História De mãozinhas dadas ao caminho do amor - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Personagens Originais
Tags Baekyeol, Chanbaek, Chanbaek! Kid, Exo, Exo Kid, Fluffy, Kaisoo
Visualizações 690
Palavras 1.652
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Uma é pouco da manhã é aqui estou eu, bom gente, aqui está o especial, fiquei até ansiosa pra postar que até esqueci de fazer o banner do capitulo, então faço quando amanhecer, espero que gostem.

Aqui no capítulo eles estam na faixa dos 17 anos, eu dei um pouco mais atenção KaiSoo aqui tá.

E também vou deixar o Link da OneShot que eu poste hoje, quase agora ta, espero qie dêem amor a ela, eu aproveitei que estou na vibe de escrever coisas fofas e infantil e escrevi uma fluffly que estava guardada.

Boa leitura?

Capítulo 13 - Chapter 13 (Special)


♡De mãozinhas dadas ao caminho do amor♡



♡Especial ChanBaek e KaiSoo♡



Kyungsoo corria entre os corredores largos da escola, ele olhava cada canto com atenção, desviava de vários alunos que estavam em sua frente, corria mais que suas pernas curtas deixava.


-Ei vocês ai! - Kyungsoo gritou, assustando Baekhyun e Chanyeol que estava sentados em uma mesa no fundo do refeitório do colégio. 


-Ninguém é surdo Kyungsoo - Baekhyun falou revirando os olhos.


Kyungsoo olhou para o amigo baixinho que ficou até com medo do olhar assassino que foi lhe lançado. 


-Quieto Byun, e onde você estava que eu procurei você a escola inteira em ? - Perguntou Kyung.


-E-eu estava no banheiro - Falou Byun meio nervoso.


-No banheiro é , sei...No banheiro com o Chanyeol né, vocês deveriam está se pegando isso sim -Acusou Kyungsoo e Baekhyin corou.


-Não fala assim Soo, nós só estava dando uns beijinhos. - Chanyeol falou sorrindo.


Baekhyun deu um tapa nos braços de Chanyeol e o mesmo resmungou. 


-A verdade, vocês tão recompensando o tempo perdido né? Depois de tanto 'cú doce vocês resolveram assumir os sentimentos Gay de vocês né - Kyungsoo falou revirando os olhos. 


-Aish, fala logo o que você quer Do Kyungsoo - Baek mudou de assunto. 


-Você me prometeu me ajudar em uma coisa Baek, Lembra não? - Kyung falou.


- Assim! - Falou Baek- Tenho que ir Yeollie - Baekhyun virou e depositou um selinho na boca do namorado.


-Mais Baek, você prometeu que hoje nós iriamos ficar juntinhos, vendo série - Chanyeol falou fazendo um biquinho.


- Para de drama Chanyeol - Kyungsoo pegou no braços de Baekhyun, tentando arrasta-lo.


-E rapidinho amor, eu encontro você lá na sua casa tá? - Falou Baekhyun, enquanto Kyungsoo arrasatava ele corredor a fora.


Chanyeol nem teve tempo de concordar, só viu dos baixinhos sumirem de sua vista. 



-Nossa Soo, isso vai doer em - Baek falava assustado.


-Mais uma hora vai acontecer com você, então não fica falando nas consequência da dor- Kyungsoo falou irritado.


-Ta, ta, então entedeu tudo? -Pergunta Baekhyun.


-Entedi, pode-se dizer que sou profissional já- Kyungsoo piscou para o Byun.


-Profissonal da teoria né? - Baek arqueia a sobrancelha. 


-Puff, fica quieto Byun, quero ver quando o Chanyeol pegar você de jeito - kyungsoo falou dando risada.


-Ninguém vai me pegar de jeito nenhum idiota, vamos logo comprar as coisas.


Os dois saíram para comprar tudo que Kyungsoo iria precisar para ser uma noite perfeita.



-Oi Chan, vamos jogar aquele jogo que eu comprei ontem - Jongin falou quando estava saindo da escola.


-Vamos né, Kyungsoo arrastou o Baek não sei pra onde -Chanyeol falou.


-O Soo vem me evitando desde ontem cara, ele tá fugindo de mim. -Jongin falou seguindo Chanyeol até a casa dele.


-Eles devem está de segredinho, o Soo arrastou o Baek e nem pro Baekhyun me falar, nem falou.- Chanyeol falou chateando. 


Depois de quase dez minutos de caminhada os dois chegaram até a casa de Chanyeol e encontrando uma Nora jogada no sofá. 


-Falei pra você Nini, essa nem trabalha não trabalha - Chanyeol falou apontando para a irmã que se levantou se espreguiçando. 


-Olha aqui Park Orelha Chanyeol, vou fingir que não escutei o que você falou tá - Nora falou e foi até Jongin, se jogando nos braços do moreno -JONGIN seu lindo, como anda seu namoro em, faz tempinho que não vejo você. 


-Pois é Nora, Kyung tá me rejeitando, ta me negando, ta me isolando -Jongin falava triste, enquanto abraçava Nora.


-Como aquele garoto pode te negar, lindo e gatão desse jeito?- Nora perguntou. 


-Chega vocês dois -Chanyeol puxou Jongin escada a cima.


-Jongin, se o Kyung não te quiser eu quero tá - Nora gritou, fazendo um certo moreno rir.


-Ela é louca - Falou Chanyeol.


-É, eu sei.


Os dois jogaram os jogos novos e ficaram praticamente a tarde inteira jogando variados.



-Pronto Soo, tá tudo comprado, agora eu vou ir pra casa do Chanyeol tá - Baekhyun falava enquanto depositava algumas sacolas em cima da cama do amigo. 


-Ok Byun, vai lá com o namoradinho -Kyungsoo falou -Mas tome cuidado ta, Chanyeol tem cara de pervertido. 


Kyungsoo começou a rir e Baekhyun jogou-lhe um travesseiro. 


-Não fala isso do Yeollie, ele nao é pervertido ta.


-Ainda não é - Rebateu Kyung. 


-Tchau Do Kyungsoo e, boa sorte - Baekhyun falou deixando pra trás um Kyungsoo rindo deitado na cama.



-Baek, meu cunhado favorito - Nora recebeu Baekhyun com um abraço de urso.


-Oi Nora e, eu sou seu único cunhado -Baekhyun soltou uma risada. 


-Isso é verdade, mas mesmo se eu tivesse outros você seria meu favorito. 


Nora falou e puxou Baekhyun para sentar no sofá. Os dois começaram conversa sobre várias coisas, sobre modas, cores da estações, combinações de estilo, Baekhyun tinha se acostumado com o mundo da moda por causa da irmã mais velha de seu namorado, e o menor até pensava que talvez quando acabasse o colegial iria fazer uma faculdade de moda.


-Baek, não sabia que você já estava aqui -Chanyeol descia da escada com um Jongin sonolento. 


-Eu cheguei faz 'tempinho -Baekhyun falou e depositou um selar na bochecha do namorado. 


-Olha que lindo Nora, até eles estão bem, porque eu não posso ficar bem com o Soo? Será que ele não me ama mais - Jongin falava melancólico, enquanto Nora fazia carinho em seus cabelos. 


-Não Jongin, o Soo te ama, deve ser tpm - Nora falou.


-Mais ele é homem -Jongin falou confuso.


-Então é estresse.


-Jongin o Kyung ta esperando você lá na casa dele -Baekhyun falou depois de dar atenção para um Chanyeol todo manhoso.


-Mais ele nem me ligou -Falou Jongin se levantando e ficando sentado no sofá. 


-Ele mandou te avisar que ele está te esperando - Baekhyun falou de um modo claro.


Jongin não esperou nem mais um segundo, pegou sua mochila e correu porta a fora, deixando os três para trás dando risadas de sua 'afobação desastrosa.


-Vamos subir lá em cima Baek - Chan sussurrou no ouvindo do baixinho.


-Vamos.


Os doia subiram a escadas, mas antes de adentrarem o quarto, escutaram uma piadinha da mais velha que se encontrava  na sala.


-NÃO FAÇAM MUITO BARULHO TÁ - Nora gritou e os dois deram risada ja que estavam acostumado ao jeito de Nora.


-Vamos ver um filme Baek?- Perguntou Chanyeol.


-Vamos, Qual? - perguntou o Byun e em seguida se jogou na cama dos mais velho.


-A lenda doa guardiões - Chanyeol falou animado.


-De novo ? -Baekhyun riu, ja que era a terceira vez que ele assistia o filme com Chanyeol. 


-É, eu gosto do Jack Frost, Trost, Lost, bom sei lá.  


Chanyeol colocou o filme no XBox e se jogou na cama com o menor, abraçou Baekhyun, ficando de cochinha os dois e, assim a tarde foi se passando para o novo casal.



Jongin chegava todo ofegante na casa de Kyungsoo, ele tocou a capainha umas dez vezes seguidas e depois de quase um minutos o baixinho atedeu a porta.


-Soo!- Jongin falou e abraçou o namorado tirando os pés dele do chão e rodopiando. 


-O que deu em você Nini -Perguntou Kyungsoo depois de ter fechado a porta da sala.


-É que você ficou me ignorando quase a semana inteira - Jongin falou triste e Kyungsoo ficou com um aperto no coração de ver seu moreninho cabisbaixo. 


-Me desculpe Nini, não foi minha intenção te ignorar - Soo foi em direção ao Jongin e sentou no colo dele, ja que o moreno estava sentado no sofá. -Me desculpa? - Falou Kyungsoo dando vários selinho no namorado. 


-Ta desculpado - Jongin falou e aprofundou o selinho para algo mais intenso. 


Os dois se beijavam ferozmente, as mãos atravidas passavam pelo corpo de ambos, um descobrindo o outro, à noite que se aproximava estava deixando um clima mais intenso, os beijos cada vez mais descontrolado, mas em um dado momento o celular de Jongin começou a tocar e o moreno já sabia quem era, ja que seus contatos cada um tinha uma música. 


-Oi Mãe. -Jongin falou quando atendeu o celular. Kyungsoo tentava arrumar o cabelo, enquanto Jongin conversava com a mãe, a expressão do moreno não era nada boa e, Soo já sabia o que era.


A ligação foi encerrada e Jongin deitou no colo de Kyungsoo, que começou a fazer um carinho nos cabelos negros do namorado. 


-Posso dormir aqui hoje? -Jongin sussurrou- Meus pais brigarem de novo.


- Você sabe que pode - Kyungsoo falou. - Vamos subir pro quarto. 


Os dois chegaram no quarto de Kyungsoo e cada um foi tomar banho, primeiro Jongin depois Kyungsoo. Depois do banho eles decidiram fazer pipoca para assistirem um filme e provavelmente dormi em seguida. 


-O que é aquelas sacolas Kyung -Nini apontou para a sacolas e Kyungsoo correu e gurdou no Guarda-roupas


-Nada demais, vamos ver o filme- Kyungsoo falou meio nervoso. 


Jongin assentiu desconfiado mas concordou com o namorado. Eles deitaram na cama abraçados e ficaram ali até o filme. 


-Soo, bem que você poderia cantar uma música pra mim dormi né? -Jongin sussurou e Kyung riu soprado. 


-Você as vezes é tão infantil Kim Jongin- Kyungsoo virou para ficar de frente para o namorado, se posicionou para que ele pudesse fazer um 'cafuné nele e começou a cantar uma música que ele gostava quando eram pequenos


Vem meu ursinho querido

Meu companheirinho

Ursinho Pimpão


Vamos sonhar aventuras

Voar nas alturas

Da imaginação


Como na história em quadrinhos

Eu sou a Sininho

Você Peter Pan


Vamos fazer nossa festa

Brincar na floresta

Ursinho Tarzã


Enquanto o sono não vem

Eu sou Chapeuzinho

Você meu galã



Manhã já vem 

Dorme Pimpão

Urso folgado, não tem lição


Vem meu mocinho querido

Ator preferido

Da minha estação


Vou te sonhar colorido

Pegando bandido

Na televisão


Vamos deixar o cansaço

Dormir num abraço

Meu velho amigão


Não fique triste zangado

Se eu viro de lado

E te jogo no chão Ah!


 Meu ursinho palhaço

Seu circo é um pedaço

Do meu coração


 -Eu te amo Soo - Jongin falou abraçando Kyungsoo pela cintura. 


-Eu também te amo Nini.


E os dois dormiram agarradinho, porque além de serem namorados, eles eram amantes,amigos e complice, um completavam o outro e, aquele momento para eles era a coisa mais melhor do mundo para ambos, porque um tinha o outro e isso ja era o suficiente.




Notas Finais


Bom gente espero que tenham gostado, vou nem falar muito pq estou pregada de sono, vou deixar o link da fic, e prometo que amanhã respondo os comentários do capitulo anterior e dou uma revisada nesse capítulo.


https://spiritfanfics.com/historia/children-love-9678720

SINOPSE:
-Baek você aceita namorar comigo? - Chanyeol perguntou e sua avó sorriu, Baekhyun olhou para Chanyeol e para a vovó Hani como se pedisse permissão para a mais velha, a mulher de cabelos grisalhos sorriu e o pequeno Byun sorriu também.

-Eu aceito Chan? - Chanyeol colocou o anel em Baekhyun que por pouco não caiu, ja que os dedos dele era pequeno e magrinho.

-Depois não esqueça de pedir permissão para os pais do Baek tá- Vovó Hani falou e se dirigiu para cozinha.

Os baixinhos correram escadas a cima, mas Chanyeol parou no meio do corredor deixando um Baekhyun confuso.

-Esquecemos de oficializar - Chanyeol falou e , Baek olhou para ele mais confuso ainda.

Chanyeol chegou mais perto do pequeno, se abaixou um pouquinho e, encostou os lábios no dele, um selar simples que apenas durou menos de um minutos.

-Agora é oficial - Falou Chanyeol e sorriu, Baekhyun com as bochechas rubras sorriu de volta. - Estamos namorando oficialmente agora.


[Chanbaek/fluffly/Yaoi]

Bjinhos e até♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...