História De Repente - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 20
Palavras 1.110
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 28 - Resposta


Eu não acreditava no que estava escutando.ELE ME PEDIU EM NAMORO.E foi tão fofo,até se ajoelhou !Eu estava tão feliz que esqueci que tinha que dar uma resposta.Fiquei parada sorrindo enquanto lágrimas rolavam pelo meu rosto.

-Luana ?-João fala,me trazendo de volta a realidade.

-Claro que eu aceito !-Grito.

Me jogo em cima dele,estava tão feliz que esqueci que estavámos no meio de um restaurante.Todos pararam para nos olhar.

Gabriel,Isa e Natália se aproximam e falam:

-Acho melhor sairmos daqui.

João levanta imediatamente e fala:

-Concordo !Que tal um sorvete ?

Ele paga a conta mesmo que eu diga que não precisa e saimos do restaurante.Enquanto meus três amigos loucos vão na frente João me para e diz:

-Esqueci de te entregar a pulseira.Eu sei que não é grande coisa mas...

-João !Eu adorei !

Eu realmente havia adorado.A pulseira era dourada com conchas.Linda.

Antes que eu veja já estou chorando,João me abraça e passa a mão em meu cabelo.Embora de tão cacheado e volumoso que ele estava era bem provável que a mão dele prendesse.

-Eu senti tanta sua falta.-Digo,entre soluços.

-Já passou.Você voltou,estamos aqui.

-Ei novo casal do ano !Vocês vão ficar sem sorvete !-Nat grita

Paro de chorar e rio.

-Sem sorvete jamais !

Andamos um pouco.A sorveteria era em frente a praia e eu estava louca tanto para tomar um sorvete quanto para mergulhar.Entramos na sorveteria,de incrível decoração colorida e retro que eu me apaixonava mais a cada dia que ia lá.

-Luana tem sorvete de maçã verde !-Isa grita

-O que ?Licença que vou acabar com esse sorvete agora mesmo !-Digo

Sorvete de maça verde.Existe sabor melhor ?(Obs da Autora:Se você trabalha numa sorveteria favor colocar sabor maça verde porque é divino !)

Pego somente o maça verde de tanta falta que sentia desse sabor.Enquanto todos tinham 5 sabores diferentes.Pra que fazer uma mistureba quando você pode se dar ao prazer de tomar somente seu sabor preferido ?

Ficamos na praia mesmo,olhando o mar.Estava louca para mergulhar,tanto que tinha ido de biquíni.Lembro do meu pai falando que era exagero,mas que culpa eu tinha ?Sentia extrema falta do mar.

Depois de um tempo Gabriel e Isa começaram a ficar trocando sorvete.Nat revirou os olhos e disse:

-Que coisa melosaaa.Lu o que você acha disso ?

-Desperdício de sorvete.-Digo me levantando e jogando o pote fora.

-Calor né ?-João pergunta.

Nat começa a tagarelar sobre o tempo quente e o horário perfeito para um bronzeado,mas eu entendi o que ele quis dizer e já tirei a blusa para poder mergulhar.

-Meu Deus Luana !Você foi para um encontro de biquíni ?-Nat berra

-Fui uai.E para mim não seria um encontro.

-Deixa ela,você sabe o quanto ela é louca pelo mar.-Isa fala.

João tira camisa e se levanta.

-Vamos apostar uma corrida até o mar ?

Gabriel tira a camisa e eu tiro o short.

-Só se for agora.-Gabriel fala.

Isa só se joga na areia,e Natália fica olhando para nossa cara como se fossemos loucos.

Antes mesmo que a corrida comece já estou indo em direção do mar,seguida de Gabriel e João.

Pareciamos crianças de 5 anos,jogando água um nos outros.Uma pena que Isa e Nat não quiseram entrar.

-Ah cara esqueci de te falar uma coisa.-Gabriel fala.

-O que ?

-Como a Luana não tem irmão eu serei o irmão postiço dela.E digo que se você machucá-la vai sofrer as consequências.

-Não pretendo machucá-la.

-Bom assim.

Quando os dois começaram a ficar tão amigos que eu não vi ?A viagem tinha realmente sido longa.

Isa surge atrás de mim e Gabriel imediatamente fica do lado dela.

-Isa !Que milagre,você mudou de ideia !

Ela aponta para a areia e fala:

-Não estava afim de ficar de vela.

Olho para a areia e vejo Natália com o Fernando.

-Tenho antipatia desse garoto.-Digo bufando.

-Estranho que ela ficou sem falar dele por dias,nem comentou como havia sido a festa.

-Estranho mesmo.-Digo.

Paro para observar os dois.Natália não parecia confortável.Na verdade parecia até um pouco desesperada.

-Tem alguma coisa errada.-Digo.-Temos que ir lá.

Saio do mar e chego bem devagar perto dos dois.Natália me lança um olhar agradecido.

-Algum problema Nat ?-Pergunto,encarando o garoto.

-Nenhum problema garota.-Fernando fala.

-Eu falei com a Natália e não com você !-Digo,já ficando estressada.

-Isso é assunto nosso garota,não se mete !

Nat fica atrás de mim e já começo a ficar preocupada.O que aconteceu de tão serio pra ela ficar assim ?

-Idiota !-Ela grita.-Sai daqui !

-A praia é públia gatinha.E que culpa eu tenho,você sabe que na nossa idade aquilo é normal !

-Não contra a minha vontade !-Ela berra.

Olho para Isa,esperava que o assunto não fosse o que eu imaginava.

-Calma aí ô barraqueira de plantão,não aconteceu nada.Sua amiga aí não quis.

-Não quero nada de um idiota como você !-Nat tenta falar com uma voz autoritária,mas sua voz sai tremida.

Fernando chega mais perto de nós duas,que damos um passo para trás.João imediatamente fica na nossa frente.

-Não estou afim de confusão.-Fernando fala.-Só quero um tempo a sós com essa gatinha aí.

-Fica longe de mim !-Nat fala.

-Você ouviu ela !-Grito.-Fica longe dela !

Fernando revira os olhos e diz:

-E quem vai me impedir ?

Pedro surge do além dando um soco no primo.Todos ficamos sem reação,inclusive o Fernando.

-Pedro,seu...-Fernando leva a mão aos lábios,está sangrando.-O que você fez ?

-O que você fez ?Você é um idiota mesmo !

Fernando ri,depois solta um gemido.

-Idiota é você !Essa garota não vale a pena muleque,não tá vendo que ela fica com o primeiro que aparece ?Em semanas eu consquitei ela mais rápido que você em um ano inteiro.Se toca vai.

-Não é isso.-Nat começa.

-É um desperdício você gostar de uma garota assim,e mesmo que você não goste do que eu fiz de certo modo estou te protegendo,pelo menos agora você sabe que essa garota não presta.

-NÃO FALA ASSIM DELA !-Pedro grita.

-Pense o que quiser,você sabe que estou falando a verdade.Agora deixe eu colocar um gelo aqui.

Fernando sai.Pedro olha para cada um de nós,seu olhar permanece em Natália por um tempo antes de ele desviar os olhos para o chão.

-Pedro...-Natália tenta começar.

-Ele tá certo,todo esse tempo você só ia falar comigo para perguntar do meu primo,para poder saber mais dele.Eu estava do seu lado o ano inteiro e fiquei como um maldito informante.

-Eu sinto muito.-Natália fala.

-Não precisa sentir nada.Só esquece o que aconteceu e pula para o próximo garoto.Você já iria fazer isso mesmo né ?

Então ele sai.Ficamos em silêncio.Não sabiamos o que fazer com a Nat que chorava desesperada.Olhei para João,tinha que dar um jeito nisso



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...