História De mim pra mim - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Originais, Sofrimento, Tortura, Vida Sofrida
Exibições 4
Palavras 496
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


É muito importante que leiam o prefácio para entender melhor o decorrer da história!

Capítulo 1 - Prefácio


Um dia nasce uma linda garotinha que recebe o nome de "Catrina". Ela morava com seus pais e seu cachorrinho Tomás. Sua vida era feliz, nada lhe faltava até que sua mãe engravidou novamente, Catrina tinha 4 anos quando a pequena bebezinha nasceu. Ela amava a irmã que recebeu o nome de "Larice" e quando a bebê completou 6 meses, o pai de Catrina levou ela é o seu cachorro a um passeio, só os três! Ao chegar bem longe de casa, abre a porta do carro para que Catrina e Tomás descessem, deixou eles saírem do carro e se destanciar um pouco para que entrasse no carro e fosse em bora. Assim ele fez, Catrina tentou correr atrás do carro mas era muito mais rápido do que ela é Tomás juntos.

Catrina morou nas ruas de São Paulo por 3 anos, quando completou 6, foi levada a um orfanato de freiras que batia nas crianças direto com pedaços muito grandes de tábuas de madeiras, logo foi adotada com seu cachorro. Nessa família, não deixavam a menina estudar, brincar ou sair na rua, ela teria que fazer os serviços da casa para que não batessem nela, geralmente batiam com colheres ou cintos. Passou 1 ano com aquela família, olhando as crianças brincarem pela janela e desejando uma boneca. Uma simples boneca. Após esse um ano, seus pais adotivos a deixaram em um outro orfanato. Lá era raro apanhar das inspetores,  mas muito fácil das meninas que tinha lá. Ninguém levava a culpa. Ela passou 1 ano no orfanato e com 8 anos foi adotada novamente. Por uma senhora que sempre quiz uma filha. Ela morou com a senhora por 6 meses, viveu feliz, só saiu de lá quando a senhora sua mãe morreu assassinada. Catrina conseguiu fugir mas preferiria que não! Naquele ponto já queria morrer, seria mais feliz! 

Catrina começou a praticar a automutilação, se cortava e se mordia regulamente. Estava em outro orfanato. Lá elas tinham 1 refeição por dia e não comiam mais nada o dia inteiro. Ficou lá apenas 1 mês! Novamente foi adotada, por uma mulher solteira que depois que acabou as férias, botou ela em um internato, ficou lá 3 anos e quando voltou a moça que havia a adotado não estava a sua espera, mas Tomás sim! Ficou lá 3 anos a esperando, pegando comida em casa e voltando a estação. 

Catrina já estava com 12 anos e voltou a morar nas ruas, nas ruas ela foi abusada sexualmente 7 vezes, estripador 19 vezes e 58 vezes espancada.

Aos seus 15 anos, voltou a morar em um orfanato, lá eles tinham que trabalhar o dia inteiro para não ser expulsos,  ganhavam uns R$ 60,00 com algum bom trabalho extra, e com essé dinheirinho comprava livros para estudar.

Catrina com 18 anos pode sair do orfanato e ser independente, quem sabe finalmente ser feliz, fazer uma faculdade e finalmente ter seu emprego!

Será que Catrina irá conseguir ser feliz finalmente?


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...