História De Repente Amor? - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Violetta
Personagens Broduey, Camila "Cami" Torres, Diego, Francesca Cauviglia, León Vargas, Luca Cauviglia, Ludmila Ferro, Marco Tavelli, Maxi Pontes, Nathália "Naty" Vidal, Tomás Heredia, Violetta Castillo
Tags Diecesca, Revelaçoes, Romance
Visualizações 30
Palavras 1.168
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pessoal! Desculpem a demora,estava cheio de coisas de escola pra fazer durante essas duas semanas,só hoje pude escrever!
Capitulo 8 pra vcs!
DIECESCA FOREVER!

Capítulo 8 - Descoberta e Plano


Fanfic / Fanfiction De Repente Amor? - Capítulo 8 - Descoberta e Plano

Por Francesca

A viagem terminou,Vilu e Leon ganharam o concurso,Diego e eu ficamos em terceiro lugar,então estamos trazendo dois troféus para casa.

Falando no Diego,nós literalmente não nos falamos,a não ser na hora do ensaio,não queria que as coisas tivessem ficado daquele jeito,mas como não ficaria? Jamais pude esperar que tudo ficasse como ficou...

Nosso avião está pousando agora,confesso que estou louca pra encontrar minha família,e também,minha cama.

Por Diego

Pensei muito em tudo que aconteceu,e eu estava errado.Quer dizer,mais ou menos,em parte eu fiz a coisa certa,mas ela desencadeou muitas coisas erradas.

Eu estou mesmo apaixonado pela Francesca,e francamente,não tenho intenção em esconder isso dela,mas ela não parece sentir o mesmo por mim,o que me deixa muito triste,obviamente,mas eu lembrei de uma coisa,é meio clichê,mas é verdade.

Quando você ama alguém,você precisa deixar essa pessoa livre,e eu até que consegui me conformar com isso,já que eu não posso ficar com a Fran,não vou estragar o relacionamento dela com o Marco,estou indo até a casa dele,falar pra ele sobre o que aconteceu,mas vou me culpar,até porque tudo aconteceu por minha causa mesmo,pode ser que eu perca minha amizade com ele,mas eu aceito isso,se eu não posso faze-la feliz,eu fico contente sabendo que ele pode.

Cheguei na casa dele e já abri a porta,não posso ficar perdendo tempo.

-Marco,preciso falar com você,e é sério!-Eu disse.

Logo percebi que ele estava deitado no sofá,sem camisa,e estava beijando uma menina loira.

Ele está traindo a Francesca...

Não demorou para ele perceber que eu estava ali,ele se levantou,vestiu as calças,e foi me cumprimentar,como se nada estivesse acontecendo.

-E aí Dih,essa é a Kelli.-Ele disse,sorrindo,parecia orgulhoso do que estava fazendo,me segurei bem pra não quebrar a cara dele nesse exato momento.

-E ela é o que sua? Sabe que eu acho que sei a resposta.-Eu disse,em tom de deboche,queria que ele percebesse.

-Relaxa,é minha peguete.-Ele disse.

Se ele disser que a Francesca é outra peguete dele eu mato esse cara.

-Como tem coragem de fazer uma coisa dessas?-Perguntei.

-Fazer o que?-Ele perguntou,mas que cara de pau,como a Francesca pode estar apaixonada por um cara assim?

-TRAIR A FRANCESCA!-Eu gritei.

-Ei! Fala baixo! Ela nem sabe da Fran,sorte a minha que ela já foi embora.-Disse ele.

Ela não sabe? Desde quando o Marco virou esse canalha?

-Não sabe? Então você está enganando as duas?-Perguntei.

-Enganando é uma palavra muito forte,mas cara,sei que você me entende,eu sou homem! E a Francesca estava fazendo muita gracinha sabe? Eu cansei de esperar,foi isso.-Ele disse.

Minha mão estava coçando,queria dar um soco bem dado na cara desse cretino,preciso fazer alguma coisa,não posso deixar ele brincar com os sentimentos da Francesca desse jeito.

Melhor eu agir conforme a situação exige.

-Claro,só estava brincando,Grande Marco!-Eu disse,tentei parecer o mais convincente possível.

Ele apenas riu,deve estar se achando o melhor de todos,mas a casa dele vai cair loguinho,ele não perde por esperar...

Saí daquele lugar tóxico que a casa dele se tornou,sorte a minha,encontrei a outra menina,ela estava me chamando.

-Oi! Você é amigo do Marco,certo?-Ela perguntou.

-Sim.-Eu disse,mas não por muito tempo.

-Quero me desculpar por você ter visto aquilo,mas nós não estávamos esperando nenhuma visita.-Ela disse.

-Tudo bem,sem problema.-Eu disse,e logo,tive uma ideia muito boa.

-Vocês dois vão sair amanhã?-Perguntei.

-Sim,vamos na sorveteria nova que vai estar inaugurando amanhã.-Ela disse.

Xeque Mate.

-Tudo bem,só por curiosidade mesmo,até mais.-Eu disse,e fui embora.

Sei exatamente o que fazer...

No Studio

-Não acredito!-Disse Violetta,após eu explicar tudo para ela.

-Nem eu! Tô bege com essa história!-Disse Camila.

-Eu preciso da ajuda de vocês,a Francesca precisa saber quem o Marco é de verdade!-Eu disse.

-Mas o que nós podemos fazer?-Cami perguntou.

-Os dois vão estar indo na sorveteria que inaugura hoje,se vocês levarem a Francesca até lá,ela vai descobrir toda a verdade.-Eu disse.

-Isso vai machucar muito ela.-Disse Vilu.

-Vai,mas a gente não pode deixar o Marco fazer ela de trouxa assim.-Disse Camila.

-Então,vocês estão dentro?-Perguntei.

-Estamos!-As duas disseram ao mesmo tempo.

Por Francesca

Ainda não consegui juntar coragem o suficiente pra falar com o Marco,ainda bem que não encontrei ele esses dias.O que eu vou fazer? Preciso me livrar dessa agonia!

-Ei gente,o que acham de ir naquela sorveteria nova hoje?-Perguntou Camila.

-Boa ideia,estou precisando de açúcar no meu sistema.-Disse Violetta.

-Vamos Fran?-Perguntou Camila.

-Não sei não meninas,não estou no clima.-Eu disse.

-Sem essa Francesca! Você vem sim! Não quero ver você se culpando por causa de algo que você não fez!-Disse Cami.

Desisti de discutir com ela,as duas iam acabar que arrastando mesmo,então só concordei em ir.

Perto da Sorveteria

Elas passaram o caminho todo bem quietas,pra quem estava quase fazendo um barraco por causa dessa sorveteria,o sorvete deve ser muito bom mesmo.

Estávamos na porta da sorveteria,então,vi algo que quase me fez vomitar...

-Era tudo verdade...-Disse Camila.

Marco estava beijando uma menina loira,tinham dois copos com sorvete na mesa,eu não posso acreditar...

Ele está me traindo.

-Sinto muito amiga,mas você tinha que saber.-Disse Violetta.

Então elas já sabiam? Por isso quiseram tanto vir pra cá,mas como sabiam que eles estariam aqui? E como descobriram sobre o Marco?

Posso perguntar depois,agora tenho outra coisa pra fazer...

-Que bom ver que nosso tempo afastados estão te fazendo bem!-Eu disse,bem alto,pra todos em volta ouvirem.

-Francesca..?-Ele disse,parecia espantando e nervoso ao me ver.

-Quem é essa,Marco?-Perguntou a menina.

Ela não sabe quem eu sou? Espera,será que...

-Há quanto tempo está com ele?-Perguntei.

-Há uns 4 meses.-Ela respondeu.

Quatro meses,nós ainda namorávamos nessa época...

-Engraçado,também namorávamos ha uns quatro meses!-Eu disse.

-Mas ele me disse que não tinha namorada naqueles dias.-Ela falou.

-Correção,NÃO TEM namorada,porque eu não quero mais saber de você,seu babaca!-Eu disse,peguei o copo de sorvete dele e virei na cabeça dele,a outra menina,ao perceber que também tinha sido enganada,fez a mesma coisa.

Fui forte enquanto fazia isso que acabei de fazer,mas não aguentei muito,corri pra longe,chorando,nem falei com minhas amigas.

Me distanciei bastante,e acabei esbarrando em alguém,mas não qualquer alguém,e sim,no Diego.

-Fran,você está...?-Ele ia dizendo,quando viu meus olhos cheio de lágrimas,com a maquiagem borrada,eu não disse nada,apenas o abracei,com muita força.

Então percebi que,ultimamente,em todos os meus momentos ruins,ele sempre estava lá por mim,pra me abraçar,me consolar,ou me estender a mão,ele sempre é tão gentil.doce,cavalheiro,carinhoso...

-O Marco,ele esteve me traindo todo esse tempo.-Eu disse.

-Eu sei,sinto muito,você não merece passar por isso.-Ele disse.

-Sabe?-Perguntei,como assim?

-Eu descobri ontem,quando fui na casa dele,e fui eu quem contou pra Vilu e Cami,se eu mesmo falasse com você,fiquei com receio de que não acreditaria em mim,e não queria me afastar mais de você.-Ele disse.

-Quer saber? Eu não me importo mais.-Eu disse.

-Não?-Ele perguntou.

-Não,porque eu sei a verdade,a verdade é que,o Marco que se dane,eu te amo.-Eu disse,as três ultimas palavras simplesmente saíram,e nunca foram ditas palavras tão verdadeiras.

-Eu também te amo.-Ele disse.

E me beijou,mas dessa vez,foi diferente,não foi como o primeiro,cheio de surpresa e confusão,foi com paixão,sentimento,amor.

E eu vou esquecer aquele idiota pra sempre,eu encontrei o homem que eu mais amo de verdade.

E o nome dele,é Diego.


Notas Finais


Espero que tenha válido a espera!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...