História De repente menina (Surubangtan) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jihope, Jikook, Jinmin, Lemon, Naminie, Vmin, Yoonmin
Visualizações 186
Palavras 556
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Por quê???


Fanfic / Fanfiction De repente menina (Surubangtan) - Capítulo 4 - Por quê???

              Encaro o teto do quarto onde estou.

               Queria nunca ter nascido,pelo menos não desse jeito... Porra, minha vida era tão perfeita, eu era tão feliz como menino, por que tudo tinha que mudar do dia pra noite?

               Por quê?!

               Se eu soubesse sobre toda essa merda antes, talvez tudo tivesse sido diferente, talvez eu aceitasse melhor isso.

              Aperto o travesseiro contra o rosto, simplismente me sufocando com ele, para parar de respirar e acabar de uma vez com essa maldita dor que sinto. A vergonha que vai ser quando todos souberem que sou uma menina...

              Minhas mãos idiotas acabam largando o travesseiro quando começo a passar mal e acabo arfando, tossindo e aspirando fundo procurando por ar, em pânico.

               O jungkook entra no quarto e vem me socorrer.

- Jimim o que você tem? -Ele pergunta desesperado, enquanto tenho uma crise descontrolada de tosse, meus pulmões lutam desesperados por ar. - Eu vou chamar o médico.

               Seguro o braço dele antes, que pudesse se afastar de mim pela porta a fora.

- Fica... - Murmuro chorando, ele me abraça, acariciando meus cabelos.

               Ficamos assim por longos minutos, ate ele quebrar o silêncio com sua voz melodiosa.

- Vai ficar tudo bem jimim..

Eu sei que vai.

              Me Afasto dele encarando seus profundos olhos castanhos puxado pro preto, eles são tão intensos...

- Promete uma coisa pra mim?

- O que você quiser minie... - Ele diz veemente sem pensar duas vezes, mesmo sem saber o que eu iria pedir.

- Promete pra mim que vai me tratar normalmente. Eu vou mudar por fira, mas por dentro vou continuar sendo o mesmo jimim de sempre, e quero que você  me trate como o tal... Você é meu único amigo. Jeon jung kook, você me promete?

- Eu prometo. - Ele diz sério.

- De mindinho? - Pergunto erguendo a mão, com apenas o mindinho levantado.

- De mindinho. - Ele repeti unindo nossos mindinhos. Mas seu semblante sério muda, e ele começa a rir descontrolado.

- Que foi?

- Ai jiminie seus dedos são tão fofinho. - Ele diz segurando minhas mãos. - Da vontade de morder.

- Ei, nada disso, o biscoito aqui é você. - Falo rindo.

              Ele me lança um sorriso malicioso.

- Deve ser por isso que as garotas gostam tanto de kookies com leite. - Ele diz falando no duplo sentido, me fazendo corar.

- Cara, cê é muito mente poluída em um so ser.- Rimos mas logo o gótico volta a ficar sério, as vezes ele é bem bipolar.

- Jimim...

- Oi?

- Você também é meu unico amigo... Uma das pessoas mais importantes da minha vida, então não é um par de seios que vai nós separar, quê vai acabar com nossa amizade. - Ele afasta o cabelo da minha testa, me fitando ainda mais. - Certo maninho?

             Sorrio com o fato de ele me tratar como irmão, eu sou filho único e ele é como o irmão que nunca tive.

- Certo maninho.

              O abraço forte, sentindo o cheiro de seu perfume amadeirado.

                Alguém bate na porta atrapalhando nosso momento, a porta se abre e minha mãe surge com meu pai no vão.

- Filho, podemos conversar com você... A sós? - Ela pergunta encarando o jungkook, como se o estivesse expulsando de uma maneira educada e silenciosa...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...