História De pernas pro ar - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fazendo Meu Filme, Minha Vida Fora de Série
Personagens Personagens Originais
Tags Destino, Imprevistos, Livros, Love, Romance
Visualizações 14
Palavras 502
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Crossover, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Sorry a demora, mas as aulas recomeçaram.
Vou tentar pelo menos um capítulo por semana.

Amo vocês ❤️❣️❦

Capítulo 42 - Resolvam rápido!


Fanfic / Fanfiction De pernas pro ar - Capítulo 42 - Resolvam rápido!

A primeira coisa que me veio na cabeça quando eu cheguei na recepção, foi procurar Evelyn pra tirar a história a limpo. 

Onde estava Henrique? O que mais me preocupava, é que ele não tem a menor noção de como andar em São Paulo e nem a quem pode perguntar pra se localizar na selva de pedra. 

Então, Evelyn aparece com os olhos marejados e o meu celular na mão. 

- O que você tá fazendo? 

- Acho melhor você sentar! - Disse minha mãe, que aparentemente aparatou atrás de mim. 

- Falem logo! Vocês estão me assustando. Onde está Henrique e o que tá acontecendo?

- Ele foi sequestrado! - Disparou meu pai, que acabara de chegar ao meu lado. 

Por um momento senti as pernas bambearem. Quem iria querer sequestrar uma pessoa como o Henrique? Não é maldizendo nem nada, mas ele nem pinta de cidade grande tem. Alguém que sabia mais do que deveria estaria por trás disso. 

- E por que você tá chorando, Eve?

- Porque eles acabaram de entrar em contato. 

- E você tem ideia de quem foi? 

- Aí você já está querendo demais. Eu não faço a menor ideia de quem seja e muito menos pra onde levaram seu namoradinho.

- Ele não é meu namorado! Que droga! E agora ele está desaparecido. O que disseram na ligação?

- Que ele estava seguro, mas não por muito tempo. 

- Eles prometeram alguma coisa? 

- Só que ligariam em breve. 

- Evelyn, você é inteligente demais, mas não sabe esconder nada! - Interrompeu dona Cecília - O que mais eles disseram? 

- O que eles não disseram, você quis dizer. 

- Tanto faz, Eve! Desembucha, menina! - Disse a ela, pegando o celular da sua mão. 

- Eles não falaram nada sobre chamar a polícia pra investigar! - Soltou de uma vez. 

- Então você acha que deveríamos fazer isso? 

- Depende, Maitê! - Disse meu pai, com a mão em meu ombro. - Isso poderia piorar tudo. 

- Então vamos com calma! Esse não é nosso único problema. Ou vocês esqueceram que tem uma pessoa da família passando por uma cirurgia? 

- O que você prefere fazer? - Perguntou meu pai a minha mãe e já deu as opções - Ficar com a Minha mãe ou ir com as meninas dar queixa na polícia? 

- Não foi você mesmo quem disse que é arriscado ir na polícia? 

- É o mais prudente no momento. Não podemos deixar o Henrique lá, com sei lá quem. 

- De onde o senhor arranjou essa preocupação toda com o Henrique? - Perguntou Maitê desconfiada. 

- Deixa disso menina! - Disse passando a mão em meu cabelo, soltando o coque que eu havia feito rapidamente instantes antes. - Cecília, decide rápido! Precisamos tomar providências!! 

- Podem ir! Eu fico esperando notícias aqui e qualquer coisa, eu aviso vocês. 

- Tá bom mãe. 

- E acho bom vocês fazerem o mesmo. - Disse brigando minha testa. - Vão com Deus e com cuidado. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...