História De Repente um Presente - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha, Karin, Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha
Tags Adulto, Naruto, Romance, Sasusaku
Exibições 271
Palavras 1.099
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais um capítulo fresquinho pra vocês.. Espero que gostem.. Bjjss meus amores.. <3

Capítulo 13 - Capítulo 13


Pov's Sakura

Fiquei no banheiro por volta de 30 minutos, as batidas na porta não paravam, minha cabeça girava cheia de inseguranças e pensamentos ruins com relação ao meu moreno.

Acabei por sair do banheiro, pensei em ir embora, mas as meninas me encurralaram e fomos até a mesa, conversamos trivialidades do dia-a-dia, falamos do casamento e dos gatos da boate, bebemos e bebemos o tempo todo, logo todas estavam mais alegres do que o normal, fomos indo pra pista de dança e nos acabamos de tanto dançar.


Não sei quando, nem como, mas do nada percebi que estava sendo carregada pra fora da boate e as meninas gritavam sem parar, vi de forma meio turva Naruto se aproximando de Hinata e a tirando da pista de dança também, Neji pegou a TenTen,  Shikamaru levou a Temari e Sai pegou a Ino. Quem estava me carregando afinal? Olhei para o traseiro empinado e claro que reconheci o bunbun gostoso do meu Uchiha, assim como suas costas largas e fortes.

Ele me colocou no chão ao lado do carro dele, me olhou com uma fúria nos olhos, porém não falou nada, me fez entrar no carro e saiu cantando pneus.

...

Acordei ainda sonolenta e com uma baita dor de cabeça, olhei em volta e percebi que não estava em minha casa, mas então onde eu estava. Já ia entrar em desespero quando meu moreno lindo entrou sem camisa pela porta do quarto carregando uma bandeja com o café da manhã.

_Bom Dia, minha flor.

_Bom Dia, Sasuke.

_Como está a cabeça?

_Doendo. Muito. Falei sem graça, ele me trouxe para a casa dele.

_Já era de se imaginar, toma essa aspirina que logo, logo passa.

Tomei o remédio que ele me estendeu após ter posto a bandeja ao lado no criado-mudo. Ele se sentou ao meu lado na cama e ficou me observando, o que me deixou nervosa, seu olhar sobre mim já me fazia arrepiar inteira.

_Porquê você foi àquele lugar?

_Porque a Ino me chamou, oras.

_Estamos noivos. E você simplesmente sai pra um lugar desses, e ainda por cima ficou dançando com aquele cara..

_Como você sabe..

_Não interessa como sei, você não pode sair assim, sem me dizer nada e principalmente, não quero mais vê-la perto do Sasori. Entendeu?!

_Você não pode me proibir de nada. Além do mais, como posso ter certeza que você vai estar trabalhando mesmo e não comendo sua secretária? Falei já gritando.

Quem ele pensa que é pra me proibir algo? Só porque vamos casar não significa que ele manda em mim.

_Eu jamais faria isso. Amo você Sakura. Nunca vou te trair. Quem colocou isso na sua cabeça? Disse ele bravo e ofendido.

_Ninguém me falou nada. O problema é que você sempre teve uma vida regada de tudo o que quis, sempre teve inúmeras mulheres em seu encalço, porque você iria se prender a uma só? Porquê ficaria somente comigo?

_Porquê eu Te Amo! É por esse motivo que nunca vou querer outra mulher, porque eu escolhi você para ficar ao meu lado pra sempre. É tão difícil assim para você acreditar em mim?

_Me desculpe.. Sinto muito mesmo, não quero desconfiar de você, mas fico insegura. Falei já aos prantos.

_Não chore minha pequena. Amo você, e só quero você. Nunca desconfie disso, Eu Te Amo.

Nos abraçamos e nos beijamos, ele me deitou na cama com gentileza e se deitou sobre mim, o beijo era doce, calmo e cheio de promessas. Mas o calor de nossos corpos tão próximos fez com que o beijo torna-se urgente e faminto.

Logo começamos a tirar nossas roupas com pressa, quase sem parar o beijo, joguei os braços envolta de seu pescoço trazendo ainda mais para mim, enquanto ele tocava urgentemente cada parte do meu corpo, seus lábios foram para meu pescoço e depois descendo até a curva dos meus seios, ele abocanhou um e passou a massagear o outro, eu me contorcia sob seu corpo, sob seu toque, resfoleguei ao senti-lo sugar com mais força meu seio.


Ele parou e olhou-me, sorriu maliciosamente e foi trilhando uma linha de beijos até chegar na barra da minha calcinha, ele a tira e joga por cima do ombro sem se preocupar, passa a língua lentamente em mim para depois chupar com muita vontade meu ponto mais sensível, arquei as costas enquanto prendia seu cabelo entre meus dedos, ora ele lambia ora ele sugava, depois enfiou um dedo em mim, me fazendo ficar ainda mais molhada.

Perdi a cabeça, puxei ele pelos ombros para que deita-se sob mim, Sasuke se encaixou entre minha pernas e meteu em mim de uma só vez, soltei um grito de dor e prazer ao mesmo tempo, mas acabei assustando ele que parou de imediato e olhou-me inquisitivo:

_O que foi isso minha flor? Eu te machuquei?

_Não. Falei constrangida, como iria falar pra ele que nunca mais transei depois que fiquei com ele?!

_Tem certeza? Perguntou receoso. _Você deu um grito que parecendo ser até a sua primeira vez.

_É como se fosse.. Já que.. Já que.. Você.. Foi o único com quem.. Transei.

Falei gaguejando e com toda certeza eu devo estar super vermelha por isso. Sasuke sorriu abertamente:

_É bom saber disso. Quero que seja assim pra sempre. Que você seja somente minha pra sempre.

_Aah.. Sasuke-Kun.. Eu Te Amo.

_Eu Te Amo minha cerejeira.

Dizendo isso nos beijamos com grande sofreguidão, ele se mexeu dentro de mim de forma lenta e foi aumentando o ritmo, logo alcançamos nosso próprio ritmo, nossos corpos se chocavam com força á cada remetida dele dentro de mim, suas mãos apertavam meus seios, enquanto seus lábios deixava beijos e chupadas em meu pescoço, eu arranhava suas costas e gemia cada vez mais alto, até que ambos já suados chegamos ao clímax juntos.

Sasuke se deixou cair sob meu corpo, nossas respirações voltava ao normal de forma lenta, então ele se deitou ao meu e me puxou para seus braços, encostei a cabeça em seu peito largo.

_Meu amr.. Temos que ir pegar o Kenshi na casa dos seus pais.

_Sim, meu moreno. Só vou tomar um banho e podemos ir.

_Vamos tomar juntos. Falou ele já se animando.

_Para com isso, eu vou tomar banho primeiro e depois você.

Me levantei e fui para o banheiro que tem no quarto, tomei um banho longo e relaxante. Depois desci para tomar o café enquanto Sasuke tomava o banho dele, saímos e fomos em direção a casa dos meus pais pegar Kenshi para irmos a um restaurante almoçar em família.



Notas Finais


Deixem seus comentários e favoritos.. Obrigada.. Bjjss.. Até o próximo capítulo!! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...