História De Repente Acontece - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Personagens Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Visualizações 17
Palavras 641
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ehhhh, cheguei com mais um capítulo, hoje tem muitas cenas interessantes,O que será que aconteceu com o Matteo e a Karol naquele quarto sozinhos? Mds 😱😱 .... Bom, espero que gostem muito.

Capítulo 16 - Por Completo


         {Karol Sevilla}

*Aqueles dez minutos foram os piores da minha vida, mais tudo ficou melhor quando vi que Matteo já estava acordando, o ajudei a levantar e fomos pro meu quarto, eu o deitei na cama, podia ver que ele ainda sentia muita dor então peguei a maleta de curativos, limpei sua sombrancelhas que parecia machucada e o canto de sua boca que também estava sangrando. 

-Onde sente mais dor? *Eu perguntei enquanto levantava para guardar a maleta. 

-Tá tudo bem, sinto algumas dores nas costas e um pouco no abdômen, mais vai ficar tudo bem. 

-Eu nem tive tempo de te agradecer por tudo,você não tinha nada haver comigo... E mesmo assim me defendeu daquele idiota. *Digo enquanto me levanto pra pegar um tipo de pomada pra massagem que eu tinha em algumas gavetas*

-Não precisa me agradecer, eu vi ele alí tentando abusar de você, e não poderia ver e deixar tudo acontecer.... Mais me diz.... pra quê isso aí? 

-É pra Massagem, alivia a dor e ajuda a desinchar, eu posso fazer uma massagem se você quizer,... 

-Tá... Tá bom eu acho que quero sim.. 

*Matteo já estava deitado mais ainda estava com a blusa e pra fazer a massagem ele teria que tirá-la. 

-Então... Você quer que eu passe por cima da camisa? *pergunto e dou uma risada de leve*

-Claro que não, vem... Me ajuda a tirar.... 

-Tá....Eu posso? *Perguntei olhando pra suas pernas querendo saber se podia sentar apenas para fazer a massagem eu seu peito, e ele assentiu a cabeça dizendo que sim.. Não sei o porquê eu fiz aquilo, mais eu estava quase pelada no colo do Matteo que estava sem camisa em cima da minha cama, se alguém chegasse aquela hora, entenderia tudo errado, e com razão, também não entendo o porquê de não ter vestido uma roupa apanas me vi sentando em seu colo e fazendo massagem, seus olhos tinha um brilho diferente e podia sentir as batidas do seu coração, eu me movimentei para sair de cima dele, pra sair daquela situação, ele foi mais rápido e ficou frente a frente pra mim enquanto eu ainda estava na mesma posição "Em seu colo" Nossos olhos se envolveram em menos de um segundo, nossos corações batia forte, nossa respiração ficava mais próxima a cada segundo... 

-Deixa eu cuidar de você? Nem que seja só por hoje? 

*Não podia entender o seu pedido, seu jesto tão carinhoso, ele olhava pra mim com o mesmo brilho nos olhos, enquanto tocava meu rosto, eu assento com a cabeça e me deixei levar, o espaço que existia entre a gente já não existe, seu beijo tinha cumplicidade, desejo, amor, carinho... Tudo isso e muito mais, será que era disso que eu precisava? De um beijo do meu "Herói"?  Um beijo molhado, apaixonante, lento e ao mesmo tempo com tanto desejo de âmbas as partes, Não sei o que sinto, não sei o que é o verdadeiro amor, mais podia jurar que sentia milhões de mariposas no meu estômago... Nosso beijo a cada segundo estava mais quente e cada vez mais desejo ia surgindo entre nós dois, como raios de eletricidade,Eu puxava seu cabelo levemente enquanto sentia sua mão apertando minha cintura,  Ele me deitou na cama ficando por cima de mim ainda me beijando, não sei como ele pôde se mover, já que estava com tanta dor... Ele rompeu o beijo levantando minha cabeça pra alcançar meu pescoço,Tantos beijos com direito à leves mordidas, suas mãos percorrendo meu corpo, eu realmente estava gostando daquilo, e nem me lembrava mas do ocorrido lá fora, só existia nois dois no quarto, só existia nois dois naquela cama, Seus beijos me faziam estremecer enquanto arranhava suas costas, apenas desejando mais, sentia realmente que Matteo iria ser o primeiro homem a me tocar por completo, que naquela noite ele me faria mulher. 


Notas Finais


Pessoal.... Estou completamente impressionada com minha imaginação, espero que tenham gostado, no próximo capítulo tem os pensamentos e como o Matteo está reagindo à tudo isso.
Bjs até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...