

-Ok,rapazes me deem a licença,se eu descordar creio que meu noivo não me perdoara!-Disse Sofhia sorrindo.

-Exatamente,melhore logo por mim!-Disse Lysandre beijando sua testa,ela fechou os olhos e sorriu,logo depois me deu um "tchau" com a mão.

Eu e Lysandre saímos do quarto,ele parecia feliz.


-Castiel o que quer em troca?-Disse ele sorrindo.

-Nada irmão,fico feliz que sua noiva esteja bem!-Disse fingindo sorrir.o danado tinha sorte,ela era rara,mas confesso que tantas qualidades me trazem desconfiança,o tempo dirá.

-Então fique pro baile ao menos,por favor!-Disse Lysandre sorrindo.

-Baile?-Disse prestando atenção.

-Sim,princesas e príncipes dançando ao som de belas músicas,fique o baile é frequentado por lindas princesas de todo o reino,fique eu lhe arranjo uma de minhas roupas de baile,e antes que pergunte,não tem babado nessas,será depois de amanhã o baile!-Disse ele rindo.

-Belas princesas é? Ok eu ficarei!-Disse,queria conhecer as tais belas princesas,e também mas aquela garota,afinal ela noiva de meu irmão,tinha que saber se ela era tão boa assim,ou uma Debrah da vida...

Fui aos meus aposentos e por algum motivo o olhar de Sofhia não saia de minha cabeça,depois desse baile preciso voltar logo pra casa,esse mundo está mexendo com a minha cabeça.

Aquela noite foi difícil dormir,pela manhã fui dar uma volta ao jardim,ficar trancado nunca foi meu forte,acabei encontrando umas das gêmeas,rezei pra que fosse a Sofhia,mas pela cara de deboche acho que não era ela.

-Caipira levantou cedo hein! vai ordenhar as vacas?-Disse Aurora rindo.

-Se é isso que quer!-Disse indo e direção aos seios dela,ela se afastou.

-Seu maluco!-Disse ela vermelha,montou num colchão estalou os dedos e apareçam pessoas pra levanta-la.e assim saíram andando,folgada.

-Adorei essa Príncipe,você não ia...hã...-Disse Sofhia aparecendo.

-Não eu não ia apertar não,já está de pé?-Disse olhando ela rir.

-Sim,mas não conte que me viu aqui,Lysandre me mataria!-Disse ela e logo assoviou,pude ver a égua branca pular a baia e se aproximar dela.

-Oi bom dia Laila!-Disse ela cumprimentando a égua que relinchou,parecia estar respondendo,me lembrei de Dragon,me bateu uma saudade daquele preto fedido.

-Olhando assim você e sua égua,me bateu uma saudade do meu preto!-Disse e ela começou a tossir,estava vermelha como um pimentão.

-Ah e-entendo,bom gostaria de conhecer seu na...na-namorado qualquer dia d-desses!-Disse ela gaguejando,ai que entendi o que ela entendeu.

-Não é isso não,pelo amor de Deus não é nada disso!-Cai na risada apoiado nos joelhos- É que o "preto" que citei é meu cão Dragon,é dele que falava,como pode pensar que..ai não consigo parar de rir desculpe!-Disse rindo de ficar sem ar.

-Ah entendo,desculpe príncipe é porque aqui no castelo temos Alexy o nosso estilista real,ele é desses afeminados entende? bom não tenho nada contra,vou indo cavalgar me desculpe!-Disse ela rindo fraco.

-Sem problemas,espere vai sozinha? mas acabou de se recuperar,ou melhor ainda nem se recuperou!-Disse a olhando fazer uma carinha engraçada.

-Eu sei mas enlouqueço se ficar presa num quarto,vamos Laila!-Disse ela tentando sair com a égua.

-Desculpe mas como sou seu futuro cunhado devo impedir essa loucura,ou ao menos tentar!-Disse sorrindo.

-Se for capaz!-Disse ela e saiu a toda com a égua,ela olhava pra trás e ria da minha cara.

-A é? -assoviei- cavalinho? cavalinho? é acho que não tem jeito!-Disse rindo.

Ela voltou rindo.

-Me desculpe príncipe mas esse "cavalinho" foi demais pra mim,por favor me perdoe-Ela ria com as mãos a frente da boca,achei uma visão encantadora.

-Ora minha irmã rindo feito égua,o caipira está lhe influenciando,cuidado!-Disse Aurora caminhando com outra garota ao lado.

-Melhor rir como égua do que destilar veneno feito uma cobra,neh irmã?-Disse Sofhia descendo do cavalo.

-isso foi uma indireta irmã?-Disse Aurora estalando o leque quase no rosto de Sofhia que riu.

-Não,foi uma direta mesmo,com licença!-Disse Sofhia rindo levemente.

-Meu amor porque está de pé? venha se deitar,alias o rei quer falar contigo!-Disse Lysandre aparecendo.

-Sério? ok amor,e desculpe precisava respirar um ar e por isso vim,mas aqui fora está difícil respirar com tanto veneno!-Disse Sofhia encarando a irmã,olhares mortais rolaram.

Logo Sofhia sumiu do meu campo de visão com Lysandre.

-Sofhia não entre em meu caminho!-Falou Aurora meio que com ela mesma,quando viu que eu ainda estava lá me olhou torto.

-O que foi caipira nunca viu?-Disse ela brava.

-Cobra que fala? não nunquinha!-Disse  rindo,logo me virei e a deixei sozinha,escutei ela abanar-se tão rápido com o leque que logo mas causaria um furacão.

*Mais tarde*

-Príncipe Castiel o rei quer falar com o príncipe!-Disse Adam a porta.

-Claro,diz ao coroa que estou indo!-Disse e Adam saiu rindo baixo.

Fui ao lugar,mas esqueci de perguntar aonde era,fui ao corredor da última vez que o vi,mas esqueci que porta era,então fui abrindo porta por porta.

Abri uma,duas,mais dez dez portas,até entrar aonde eu não devia.

-P-príncipe Castiel?-Disse e pela voz era Sofhia.

Vinha alguns guardas pela voz ia subir e virar o corredor aonde eu estava,ela correu e fechou a porta.

-Fique quietinho!-Disse ela,logo bateram a porta.

-Princesa seus convidados chegaram,devo reportar qual recado?-Disse um guarda ainda fora do quarto.

-Diga que logo desço!-Disse ela de trás da porta,ouvimos eles indo embora.

-Príncipe não pode entrar no quarto de uma dama assim,imagine se eu estivesse nua,bom mas já que está aqui pode me ajudar?-Disse ela vermelha.

-C-claro,eu sinto muito,é que meu pai me chamou pra uma reunião mas eu errei a porta!-Disse rindo enquanto ela caminhava em frente a um espelho e me chamava com o dedo

-Entendo,bom puxe esses fios até esse corselet ficar certinho a minha cintura,eu lhe direi pra parar!-Disse ela sorrindo.

-Ok-Disse e dei um puxão,acho que apertei demais ela estava ficando roxa.

-Castiel solte um pouco,estou morrendo!-Disse ela caindo,fui soltando fio por fio.


Ela ia cair quando a peguei mas ela embolou uma perna na minha,acabamos caindo juntos,ela em cima de mim.
-HAHAHAHAH-Ela ria alto,acabei rindo alto com ela quando sinto suas mãos tapando minha boca,ela levantou-se depressa.

-Desculpe príncipe mas ficaria estranho se nos pegassem aqui juntos,seu irmão poderia imaginar coisas erradas!-Disse ela vermelha.

-Sem problemas,bom vou indo e desculpe eu não quis matar você!-Disse e ela riu um pouco.

-Sem problemas,preciso arrumar uma dama de companhia pra me ajudar isso sim!-Disse ela tentando fechar,ri com a cena era engraçado ver ela se contorcendo.

-Calma eu ajudo!-Disse dessa vez tendo cuidado e observando ela pelo espelho,pelo seu rosto saberia se estava bom.

-Ótimo,aperte mais um pouco por favor!-Disse ela se segurando.

-Como conseguem usar isso tão apertado e esses vestidos rodados? lá na minha terra as meninas usam biquínis!-Disse e ela ficou me olhando.

-E o que é bi..a isso ai? desenhe pra mim ver por favor?-Disse ela me dando um papel e um lápis.

Desenhei a hora que ela viu fiou um pimentão.

-Elas andam com roupa de baixo por ai? elas não tem vergonha? ah eu agora me lembrei,eu vi numa revista que peguei escondido uma vez,nossa eu nunca vou deixar Lysandre ir pra sua terra!-Disse ela virando o papel de ponta cabeça,olhando de vários ângulos. 

-Isso é normal lá,elas usam isso nas praias,sabe areia,mar e muito sol!-Disse lembrando.

-Eu jamais usaria isso,só de pensar eu fico vermelha!-Disse ela rindo.

-é deu pra perceber!-Disse apontando seu rosto no espelho,ela riu enquanto tacou o papel em mim.

-Bom vou indo,se meu irmão me pega aqui ia complicar,até o baile!-Disse e ela me parou.

-O baile? ficará pra participar?-Disse ela encarando-me.

-Sim,me guarda uma dança futura rainha?-Disse rindo.

-Se seu irmão não se importar,e eu nunca tiver que usar bi..biquíni,sim sem problemas!-Disse ela sorrindo.

Sai do quarto discretamente e encontrei Adam que me levou ao lugar certo,chegando lá tinha mais alguns rapazes com meu pai e meu irmão.

-Quero que conheçam meu filho Castiel Delavega,filho esses são Lorde Dimitry Cullen,e esses são!-Disse meu pai me apresentando a um bocado de príncipes,eles me cumprimentando e se abaixando levemente.

-E ai parceiro?-Disse metendo o braço,fiquei no vácuo e eles tipo me olhando como se eu fosse aquele último limão da caipirinha,sacaram?

-Perdão meu filho foi criado no Brasil entendem? a diferença dos modos de cumprimento,exatamente por isso,sinto muito!-Disse meu pai,e eles me sorriram pareciam enfim entender,Lysandre riu de lado,o tal Dimitry tinha cabelos longos feito mulher,pensei em comentar,mas Lysandre parecia saber o que ia falar e me pisou o pé.
-Essas são as princesas mais lindas do reino meu filho,Princesa Meridia Vallez! -Ela me cumprimentou e Lysandre sussurrou "beije a mão dela" sussurrei de volta..
"Eu não,vai saber aonde ela pôs essa mão''

Lysandre engasgou e acabei tendo dó dele e beijei a mão da moça de lindos cabelos brancos e olhos vermelhos,os príncipes também fizeram o mesmo,e o mesmo se repetiu com as demais princesas ali presente.

-E esta faltando as minhas filhas!-Disse o rei.

-Suas filhas? desculpe Alteza mas pensei que tinha apenas dois rapazes!-Disse Lord Dimitry.

-A me perdoem é que elas são filhas de Rafael Alvarez Real,as criei como se fossem minhas filhas,já que seu pai era um grande amigo meu,Adam vá busca-las!-Disse o rei.

-Não precisa vossa majestade,estou aqui!-Disse uma das gêmeas entrando,os príncipes ficando encantados com ela,Lysandre a trouxe pelo braço,então certamente era Sofhia.

Logo atrás chegou apressada a cobra da Aurora resolvi aprontar.

Pisei na barra do vestido dela,ela caiu feio e me olhou com olhos de curiosidade,merda não era Aurora.

-Amor?-Disse Lysandre largando a outra pra trás que ria.

-Está tudo bem apenas tropecei!-Disse ela rindo,ela não tava com vergonha? ela iria me odiar,Aurora sacou que era pra ela o tombo e riu pra mim.

-Ora vossas altezas é um prazer vê-los estou literalmente caindo de honra a seus pés!-Disse Sofhia fazendo uma piada que funcionou,eles riram levemente enquanto a cumprimentavam,ela era tão graciosa,se fosse eu mandava todo mundo pra puta que p.(censurado)

-Ela não é graciosa? essa é uma das gêmeas princesa Sofhia!-Disse o rei e todos a admiraram.

-és linda!-Disse uma das princesas ali.


-Bom amanhã será o baile e além de vocês virão outros príncipes e princesas,quem sabe meu filho Castiel arruma uma princesa e se casa neh? já que meu filho Lysandre é noivo de princesa Sofhia!-Disse meu pai falando com os pais das garotas.

Ata mesmo que eu iria me casar,velho loco.

-Bom meninas vamos tomar um chá?-Sugeriu Sofhia.

-Claro,podemos papai?-Disseram elas e todas receberam um olhar de confirmação.

-Antes princesa Sofhia quero lhe informar algo,a partir de hoje cuidará da educação e aulas de etiqueta de Castiel,tem alguma objeção?-Disse meu pai ela me olhou.

-Nenhuma Alteza!-Disse ela abaixada.

-Pode ir,Castiel as aulas começam hoje a tarde,daqui a duas horas e não canse a nossa bela Sofhia!-Disse o rei,ela saiu com as garotas.

-Se prepare minha noiva nesses assuntos é a melhor,mas também a mais rígida,pobre maninho!-Disse ele rindo de leve.

Ficamos mas um tempo ali,até que Adam disse que Aurora queria me ver.

-Fudeu-Sussurrei baixo ao sair da sala.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...