História De repente... - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Justin Bieber, Liam Hemsworth, One Direction, Zac Efron
Exibições 10
Palavras 637
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Aqui está o primeiro capítulo da história da Nathalie...

Capítulo 3 - Nathalie Ross


Fanfic / Fanfiction De repente... - Capítulo 3 - Nathalie Ross

POV Nathalie

    Nesse momento estou vagando pelas ruas de Nova York enquanto lembro da briga que tive com meus pais, horas atrás...

Flashback on

    - Eu já te disse! Eu não quero filha minha se tornando objeto de marketing! Eu não trabalhei a vida inteira pra pagar uma escola decente e depois ver você estragar seu futuro virando uma...modelo! - gritou meu pai furioso.
    - Eu nunca te pedi nada! - retruquei - E esse é meu sonho.
    Após dizer isso comecei a sentir uma ardência na minha bochecha direita e lágrimas logo brotaram em meus olhos.
    A última coisa que vi antes de bater a porta foi minha mãe tentando me impedir de ir embora.

Flashback off

    Saquei todo o dinheiro que havia juntado, em uma terminal na esquina e fui pro hotel mais próximo fazer uma reserva. Ele acabara de ser reformado e estava com um nome diferente.
    Quando entrei, o jovem porteiro musculoso de olhos claros e cabelo bem aparado me recepcionou:
     - Boa tarde, senhorita. Bem-vinda ao Chevalier's Hotel.
     Apenas sorri fracamente e entrei. Não tinha forças nem pra falar direito.
    Me olhei no espelho e percebi que a marca do tapa ainda estava lá. Menos vermelha, mas ainda visível.
    Lavei o rosto e voltei a recepção. Me direcionei ao balcão para fazer a reserva.
    Não sabia quanto tempo teria que ficar, mas o balconista me disse que haveria uma grande festa de inauguração, aberta aos hóspedes, na sexta próxima. Parece que o hotel havia mudado de dono. Bem, isso explica o nome diferente e a reforma...
    Enquanto ia pro meu novo e temporário quarto, pensava na tal festa. E quando me dou conta, um cara vem correndo em minha direção ao mesmo tempo que olha pra trás. E o copo de café que ele carregava cai todo em cima de mim e suja a única muda de roupa que tenho.
    - Ei, você deveria olhar por onde an... - foi aí que percebi quem era o cara que derrubou café em mim. Como não havia percebido antes? Ele era o cara.
    Era ele que, quando eu estava no primário, me fazia não prestar atenção nas aulas de matemática, pois ficava pensando nele. Era ele que era culpado por minhas amigas de infância me zoarem por parecer uma boba iludida. E era o nome dele que estava em várias páginas dos meus antigos livros escolares. Ele era o Justin Bieber.
    - Sério, me desculpe. - ele provavelmente não percebeu minha falta de reação, mas se percebeu, fingiu não notar -  Eu estava distraído. Deixa que eu te ajudo. Aliás, meu nome é Justin.
    - É, eu sei... - a frase escapou da minha boca sem que eu percebesse - Quer dizer... prazer meu nome é Nathalie.
    Ele pegou minha bolsa no chão, que havia caído com o impacto e me entregou. Enquanto isso eu juntava coragem para falar alguma coisa.
    - Fugindo dos paparazzi? - finalmente falei algo.
    - Uma fã pirada, na verdade. - falou ele olhando pra trás - Mas acho que consegui despistá-la.
    - Que bom. Então, eu... preciso ir agora. - falei suanfo frio - Nos vemos por aí, Justin.
    - É. Posso comprar uma blusa pra você se quiser. Essa aí não está muito bonita no momento. - ele sorriu.
    - Não precisa se incomodar. - falei sentindo uma tontura repentina - Tchau.
    Fui o mais rápido que pude para meu quarto. Quando entrei liguei o ar condicionado e me deitei na cama.
    - Parabéns ,Nathalie. - disse ironicamente pra mim mesma - Você sonha em conhecê-lo, durante anos e quando isso finalmente acontece você estraga tudo. "Nos vemos por aí, Justin"? Sinceramente?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...