História De Pernas pro Ar- Imagine Jimin (BTS) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Tags Bts, Imagine, Jimin, Park Jimin, Romance
Visualizações 40
Palavras 1.617
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Festa, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Party.


Fanfic / Fanfiction De Pernas pro Ar- Imagine Jimin (BTS) - Capítulo 4 - Party.

—MÃE, 'TÔ SAINDO!—gritei, fechando a porta do quarto e descendo as escadas.

Hoje é sábado, para ser mais específica, sábado a noite, eu estou indo 'pra uma festa de aniversário.

Detalhe: A festa é do Jimin.

Eu fui convidada, algo me diz que só fui convidada por causa do Jungkook, ou só por educação mesmo. Enfim, aceitei ir, pelas fotos que o biscoito me mandou vai ser uma festa e tanto.

Eu estou vestindo um vestido preto colado, ele tem um espécie de tira de renda na região da barriga, oque eu gosto bastante, estou calçando um salto alto também preto, e minha maquiagem é leve (mas não deixa de realçar meus olhos e lábios, que estão pintados de vermelho). 

Meu cabelo está solto, eu retoquei a tinta roxa, está bem bonito e liso, escorrendo por minhas costas.

—Para onde minha filha vai linda assim?—meu pai disse, assim que coloquei os pés na sala.

—A uma festa, o aniversário de um...A-amigo...—falei a palavra amigo, sorrindo forcado.

Jimin não é meu amigo.

—Hmmm, amigo!—minha mãe brincou e eu ri.


Escutei uma buzina, deve ser o Jeon, ele disse que me buscaria.

—Minha carona chegou, beijos, amo vocês. Se eu chegar bêbada, não me batam.—eu ri e saí de casa.

Avistei um carro preto na entrada de casa, abri a porta e vi Jungkook sorrindo. Ele estava vestindo uma calça preta colada e que marcava suas belas pernas, uma blusa social também preta e seus cabelos pretos (esse menino ama preto, aish.) estavam lindos.

—Wow, você está linda, caralho.—disse assim que me sentei.

—Eu sei, você também tá um gato hein.—fechei a porta.—Vamos?

—Vamos.—sorriu e deu a partida.

Me atrevi a ligar o som do seu carro, que começou a tocar "I Wanna Be Yours-Arctic Monkeys", wow, amo essa música.

—Caralho, amo essa música!—falei sorrindo.

—Meu gosto musical não falha.

Eu ri, fechei os olhos aproveitando a melodia da música. Essa música é simplesmente...Incrível, eu amo ela.


—A Yang Mi vai estar na festa?—Jungkook perguntou inocente.

—Vai sim. Porquê?—o olhei de canto.

—Nada, ela é bonita.—disse e eu sorri maliciosa, ele logo me olhou e revirou os olhos.—Nem vem! Conheço esse olhar seu...

—Você gosta dela...—falei cantarolando.

—Eu não, só disse que ela é bonita.—revirou os olhos.

—Mas gosta sim, eu te conheço, Jeon Jungkook.—falei lhe dando um soquinho no braço.

—Para!—ele disse meio vermelhinho.

Parei de tirar com a cara dele ao ver que já tinhamos chegado na festa, ele estacionou o carro e nós descemos. A casa era grande—acho que maior que a minha—, e várias luzes saiam das janelas do segundo e terceiro andar, a música era alta e dava pra se ouvir de longe.

—______!—olhei para frente da casa e vi Yang acenando.

Ela usava um vestido azul marinho colado de mangas compridas, ele também tinha detalhes com rendas, e ela usava um salto alto da mesma cor do vestido. Seu cabelo estava solto e com mechas azuis, estava linda, de fato.

—Caralho, se eu fosse homem...—falei quando me aproximei dela.

—Calada!—me deu um tapa no braço e eu ri—O-oi Jungkook..

—Oi, Yang.—ele sorriu e ela ficou vermelha—Você está linda.

—O-o-obrigada...—abaixou a cabeça.

—Eu vou entrar, tchau!—disse e correu para dentro.

Yang me puxou pelo braço, no caminho esbarramos em várias pessoas  a perguntei onde estávamos indo e ela disse que iriamos dar parabéns ao Jimin. Mereço...

—Oi Minnie, parabéns, cara!—disse (ou gritou) Yang assim que chegou perto do Jimin, em seguida o abraçou. Revirei os olhos.

—Valeu, fofinha!—ele sorriu, caralho que sorriso lindo da porra, mano do céu.

—Parabéns, Jimin.—falei estendo a mão para ele apertar.

Ele apertou e eu sorri irônica, ele revirou os olhos.

—Jimin, vem aqui cara!—Taehyung gritou de longe.

Jimin foi e eu e Yang fomos até o bar, é bebida? Me segura, que eu bebo pra porra.

—Oque vai querer, amiga?

—Tem vodka?—falei e ela riu

O garçom me trouxe um copo de vodka e eu virei, senti aquilo descer queimando por minha garganta.

—WOW!—gritei e ela riu alto.—Não vai beber?

—Não, depois.—ela riu de mim.

Pedi mais três ou quatro doses e bebi, indo para a pista de dança em seguida. As músicas que tocavam eram boas e tinham batidas fortes e sensuais

As meninas dançavam muito...Como posso dizer? Sem graça, apenas se mexiam pra lá e pra cá e pulavam com os braços pra cima. Chato!

Eu vou mostrar oque é dança.

—Ei, dj!—me aproximei do DJ.

Pedi uma música bem agitada à ele, no qual piscou para mim e eu revirei os olhos. Ele colocou a música e eu logo comecei à me mecher.

Eu mexia meus quadris de um lado para o outro, os ombros e também a cabeça. Rebolei minha bunda pra caralho, oque fez as garotas me olharem feio e os meninos me olharem com sorrisos maliciosos e sussurrarem coisas obscenas.

Eu não sou muito fraca em relação a bebida, mas também não sou muito forte. Digamos que um meio termo.

Fui até o bar novamente e pedi mais vodka, Yang não estava mais lá, suponho que ela esteja por aí conversando, ela não parece do tipo que bebe e fica louca em festas como essas.

—Oi.—olhei para o lado e vi um garoto.

—E aí.—eu sorri virando mais um copo de vodka.

—Meu nome é Jackson, e o seu?—ele sorriu, lindo.

_____.—falei embolado, oque o fez rir.

—Que nome lindo. Você é a prima do Kook, né?—assenti rindo—Você é linda.

—Você também, gato.

Agarrei a gola da sua blusa e aproximei meus lábios dos seus, logo os selando e pedindo passagem com a língua, a qual ele logo cedeu. Seu beijo era quente e necessitado, eu estou completamente afetada pela bebida.

Aquilo estava um delícia, até alguém me puxar e me arrastar para longe


—Ficou louca, _____?!—era o...Hoseok? Não sei.

—Aish, me solta, porra...

—Me solta o escambau, vem, vou te levar para a piscina.

Passamos por uma porta de vidro e tive a visão (meio embaçada, mas tive) de uma grande piscina e algumas pessoas em volta dela, inclusive Jungkook, Yang Mi e os outros.

Menos Jimin.

—Olha quem eu encontrei aos beijos com o Jackson!—disse Hoseok, me ajudando a sentar ao lado da Yang.

—Ai meus Deus, ____!—disse Yang arrumando meu cabelo.—Oque deu em você?!

—Me deixa em paaaaz...—falei embolado e eles riram.—Aaah, me dá isso!

Peguei o copo de uma bebida azul da mão do Yoongi e virei, eles me olharam assustados. Eu sorri, fechando os olhos.

—Sua prima é doida.—disse ele—Yoongi—rindo alto.

—_____, quanto você bebeu?—disse Namjoon, sentado do meu lado esquerdo.

—Não seeeeei...HAHAHA!—eu ri alto—Talveeiz, sete ou oito copos de...Voka...

—Voka?—indagou Taehyung

—Vodka?—Jin disse confuso e eu assenti.—Ah.

Me levantei, tentaram me parar mas eu fui mesmo assim, cambaleando e esbarrando nas pessoas. Eu subi até o terceito andar, no qual tinha um terraço, com um linda vista para a cidade.

—Linda vista, não?—me virei.

Jimin?

—É...—falei já menos afetada.

—Você realmente está bêbada  ou só finge?—revirei os olhos.

—Porquê eu me fingiria de bêbada, Park?—ele riu.

—Sei lá. Você é estranha.

—Meu pau.—ele riu alto.

—Tem um?—disse se apoiando na porta vidro.

—Quer descobrir?—o olhei maliciosa.

Ele se aproximou de mim, quase colocando nossos corpos e disse próximo ao meu ouvido.

—Eu posso?—lhe dei um tapa no ombro.

Narradora On

_____ apagou, por pouco não caiu no chão, sorte que Jimin estava lá para segurar e impedir que ela se machucasse. Ele a pegou nos braços, sei semblante era de preocupação e de medo, medo de que a garota se lembrasse da conversa estranha e safada que tiveram agora a pouco, provavelmente ela não se lembraria, estava muito afetada pela bebida azul e pela vodka.

Ele desceu as escadas com ela nos braços, foi até a piscina onde seu amigo Jungkook e os outros estavam, o maknae ficou apavorado ao ver a sua prima desarcordada nos braços do amigo, Yang Mi não ficou diferente.

Jimin ajudou Jungkook à levar a garota até o carro, Yang insistiu e acabou acompanhando, afinal, seria ruim deixar sua amiga nas mãos de dois garotos.

O loiro deitou a garota com cuidado no banco de trás do carro do amigo, arrumando seus cabelos e as pernas, se controlou para não se deixar levar pelas bernas pernas que a brasileira tinha. Balançou a cabeça afastando tais pensamentos.

Já passavam dás 3hrs00 da manhã, estava de fato tarde. 

—Vai ficar tudo bem com ela?—o loiro disse na janela do carro do moreno.

—Sim, Yang vai dormir lá, eu vou avisar os pais dela que ela está...Sabe, bêbada.—riram baixo os dois.

—Valeu, cara.—sorriu, batendo no ombro do amigo—Tchau, Yang

—Tchau, Jiminnie.—sorriu amigável.

O garoto viu o carro do seu amigo dar partida e logo sumir na escuridão das ruas de Seuol.

Todos já iam embora, uns bêbados demais 'pra dar tchau, e outros carregando amigos nos braços como ele tinha feito agora a pouco com _____.

Amanhã ele arrumaria tudo, apesar de não ter muita bagunça e à empregada viria no dia seguinte, dar um jeito naquilo. O loiro subiu as escadas, entrando em seu quarto e tirando suas roupas, entrando de baixo do chuveiro e tomando um banho quente e relaxante.

Mas, uma pessoa não saia da mente do garoto.

_____. Por mais que tentasse não pensar nela, tudo levava à ela. E ele se perguntava porquê, afinal, odiava à garota, não é?

É oque ele pensava.

Yang Mi

Já estava sentro da casa da ____, seus pais estavam dormindo e nem nos viram chegar. Jungkook me ajudou a levar ____ para cima, deitei ela em sua cama e já deixei um comprimido para ressaca e como de água no criado mudo.

Me dei a liberdada de tomar um banho em seu banheiro, que era grande a água era quente e relaxante. Depois, peguei um de seus pijamas e uma calcinha, me deitei e fechei os olhos.

Eu nao bebi na festa, aliás, fiquei apenas na beira da piscina conversando com Jungkook e os garotos. Jungkook estava lindo hoje, eu quase o beijei, tive que me segurar 'pra não fazer isso.

Credo, estou andando demais com à _____.

Estou pensando em como e porquê Jimin à trouxe nos braços, será que eles se beijaram ou fizeram algo....Não, não isso já é demais, argh!

Mas de uma coisa eu sei.


Eles ainda vão se pegar, à se vão.

E eu e o Kook também.


Pera, quê?!



Notas Finais


Esse é meio que o capítulo especial de aniversário do ChimChim! (atrasada? Sim, mas vale :) )
Eu escrevi isso a madrugada toda quase, hahahaha, preciso dormir mano.

Bem, espero q tenham gostado, kisses! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...