História De hoje em Diante - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls, Star vs. as Forças do Mal
Personagens Dipper Pines, Mabel Pines, Marco Diaz, Star Borboleta
Tags Jantom, Mipper, Starco
Visualizações 117
Palavras 4.321
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ketlyn: CHONG MAJEUN GEOSCHEOREOM
BANG BANG BANG!

Autora: Da kkomjjak mara da kkomjjak ma!
Da kkomjjak mara da kkomjjak ma!

Ketlyn: *Aumentando o volume da caixa de som quase explodindo os tímpanos de todos* HORA DO SHOW, PORRA!

Autora: Abaixa esse volume, sua louca!

Ketlyn: BigBang é T.O.P! (Autora: Desculpa! ksoaoskosak)

*Aumentou mais o volume fazendo o estúdio explodir*

X

A

B

L

A

U




FIM




Olá bolinhos! c:
Eu cheguei para iluminar o dia de vocês!!
DESCULPEM PELA DEMORA DE QUASE UM MÊS! ( E desculpem pelo caps lock, eu me exaltei um pouco. )

Acabou as férias e eu tô escrevendo essas bagaça antes das férias começarem
Pois é, demorei tudo isso! Foi mal, bloqueio de criatividade! :c

BYE BABIES! :3

(Coloquei a Lisa do BlackPink como aparência da Jackie por que eu achei igualzinha!)

Capítulo 34 - Nightmare


Fanfic / Fanfiction De hoje em Diante - Capítulo 34 - Nightmare

Jackie

Havia acabado que abrir os olhos e, logo que que olhei pra cima, percebi que estava em um lugar completamente estranho. Me levantei e olhei ao redor; não tinha ninguém, apenas eu.

"Tem alguém aí?!" - Gritei, mas não obtive resposta.

Olhei para baixo e vi que estava em cima de um prédio alto. Dei um passo para trás, com medo. As pessoas estavam jogadas na rua, provavelmente mortas. O céu azul começou as escurecer... Desci as escadas do prédio, foi quando ouvi passos e me escondi atrás de um balcão.

"Jackie... Não se esconda!" -  Alguém dizia no fundo - 

Como ele sabia meu nome? Tampei minha boca e parei até de respirar, para não fazer barulho. Estava soando frio; será que esse cara foi quem matou todas aquelas pessoas?

"J-Jackie, me ajuda, por favor..."

Reconheci aquela voz e comecei a chorar

"Ferguson... Fica calmo!" - Marco disse tampando a boca dele e logo depois foi interrompido

"Então vocês estão aí!" -  Riu sarcástico - Agora vocês não podem fugir!

Marco e eu corremos rapidamente, mas paramos quando ouvimos um estrondo ... Aquele cara havia batido no Ferguson

"Você... Você não vai!" -  Gritou o batendo mais

Estava completamente assustada. Sentia frieza em sua voz, fiquei com medo de seus gritos. Me virei para tentar impedir dele fazer qualquer coisa com Ferguson, mas seguraram meu pulso

"Está doida?! Você vai morrer!" -  Ele falou baixo -

"Pelo menos eu morro por ele!" - Respondi, entrando - 

Quando entrei, fiquei em choque... O rapaz assustador pegou uma faca... e matava Ferguson, em minha frente. Tampei meu rosto e deixei várias lágrimas caírem e gritei com todas minhas forças

"FERGUSON!!"

"Ele se foi, garotinha..." - Me olhou, com rosto de psicopata - "E você será a próxima se não me obedecer!"

Me ajoelhei na frente dele e chorando mais

"Tenha piedade!" - Implorei - 

"Hm..." - Ficou pensativo e colocou seu dedo no queixo - "Talvez posso te salvar se me der o reino de Mewni!"

"Mewni? Que Mewni?" - Perguntei, estranhando -

"Não se faça de ingênua, garota!" - Apontou a faca pra mim - "Ou pode terminar como seu namorado."

"E-eu juro que não sei do que está falando!" - Respondi ainda chorando e ele fechou a cara - 

Ele estava se aproximando de mim e eu me afastava. Ele iria me matar... Então fechei os olhos.

 

....

 

Eu não senti nada!

Abri os olhos e vi que estava no mesmo lugar do começo. Me assustei e pulei

"Jackie." - Me virei para ver quem era e vi Star -

"Star!" -  A abracei forte, mas ela me empurrou. Estranhei sua atitude e a olhei, triste - 

"Você entregou Mewni inteira para um estranho e ainda quer minha amizade?!" - Ela chorava - 

"Mewni? Eu não entreguei nada para ninguém!" 

"Pare de mentir!!" - Secou as lágrimas - "Eu confiei em você... mas todos viram que você não é confiável!!"

"Como assim... Todos?"

"Ferguson, Alfonzo e Dipper morreram por que você deixou... Mabel e Nicolly estão trancadas em uma masmorra até hoje... E o resto, viraram servos do 'novo rei de Mewni', apenas eu consegui escapar."

"Eu não entendi. O que quis dizer com 'até hoje'?"

"Você passou sete anos desacordadas pelo golpe que o Bill te deu." -  Respondeu com frieza -

"Bill..." -  Raciocinei - "Aquele cara era o Bill!"

"Isso mesmo! Você deu Mewni para ele, Ludo e Toffee!"

"Não... Meu pai não poderia me enganar desse jeito!"

"Pois ele fez. Você foi muito tola!" - Disse com raiva - 

"Por favor, me de um tempo para pensar..." -  Coloquei a mão em minha cabeça -

"Tudo está um caos e você ainda quer um tempo para pensar?! - Gritou - "Foi tudo sua culpa!" - Deu ênfase no 'sua'

"EU SÓ QUERO SAIR DAQUI!" - Surtei - 

"Pode ir! E não volte nunca mais!!" -  Rebateu - 

Dei alguns passos para trás para me afastar dela até que caí em um buraco

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!

Star: AI MEU JESUS CRISTO! - Pulou do sofá - 

Eu: Foi só um sonho! - Respirei fundo com alívio - 

Star: Você quase me matou do coração, mulher! - Colocou a mão no peito - 

Eu: Desculpa! - Dei um sorriso bobo, agora tranquila por aquilo ter sido apenas um sonho - 

Star: Por quê gritou?

Eu: Eu tive um pesadelo...Um pesadelo horrível. - Agora havia ficado triste em lembrar (Autora: Bipolaridade detectada )

Star: Não se preocupa, amiga, foi só um sonho! -  Sorriu - 

Assenti e levantei do sofá, logo olhando para o relógio

10:23; acordei tarde!

Fui para a cozinha e me sentei em uma das banquetas, já tomando o café que Mabel tinha feito.

Eu: Bom dia!

Mabel: Bom dia? Quase boa tarde! - Riu - Você e o Ferguson são dois preguiçosos, ele também não acordou!

Eu: Então vou acordar ele!

Dipper: Só te desejo boa sorte, por que é bem difícil de acordar ele!

Eu: Mas não é impossível! - Disse terminando o café, piscando para ele e saindo - 

Me direcionei ao colchão onde Ferguson estava e me ajoelhei ao seu lado. Já citei que ele é lindo até dormindo? Quando eu o olhei direito, lembrei do sonho e comecei a lacrimejar. Deitei ao seu lado, ficando de frente para ele e o abracei

Eu: Sou tão feliz em te ter... - Falei baixo, acariciando seu rosto - Não sei o que faria se te perdesse... Provavelmente perderia a noção! Você é muito importante, Ferguson, não sabe o quanto... - Afundei meu rosto em seu pescoço e o abraçando mais forte -

Senti ele colocando seus braços em volta de minha cintura e as apertando, meu fazendo corar

Ferguson: Eu te amo. - Falou em meu ouvido ainda com os olhos fechados, fazendo-me arrepiar -

Sorri, me aproximando mais dele

Eu: Eu também te amo.

Ele deu um beijo em minha bochecha e eu fiz o mesmo nele

Janna: A Jackie estava com muita saudade sua, Ferg! - Falou encostada na parede - Esse tempo que você esteve lá em Gravity Falls fez ela surtar! (Autora: Oi gente, eu esqueci de dizer que o Ferguson estava em Gravity Falls por que a outra parte da família dele mora lá, aí ele foi visitar eles, tendeu? Continuando...)

Ferguson: Eu também estava morrendo de saudade dela! -  Me apertou mais - Não posso ficar sem ela!

Eu: Ferguson... Você tá me deixando envergonhada! - Tampei o rosto - 

Ferguson: Não precisa ficar envergonhada! - Riu tirando minhas mãos que estavam sobre meu rosto - 

Mostrei a língua pra ele e me levantei

Eu: Agora levanta se não vou te tirar daí na chinelada!

Ferguson: É bipolar, viu?

Autora: Também acho!

Eu: VAZA AUTORA! - Abri um portal com uma tesoura dimensional que apareceu do nada e a joguei -

Janna: Onde você jogou ela?

Eu: Não sei! - Dei de ombros - Vou no quarto pegar minha mochila!

Assentiram e subi as escadas, já chegando no quarto. Abri a porta e levei um susto; um portal vermelho estava aberto, provavelmente alguém usou a tesoura e esqueceu de fechar o portal. Dei um passo para frente e senti um vento forte percorrer pelo quarto, tentei fechar a janela, mas não deu muito certo. Acabei caindo no chão e, quando abri os olhos, pude ver uma carta em cima de mim...

Para Jackie Lynn Thomas

Se você é a Jackie, não ignore esta carta, tenho algo muito importante a falar. Sei que você teve um pesadelo e que ficou assustada... Ficará mais assustada quando saber que isso vai acontecer no futuro. MAS se você e seus amigos vierem no topo do Monte Nebuloso em Mewni e me encontrarem antes do PÔR DO SOL, por uma exceção mudarei o futuro de todos vocês e do universo. Uma prova de que isso não é um trote é por que você não contou seu pesadelo a ninguém e sim, fui eu que deixei o portal aberto e fui eu que fiz todo esse vento para a carta cair em suas mãos. Até mais, lembre-se que você tem apenas UMA chance!

 

                                                                                                                                                                                                               ~ ???

[...]

 

Quem era ele? Com certeza não é o Bill, ele seria mais assustador... Isso era verdade, não contei meu sonho a ninguém. Desci as escadas rapidamente e gritei

Eu: ME AJUDEM!!

Ferguson: AI MEU DEUS!! Se machucou, caiu, MORREU?!

Eu: Quê? Não! É algo mais sério... - Respirei fundo - 

Star: O que é tão importante?

Eu: Star, lembra do tal 'pesadelo' que eu tive?

Star: Sim, você acordou soada.

Eu: Eu tenho que contar pra vocês para resolvermos isso logo!

...

Contei meu sonho em mínimos detalhes e todos escutaram. Eles ficaram surpresos e com medo, do mesmo jeito que eu fiquei.

Nicolly: Que horror! - Tremeu - 

Marco: Credo! QUEIMA!

Star: Bultaoreune!

As armys olharam para ela

Unicat: Não brinca de BTS num momento desses!

Ela sussurrou um "desculpa" e continuei

Eu: Então quando eu fui para o quarto do Marco, tinha um portal aberto e foi quando recebi essa carta! - Mostrei a carta e Pedro puxou-a de minhas mãos, lendo - 

Pedro: Isso é bem sério!

Eu: Pois é, por isso preciso da ajuda de vocês, não posso fazer isso sozinha.

Pedro: Quem quer ajudar?

Todos levantaram a mão, o que me fez sorrir. Tenho ótimos amigos e posso sempre confiar neles...

 

                                                                               ~~~~~~~~~~~~~~

 

Narradora on

 

Star: Finalmente chegamos nesse monte! - Disse com as mãos no joelho por conta do cansaço -

Marco: Mas ainda temos que subir tudo isso! - Apontou para cima, mostrando o tamanho do monte - 

Star: Aish... - Falou com tédio - Eu não vou aguentar subir tudo isso!

Janna: Subir esse monte antes do pôr do sol ou ter um futuro torturador; qual prefere?

Star: Tá, me convenceu! - Revirou os olhos -  Mas por quê não podemos usar magia?! - Tirou uma varinha da mochila - 

Mabel: Você trouxe essa varinha! - Puxou da mão da prima - Melhor guardar, só devemos usar em uma ocasião importante!

Star: E qual ocasião?

Mabel: Sei lá... Vai que algum monstro nos ataca?

Star: Pode ser. -  Guardou a varinha na mochila - 

Jackie: Bem... Agora temos que subir. Prontos?

Todos assentiram e começaram a caminhada. Star pegou seu celular e na trilha, pôs sua música favorita para tocar e então cantou e dançou o refrão

 

I hear the secrets that you keep
When you're talkin' in your sleep


I hear the secrets that you keep, keep, keep
When you're talk-, talkin', talkin'

 

Marco: O que está escutando?

Star: The Weeknd. - respondeu dando um sorriso fraco em seguida - Adoro as músicas dele!

Marco: Não escuto muito as músicas dele, prefiro outros tipos... - Abaixou a cabeça, com um semblante triste - 

Star: Por que está com essa cara?

Marco: Que cara?

Star: Parece meio triste...

Marco: Impressão sua. - Parou de andar e chutou uma pedra que estava em seu caminho - 

Star: Eu te conheço, Marco Ubaldo Diaz!

Marco: Não gosto que me chama pelo nome inteiro!

Star: Ai que menino estressado! - Debochou - Vai, me conta o que houve.

Ele levantou a cabeça e a encarou por um tempo

Marco: Aconteceu uma coisa essa semana que... me deixou completamente triste.

Star: Pode contar. Confia em mim, não é? - Perguntou e o mais velho assentiu com a cabeça -

Marco: O-o meu... - Soluçava tentando segurar o choro - O meu melhor amigo... Ele morreu...

Star: Que horror! - Arregalou os olhos com a notícia - Que amigo?

Marco: Um antigo amigo de infância meu e do Dipper... - Deixou as lagrimas caírem - Ele se mudou para Gravity Falls a um tempo e ele levou um tiro de um... um inimigo da família dele!

Star estava sem reação; era a primeira vez que ela via Marco chorando desse jeito. Ele estava ajoelhado olhando para o chão, desabando em lágrimas. Como uma boa namorada, Star se agachou com ele e levantou sua cabeça, o olhando no fundo dos olhos

Star: Eu não sei quem era seu amigo, mas sei que ele foi alguém muito importante para você e... - Se segurou para não chorar junto com ele - Sei que ele está em outro lugar mas ele está bem agora.

Marco: Eu não vou conseguir superar tão rápido... - Respirou fundo e limpou suas lágrimas - Mas eu consigo.

Star: Isso. Você tem que ficar calmo... Não consigo te ver chorando! Vou fazer de tudo para te alegrar, tudo bem?

Marco: Obrigada por sempre estar comigo - Sorriu sem mostrar os dentes - 

Star: Esse é apenas o meu dever! 

Nicolly: Desculpe atrapalhar o momento mas... Que tal se vocês subirem? - Falou bem a frente deles - 

Star: Ah! - Levantou junto a Marco - Mas estou tão cansada! - Fez bico - 

Marco: Vou resolver esse problema!

Star: Ah, é? E como?

Em um passo rápido, a pegou no colo

Star: Marco, me solta! - Se debateu - 

Marco: Se reclamar, vai caminhar!

Star: Tudo bem então... - Cruzou os braços - 

E assim foi carregada por uma parte da caminhada. Na primeira vez não gostou, mas depois se acostumou e quis ficar mais tempo próxima dele

Marco: Agora desce!

Star: Ah, não!

Marco: Agora que ficar?

Star: Pois é. - Sorriu largo - É que seu cheiro é tão bom...

Marco: B-bem...

Star: Não fica envergonhado, bobão! - Deu um soco de leve - 

Marco: Ai!

Star: Desculpa!

Marco: Você é mais pesada do que eu pensava! Pode descer?

Star: Não!

Marco: Sem birra!

Mostrou a língua e desceu devagar

Star: Satisfeito?!

Marco: Obrigado!

Star: Afe, por que tenho que caminhar?!

Marco: ...Por que você tem pernas!

Star: Nossa, magoei!

                                                                                          ----

Mabel: Eu não acredito numa coisa dessas! - Gritou - Como você deixou toda nossa água escapar?!

Dipper: Eu 'tava caminhando e bebendo água, só que tropecei... E deixei toda a água da garrafa cair!

Mabel: Você é muito burro, Dipper!

Dipper: Mas eu tava com cede, tinha o direito de beber água.

Mabel: Mas não tinha direito de gastar toda ela, sua anta!

Dipper: Pra que falar assim de mim?

Mabel: Por que é a verdade!

Nicolly: Não faz isso com o menino, ele é sensível! - Acariciou os cabelos dele, como se estivesse fazendo carinho em um cachorrinho - Eu tenho mais três garrafas de água na mochila, vocês não vão morrer de cede.

Mabel: Pelo menos alguém aqui não é uma anta!

Dipper: Isso é bullying, tá?

Mabel: Só verdades digo.

Janna: Never Ever, Ever gonna let you go!

Unicat: Dasi neoreul tteonaji ana geokjeonghajima, baby you’re mine mine mine!

Nicolly: Chegou as iGot7!

Janna: Não somos só armys!

Star: Vocês também são iGot7?! - Perguntou pulando de alegria - Qual o bias de vocês?

Janna: BamBam!

Unicat: Yugyeom!

Star: O meu bias é o neném do Youngjae!

Jackie: Desculpe atrapalhar a conversa de vocês mas... VOCÊS QUEREM CONVERSAR SOBRE GOT7 NUM MOMENTO DESSES?!

Star: Quanta grosseria! - Emburrou - 

Jackie: Nós temos que chegar lá até às 17:30! 

Janna: E que horas são?

Star: A mesma de ontem! - Riu, fazendo as outras a olhando com cara de tédio - Desculpem...

Jackie: 14:23.

Everybody: Eita

Mabel: Anda rápido! - Correu - 

Wendy: Me espera!

Janna: Tu só apareceu agora?

Wendy: Sim amore!

Janna: Vocês ficam brotando do nada aí, e hein!

Wendy: Se eu quiser eu broto até no quinto dos inferno!

Janna: O sangue de Jesus tem poder!

Mabel: Parem de conversar em venham logo, suas lerdas!

Janna: Tá pistola hoje, viu?

Mabel: Foda-se!

Janna: Ai! Essa doeu no fundo do coração! - Rastejou, fingindo levar um tiro - 

 

                                                                            {Quebra de tempo}

 

Nicolly: Eu 'tô morrendo! - Falou ofegante, bebendo um gole de água em seguida - Quando vamos chegar nessa desgraça?!

Marco: Do nada ficou agressiva? Não é a Sun que eu conheço...

Nicolly: Ora meu querido, graças a Deus você nunca me viu estressada!

Marco: Por quê "Graças a Deus"?

Nicolly: Sabe... Eu meteria a porrada em todos!

Marco: Eita

Mabel: Hahahaha! Olha a cara dele!

Nicolly: É sério. - Olhou com uma expressão séria para a amiga, que fez a mesma arrepiar - BRINCADEIRAAA!

Mabel: Afe! - Revirou os olhos e continuou a caminhada - 

Star: Gente... - Falou um pouco assustada - Segundo me GPS, essa é a parte mais sombria do monte...

Jackie: Sombria? - Tremeu - 

Mabel: Nós somos as Butterfly Pines! Ninguém e muito menos as sombras vão temer perante a nós! - Fez uma pose -

Nicolly: OLHA A COBRA!!

Todas olharam para o chão e não fizeram nada, exceto Mabel que pulou, fazendo ela cair em uma lagoa que tinha ao lado

Nicolly: É MENTIRAAA!

Mabel: Ô CARALHO! NÃO ME ASSUSTA ASSIM, PORRA!

Nicolly: Quanto palavrão!

Mabel: Tu disse que tinha uma cobra aqui e ainda queria que eu não me assustasse?!

Nicolly: Aish, só estava no clima de festa junina...

Mabel: Nem estamos em junho, criatura!

Nicolly: É mesmo, né? - Riu - 

Janna: Gente, venham aqui! - Disse boquiaberta -

Star: O que foi?

Janna: É impressão minha ou aquilo é um monstro?! - Tremeu - 

Star: Não tô vendo ninguém aqui Janna, é só impressão mesmo!

Janna: Eu tinha certeza que tinha o visto...

Wendy: Eu tô vendo! Ele está ali atrás daquela árvore! - Apontou - 

Todos olharam em direção a árvore, mas logo passou um vulto

Star: Ele fugiu...

Marco: Corram! - Segurou no pulso de Star e correu para longe, os outros fizeram o mesmo - 

Nicolly: Ele... Já foi... embora. - Falou pausadamente com falta de ar depois de correr - 

Jackie: Pessoal, parece que chegamos ao nosso destino! - Sorriu apontando para uma caverna que estava no topo do monte, que estava próximo deles -

Mabel: AMÉM! - Se ajoelhou -

Nicolly: Quanto exagero...

Mabel: Se eu sou exagerada isso é problema meu, amor!

Janna: Mais um soldado ferido.

Nicolly: Quer saber? Vai tomar... Ai, vocês sabem! Eu não falo palavrão!

Janna: "Vai tomar Nescau"! Foi isso que ela quis dizer.

Mabel: Só que não tem Nescau!

Nicolly: Então vai tomar água!

Mabel: Acabou a água graças o lesado que eu chamo de namorado!

Dipper: Wow, não fala de mim pelas costas!

Mabel: Então mostra a cara pra eu falar nela.

Dipper: 'Cês' num sabem brincar, não! - Saiu - 

Nicolly: Então toma...

Janna: ...Então toma no Afonso! (Fãs do Felipe Neto irão entender :v)

Mabel: Nossa, magoei!

Jackie: Parem de discutir e entrem logo! - Resmungou e elas entraram na caverna - 

Star: Olá! - Gritou - Tem alguém aí?

???: Sim... Eu!

Star e Mabel arregalaram os olhos o vendo

Star/Mabel: Omnitraxus?!

Omnitraxus: Eu mesmo, Omnitraxus Primes, o espaço-tempo!

Star: Por que nos chamou pra cá?

Omnitraxus: Bem... Eu acompanhei muito vocês depois de Star e Mabel irem me visitar para resolver um problema no tempo... já que o Pai do Tempo não resolve essas coisas direito. - Sussurrou a última parte - E percebi que o destino de vocês estão piores do que no começo... Por isso decidi ajudar vocês.

Jackie: E qual é a "exceção"? - Fez aspas com os dedos - 

Omnitraxus: Vocês terão que derrotar Toffee, Bill e Ludo. Eles são os maiores problemas no multi-universo.

Jackie: Nós já derrotamos eles! - Riu sarcástica - Foi muito fácil!

Omnitraxus: Não pense que eles sumiram. - Disse sério - Eles conseguiram escapar daquela dimensão deserta e já destruíram muitas dimensões, a próxima pode ser o planeta Terra e depois, Mewni.

Star: Mewni... - Falou pensativa - Minha avó disse muito sobre Mewni... Também disse várias besteiras como "Você é de lá", "O Loffe ainda está vivo"... Acho que ela era doida!

Omnitraxus: Isso é a verdade.

Star: Oi?!

Omnitraxus: Eu outra versão sua, você é a princesa do reino de Mewni e se muda para a Terra, onde você conhece Mabel, Marco, Dipper e o resto de seus amigos. E Loffe... Ele era uma "cópia" do Toffee que o ajudava com os serviços.

Star: Então tudo fazia sentido... Então Loffe e Toffee estão vivos?

Omnitraxus: Sim... Toffee até usou dois jovens para sequestrar uma garota com poderes para ser uma 'cúmplice' dele mesmo sem ela querer.

Marco: Eu tô boiando... Como o Toffee conseguiu escapar de lá?!

Omnitraxus: Bill depois de meses conseguiu recuperar a força de seus poderes. Ludo roubou várias armas para usá-las contra os guardas do castelo e Toffee... Toffee preparou uma poção para ganhar poderes e, com os três juntos, explodiram o castelo e roubaram a tesoura dimensional do rei, indo para outras dimensões.

Janna: Fodeu com tudo, hein? Vou sair daqui, 'tô com medo!

Unicat: Eu também 'tô! Partiu rolê?

Mabel: ROLÊ O CARALHO!

Omnitraxus: Ei, sem palavrões!

Mabel: Desculpa...

Jackie: Nós faremos isso, não precisa nem nos mandar!

Omnitraxus: Só saibam que não vai ser fácil!

Janna: Eu sei que conseguem, elas são tipo as Winx!

Jackie: Quê? Nada haver!

Unicat: Winx

Wendy: Quando damos nossas mãos

Janna: Nos tornamos poderosas

Mabel: Por que juntas somos 

Unicat/Wendy/Janna/Mabel: I-N-V-E-N-C-Í-V-E-I-S!

Star: Levem a sério, desgraça!

Unicat/Wendy/Janna/Mabel: Foi mal!

Jackie: Não iremos te decepcionar... Em pouco tempo terei a certeza de que eles não estarão mas aqui!

Omnitraxus: Muito obrigado! Como agradecimento, darei algumas armas para vocês usarem na luta. - Levantou a mão fazendo armas de luta caírem sobre eles - 

Mabel: Pensei que só a autora tinha esse poder!

Autora: Eu dividi com ele rs

Omnitraxus: Graças a Deus ela deu poder pra mim, e não pro Toffee. Amém!

Jackie: Obrigada. Bom, já vamos indo. Até mais!

Omnitraxus: Até mais, JLT!

Jackie: JLT?

Omnitraxus: Jackie Lynn Thomas. É seu nome, não é?

Jackie: Ah, sim! - Riu - Você é um verdadeiro adivinha!

Omnitraxus: Sei de muitas coisas!

Jackie: Engraçado você! - Sorriu - Até um outro dia! - Se virou e saiu - (Tirando do meme de "Um pistoleiro chamado Papaco" :D)

Todos saíram da caverna depois de se despedir de Omnitraxus.

Nicolly: Sério que vamos ter que descer tudo isso?!

Star: Não! - Pegou sua mochila - Vamos usar MÁGIA! - Colocou sua varinha no ar - 

Marco: O que vai fazer?

Star: Uma mágica para voltarmos para casa! - Respondeu tirando o gigante livro de feitiços da mochila - Vamos ver... - Folheou o livro - Hm... Amostratus vamurato! - Disse balançando a varinha, que soltou o feitiço - 

Jackie: Voltamos mesmo pra casa!

Star: Eu sou demais! - Se gabou, jogando os cabelos para o lado - 

Rafael: Oh, vocês chegaram! - Falou com alívio - Onde estavam para saírem sem avisar?

Marco: Nós estávamos resolvendo um problema... Mas eu deixei um bilhete na geladeira.

Rafael: Tudo bem, o importante é que agora estão aqui! - Sorriu - Eu pensei... Que tal fazermos uma sessão de filmes? - Perguntou animado - 

Todos: EBAAAAA!

                                                                          >>>>>>>>>♥<<<<<<<<<

Era final de tarde, todos haviam ido embora, ficaram apenas Star, Mabel, Marco, Dipper, Sun e Pedro. Apenas 'Starco' estava na sala, assistindo o último filme da maratona.

Star: Marco. - Cochichou -

Marco: O que foi?

Star: Posso... deitar do seu lado? - Perguntou um pouco vermelha - 

Marco: Claro.

Ela deitou de costas ao seu lado e se calou

Marco: Está tímida? - Cochichou de volta - 

Star: N-não... - Fingiu se concentrar ao filme - 

Marco: Não finja que não me escuta. - Beijou seu pescoço, deixando ela mais vermelha - 

Star: MARCO! - Falou mais alto, escondendo seu rosto no travesseiro - 

Marco: Tão inocente... - Riu - 

Star: Não me provoque, Marco Ubaldo Diaz!

Marco: Quando vai parar de me chamar pelo nome inteiro?

Star: Quando parar de me provocar!

Marco: Então vai ter que me chamar pelo nome inteiro pelo resto da vida, Star Butterfly Pines.

Star: Agh...

Marco: E pensando bem... Que no futuro você terá o sobrenome 'Diaz' e...

Foi interrompido por um beijo; um beijo caloroso que eles nunca tiveram antes. Ele sentia até outro gosto, seus lábios agora eram mais doces e sensíveis, sentia um arrepio ao senti-la. 

Star: Agora vamos assistir esse filme! - Corou e se virou - 

Marco: Tudo bem... - Ficou quieto, com um sorriso bobo no rosto - 

Amava ela demais.

Enquanto assistiam o filme, viram Sr.Diaz saindo de casa

Marco: Pai, onde a mãe foi?

Rafael: Ela tinha me dito que tinha que ir para igreja pra se confessar... 

Marco: Ah... Tudo bem, então. E você, vai pra onde?

Rafael: Vou atrás dela, já está tarde e até agora ela não voltou! Estou preocupado... - Disse e saiu - 

Enquanto isso, na igreja...

Padre: O que houve, irmã? Está tão triste.

Angie: Vim me confessar, padre... confessar algo que queria a muitos anos!

Padre: Fique a vontade.

Angie: Obrigada...

Padre: Diga o motivo de toda esta angústia.

Angie: Eu tenho dois filhos gêmeos com 16 anos... Na época fiquei feliz, não foi fácil cuidar deles, mas foi algo muito bom para mim. Foi quando dois anos depois, descobri que estava grávida... - Começou a chorar - 

Padre: Continue.

Angie: A situação de minha família era muito precária, só tínhamos dinheiro para cuidar dos gêmeos. Nunca pensei em abortar, pois isso seria horrível... meses se passaram e ela nasceu; era uma menina, uma menina muito linda. Eu queria muito cuidar dela e vê-la crescer, padre... mas não pude. - Limpou os lágrimas - Eu abandonei ela na frente de uma casa, mas depois quando voltei algumas horas depois, vi que o bebê não estava mais lá, foi quando percebi que não iria a ver nunca mais... 

Padre:  Minha filha... Isso foi muito errado...

Angie: Eu sei, padre... Mas eu acho que achei minha filha! - Chorou, mas suas lágrimas agora eram de emoção - 

Padre: Que bom! - Sorriu sincero - Qual o nome dela?

Angie: O nome dela... É Nicolly! - Sorriu - 

 

 

...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Oiie!

Cheguei aqui só avisando que nossa querida @Dashdias_redy teve a brilhante ideia de nós fazermos o grupo da fanfic!
Comentem o que acham dessa ideia, bbs :3

Panfletando músicas T.O.P (Desculpa gnt, tive que fazer essa piada de novo)

NCT U - The 7th sense
NCT 127 - Fire Truck
GOT7 - Never ever (Música do capítulo! :v)
EXO - Ko ko bop
EXO - Lucky one
BTS - Save Me (Claro né, imagina uma playlist sem Save Me?)
BTS - Run
BTS - Young Forever
Ariana Grande - Everyday (Ariana rainha '3')
Ariana Grande - Side to Side
The Weeknd - The Hills (Viciem em The Weeknd como eu viciei!)
The Weeknd - Secrets (Mais uma música do capítulo)

E mais uma... Imagina uma playlist sem ela?

...

Já sabem quem é?

...

Pensa mais um pouco

...

Isso mesmo, Melanie Martinez, porra!

TODAS AS MÚSICAS DELA PRA PLAYLIST!


X

A

B

L

A

U







FIM!!
Midira.

Para bolinhos que quiserem manter contato com minha pessoa ♥

Meu Twitter: https://twitter.com/MYamagushi


FALOU


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...