História De férias do Olimpo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Hades, Hera (Juno), Perséfone, Poseidon, Zeus
Tags Anfitrite, Comedia Romantica, Romance
Exibições 17
Palavras 1.699
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Magia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Essa fic foi postada no Wattpad na conta IsabeleMaria3.

Capítulo 1 - Cansei de ser traída.


Fanfic / Fanfiction De férias do Olimpo - Capítulo 1 - Cansei de ser traída.

Palácio de Poseidon

 

-eu te odeio Poseidon! Eu te odeio!-gritou Anfitrite lágrimas de raiva caiam de seus olhos-eu acreditei em você, achava que você não quebraria a promessa novamente.

- Trite desculpe, eu não queira te magoar- disse Poseidon aproximando-se dá esposa,porém a mesma o empurrou e riu de forma irônica

-não queria me magoar!NÃO QUERIA ME MAGOAR!-berrou a mesma-ora Poseidon faça-me o favor! Você sabe muito bem que suas traições me machucam, a verdade é que você nunca se importou com isso, você me traí e depois fingi estar arrependido, e no final das contas eu como um boa trouxa sempre te perdoo...

-Anzinha...

-não me venha com Azinha eu cansei..

-han?! Você não está pensando em ir embora! Esta?!

-sim-disse Anfitrite a deusa estalou os dedos e duas malas apareceram, uma do lado esquerdo e a outra do direito, Anfitrite pegou as duas e olhou para Poseidon com um expressão de raiva- Adeus.

A deusa sumiu em um nuvem de fumaça e Poseidon permaneceu atônito ainda digerindo o que acabara de acontecer.

##############################

Submundo

Perséfone andava pelo corredores do palácio xingando em grego antigo, por onde passava a deusa deixava um rastro de destruição, empurrara que estavam em seu caminho, quase deu um soco em Hipnos, e quando Tanatos e Caronte tentaram a acalmar, terminaram indo parar na ala hospitalar do palácio, cheio de manchas e se coçando, graças a um feitiço de Perséfone, que fez com que os dois fossem chicoteados por plantas venenosas.

Quando a deusa finalmente chegou em seu quarto, quebrou um vaso no chão e pós- se a chorar:

- Eu não acredito que ele foi capaz de me trair de novo e dessa vez com a ninfa que eu considerava uma das minhas melhores amigas-a deusa chorou por mais alguns minutos e em seguida se recompôs, ela olhou com ódio para um retrato de Hades que encontrava-se em cima de sua comoda e com um simples estalar de dedos destruiu o objeto:

- Estou farta de tudo isto, de ser traída assim dessa forma, se Hades pensa que eu vou engolir mais uma de suas traições, ele está muito enganado. Eu vou fazer ele se arrepender por tudo o que me fez, mas antes eu irei embora deste maldito palácio- Perséfone estalou os dedos e uma mala rosa com manchas pretas surgiu em cima da cama, ela caminhou até onde o armário estava e o abriu, escolheu algumas roupas e as enfiou dentro da mala. Depois retirou sua aliança e sua coroa e colocou os dois objetos sobre a comoda e com um leve movimento com as mãos fez uma bilhete aparecer sobre a cama.

Ela pegou a mala e desapareceu com um fleche.

############################## Olimpo

A deusa do casamento observou pela janela o belo jardim de seu templo,haviam ninfas e sátiros por todos os lados, alguns conversavam enquanto outros estavam cumprindo os seus deveres. A rainha do olimpo possuía uma expressão de tristeza."mais uma.."murmurou ela"mais uma traição"havia acabado de descobrir que seu marido havia tido mais um filho, se já não bastasse os irmãos Grace, ela voltou sua atenção para porta ao ver seu esposo adentrando no quarto vagarosamente:

-Hera eu...-o mesmo tentou pronunciasse porém sua voz falhou ao ver a expressão de ódio de sua esposa.

-não diga mais nada Zeus, como sempre você caiu aos pés de mais uma mortal e como sempre você veio aqui descaradamente pedir perdão, porque você sabe que eu sou uma idiota e ingênua, que infelizmente ainda te ama e continua a se iludir achando que você ainda irá mudar, o que é pouco provável-ela voltou a observa a movimentação de seus servos e Zeus mudou sua expressão de arrependimento para raiva.

-veja como fala comigo, eu ainda sou o seu rei, e olhe para mim quando eu estou falando com você-disse Zeus

-Desculpe Vossa majestade-falou Hera cuspindo as palavras- você se acha o maioral o poder subiu-lhe demais a cabeça, você nem sequer fala comigo como marido e sim como um rei dando uma ordem a um de seus servos, duvido que você trate a suas amantes dessa forma.

-Hera não me subestime,só porque eu sou seu marido, não que dizer que eu não tenho coragem de te castigar.

-não me subestime você! Saia do meu quarto -gritou a deusa-Agora!

O deus do céu sentiu um onda de raiva o invadir, porém voltará a si novamente e sem dizer mais nada saiu do quarto.

-você acha que pode brincar comigo dessa forma, mais está muito enganado senhor do olimpo-murmurou Hera- estou farta de ser traída , eu vou embora de uma vez desse lugar, cansei de ser uma dos poucos que se importa com essa família. 

A deusa do casamento pegou uma mala que estava embaixo da cama e jogou roupas e joias dentro do objeto, em seguida pegou uma bolsa menor e colocou alguns sapatos dentro.

-Adeus monte Olimpo, Adeus minha família, Adeus traidor miserável no qual chamo de marido- e então desapareceu em uma nuvem de fumaça.

##############################

Uma bela mulher de cabelo cacheado e olhos castanhos escuros, andava pensativa em uma das movimentadas ruas de New York, a mesma se distraíra por um breve minuto e terminou esbarrando em uma figura conhecida:

-oh me desculp....Hera!-disse Anfitrite- o que você faz aqui?

-eu ia te perguntar a mesma coisa-respondeu a deusa do casamento.

-bem eu ...eu larguei o Poseidon, eu me cansei de todas as traições dele-disse Anfitrite cabisbaixa.

-então estamos no mesmo barco.-disse Hera.

-ãh???não me diga que...

-sim eu finalmente larguei Zeus.

-nossa eu achei que isso nunca aconteceria.

-eu também não consigo acreditar!

-então vamos tomar um sorvete e comemorar.-disse Anfitrite sorrindo.

-comemorar o que?

- o fim de nosso casamento, e o começo das nossas vidas como solteiras.-disse Anfitrite.

- como dizem os humanos...#partiu.

As duas deusas foram até um sorveteria e lá encontraram a rainha do submundo se empanturrando de sorvete:

-eu só queria que ele me amasse-disse Perséfone chorando e engolindo outra colherada de sorvete.

-Perséfone!!-disseram Hera e Anfitrite ainda incrédulas com o que estavam vendo.

-Hera?Trite? O que fazem aqui-disse a mesma engolindo outra porção de sorvete.

-creio que nós é que deveríamos perguntar isso. O que você está fazendo nessas condições Sese?!-falou Hera tomando o pote de sorvete de Perséfone.

-ei me devolva isso, o sorvete é tudo o que eu tenho de bom na minha vida agora!-disse a deusa tentando fracassadamente tomar o pote de Hera,porém a deusa do casamento mais rápida e desvia o objetos antes que Perséfone o pegasse.

- Perséfone, nós só queremos te ajudar,pode nos contar o que aconteceu para você estar assim.- pediu Anfitrite.

-sim mais só se Hera me devolver o meu sorvete-respondeu a ex-rainha do mundo dos mortos.

Hera entregou o pote para a mesma e Perséfone começou a contar a historia enquanto terminava o décimo pote de sorvete.

Historia on.

eu estava andando alegre pelos corredores do palácio, hoje era para ter sido um dos dias mais feliz da minha vida, eu e Hades tínhamos planejado um dia inteiro só para nós dois, eu estava indo ao encontro do meu marido e quando me aproximei da sala do trono consegui escutar a conversa dele com Tanatos:

- senhor quando pretende contar isto para Perséfone?-perguntou Tanatos

-está louco Tanatos! Se Perséfone descobrir ela irá surtar-respondeu Hades bebendo o conteúdo da taça que tinha em mãos em um só gole, o mesmo estendeu o objeto e um fantasma apareceu e encheu a taça novamente.

-Mais será pior ainda se ela descobrir por si mesma, o senhor sabe que nunca acaba bem-disse Tanatos, Hades deu um longo suspiro e disse:

-está bem, eu contarei para Perséfone sobre o meu novo filho assim que eu a encontrar.

Eu não acreditei no que tinha escutado, Hades havia me traído novamente, e logo entendi que o verdadeiro motivo dele tirar um folga para ter um dia romântico comigo, era para que eu não surtasse, e não tentasse matar a nova amante vadia dele. Depois disso eu fui para meu quarto e no meio do caminho terminei descobrindo que a amante dele era uma "amiga" minha, eu continuei meu caminho até o meu aposento e causei alguns "pequenos" problemas para quem cruzava o meu caminho. Ao chegar no meu quarto eu decidi abandonar Hades, arrumei a minha mala e vim para o mundo humano, então eu encontrei essa sorveteria e

comecei a tomar sorvete e me lamentar. 

Historia off.

-ora Perséfone você é melhor do que isso-disse Hera apontando para a deusa da primavera que estava em condições precárias, o cabelo da deusa estava completamente bagunçado e em algumas regiões haviam mechas sujas de sorvete, a roupa da deusa da primavera também não ajudava muito sua aparência, ela usava um camiseta larga e comprida que também estava suja de sorvete e uma calça preta rasgada, a deusa que há pouco tempo era uma mulher elegante agora parecia uma mendiga qualquer.

-a Hera tem razão levante-se e mostre que você não precisa dele, você pode não ser mais uma rainha mais ainda é a bela deusa da primavera- disse Anfitrite.

Perséfone sorriu e se levantou da cadeira, colocou o pote de sorvete sobre a mesa e estalou os dedos mudando completamente o visual de mendiga para o de uma atriz ou cantora famosa:

-você tem razão Trite eu não preciso dele, a partir de agora eu vou ser solteira por toda a eternidade e vou aproveitar a vida ao máximo-disse Perséfone

-é assim que se fala-disse Hera

-ok mas... O que fazemos agora?-perguntou a ex-rainha do submundo.

-eu tenho um apartamento perto daqui podíamos ficar lá-respondeu Hera

-eu também ele fica em um bairro planejado-disse Anfitrite

-eu acho que sei qual é, eu também tenho uma casa lá-lembrou-se Perséfone

-eu acho que sei de que bairro vocês estão falando, eu tenho uma mansão lá-disse Hera

-ora Hera, em que lugar você não tem uma mansão?-ironizou Perséfone

-eu acho que eu ainda não tenho no Alasca, afinal lá...-a deus do casamento é interrompida por Perséfone:

-eu estava sendo irônica

-ata.

-vamos para o bairro?-Perguntou Anfitrite

-sim-responderam Hera e Perséfone em uníssono 

As três estalaram os dedos e desapareceram em uma nuvem de fumaça.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...