História De Repente Você - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Colin O'Donoghue, Jennifer Morrison, Lana Parrilla, Once Upon a Time, Sean Maguire
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood
Tags Capitainswan, Captain Swan, Colifer, Colin, Emma Swan, Jennifer Morrison, Killian Jones, Once Upon A Time, Seana
Exibições 36
Palavras 1.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Minha terceira fic aqui, espero que gostem
Essa ideia veio na minha cabeça quando eu tava escrevendo outra fic
Boa Leitura
-O AUTOR

Capítulo 1 - Capitulo 1- Prólogo


*Boston

-11 de Janeiro de 2010

*Por Narrador*

Helen O'donoghue sai de dentro da agencia de publicidade onde trabalhava, ela entra em seu carro, coloca sua bolsa no banco do passageiro, seu celular começa a tocar, ela olha o numero e solta um sorriso e atende.

Helen: Oi amor.

Colin: Oi minha gata, preparada pra hoje à noite?

Helen: Sim, mas e as crianças?

Colin: A Sasha vai pra casa de uma amiga e a vizinha vai ficar com o Tyler.

Helen: Ótimo.

Colin: Eu preparei um jantar especial pra nós dois, e eu tenho uma surpresinha pra você.

Helen: Que marido perfeito esse que eu fui arrumar.

Colin: Você já saiu do trabalho?

Helen: Tô dentro do carro.

Colin: Tá certo, a gente se vê quando você chegar.

Helen: Tá bom, em 30 minutos eu tô ai.

Colin: Tá legal.

Helen: Eu te amo.

Colin: Eu também te amo.

Helen desliga o celular, ela liga o seu carro e bota uma musica pra tocar: Never Been Better.

Everybody cries

But not today, not today

Cause I won't let ya

Everybody dies

But not today, not me

Cause I've never been better- ela ia cantando, chovia um pouco, a pista estava molhada, ela se vira pra aumentar o volume da musica, quando um caminhão que vinha na direção contraria perde o controle e acerta o carro de Helen que capota cinco vezes e bate em um poste elétrico e fica de cabeça pra baixo, o transito para na rodovia e todos vão até o carro destruído para tentar salvá-la.

-Na casa de Colin e Helen

Colin espera Helen com uma caixinha azul nas mãos, dentro da caixinha tem um anel de diamante que ele comprou para dar a esposa que tanto amava, ele fica lembrando como se fosse ontem que ele a conhecera, os dois se casaram muito cedo, ela já estava gravida de sua primeira filha Sasha que tem oito anos, após o nascimento de sua filha veio o garoto Tyler que tem dois anos, os quatro formavam uma família perfeita, ele se lembra de quando soube que seria pai pela primeira vez, como havia ficado feliz, ele é retirado de seus pensamentos pelo seu celular tocando era um numero desconhecido.

Colin: Alô?

Xx: Olha você não me conhece, mas eu viu o seu numero no celular, olha a sua esposa sofreu um acidente de carro, venha logo, ela está indo pro Hospital Central.

Aquilo foi como se alguém tivesse dado uma facada em seu peito, ele pega as chaves do carro sai correndo em direção ao hospital onde sua esposa está.

-Do Outro Lado da Cidade

 Jennifer E Sebastian estava comendo uma pizza juntos em sua casa.

Sebastian: Jen você tem certeza disso?

Jennifer: Tenho Sebastian não dá levar isso à diante.

Sebastian: Certo então Jen, amanhã eu falo com um advogado pra gente tratar do divorcio.

Jennifer: Eu sinto muito Sebastian.

Sebastian: Não sinta, nós estamos sendo justos um com o outro esse casamento acabou a muito tempo, agora só existe amizade.

Jennifer: Quando você volta pra pegar suas coisas?

Sebastian: Talvez na semana que vem- ele caminha até a porta- Tchau Jen.

Jennifer: Tchau Sebastian- ele bate a porta e Jennifer se põe a chorar, ela ainda ama muito Sebastian, só que há algumas semanas atrás ele foi fazer um check-up de rotina e descobriu que não pode ter filhos e Sebastian sempre comentou com ela que queria ter muitos filhos, ela abriu mão dele pra dar à ele a chance de formar uma família, Jennifer chorou pelo resto da noite lamentando a vida que não pode ter já que não pode ter filhos, ela pensa que nunca mais será feliz na vida e resolve fechar seu coração para o amor.

-No Hospital

Colin entra desesperado no hospital e vai até a recepção.

Colin: MOÇA, HELEN, HELEN O'DONOGHUE, ela de entrada aqui esta noite, ela bateu com o carro,

Recepcionista: Um momento eu vou chamar o medico que esta cuidando dela.

Após alguns minutos a recepcionista volta com o Doutor Peter.

Peter: O que o senhor é da paciente?

Colin: Sou o marido dela.

Peter: Por favor me acompanhe- Ele entra dentro da UTI e Colin o segue.

Colin: Doutor a minha esposa vai ficar bem, não vai?

Peter: Olha, você vai precisar se forte.

Colin: Não, não me diga que ela vai...- seus olhos estavam marejados.

Peter: Eu sinto muito, tentamos fazer o possivel, mas ela se feriu gravemente e ela tem poucos minutos.

Colin: Eu preciso ver ela.

Peter: Claro, entre fique a vontade, se acontecer o esperado chame a enfermeira.

Colin: Tá bom- Colin abre a porta do quarto e se depara com sua esposa com vários fios conectados a ela e alguns arranhões no braço.

Helen: Co... Co... Colin- fala com dificuldade

Colin: Não fala nada, vai ficar tudo bem.

Helen: Está mentido, eu sinto que minha hora chegou.

Colin: Eu sinto muito, eu devia ter ido te pegar no trabalho hoje.

Helen: A culpa não é sua.

Colin: Isso não é justo com você.

Helen: Escuta, eu te amo, mas devo partir, me prometa que cuidara e amara bastante os nossos filhos por favor, você vai sozinho por um tempo, vai doer, mas você encontrará alguém que vai amara muito você, me prometa que será feliz- ela disse chorando muito.

Colin: Eu só serei feliz com você- disse chorando também.

Helen: ME PROMETA Colin, por favor.

Colin: Eu prometo.

Helen: Corra, corra o mais rápido possivel, não deixe seu coração virar uma pedra, corra garoto esperto, e não se esqueça de mim.

Colin: Eu te amo.

Helen: Eu te amo- ela fecha os olhos lentamente.

Colin: Não, NÃO POR FAVOR ME DEIXA SOZINHO HELEN, POR FAVOR, NÃO ME ABANDONA, SEJA FORTE LUTE, NÃO ME ABANDONA POR FAVOR- disse chorando muito ao lado da cama dela, a enfermeira aparece e chega o pulso e confirma que ela esta morta.

Colin chorou a noite toda, ele havia perdido o amor de sua vida, longa dali Jennifer também chorava ela abriu mão da pessoa que ela mais ama para dar à ele sua melhor chance, dois corações despedaçados, ambos duvidavam se poderiam ser felizes de novo, Colin deveria ter que explicar pra seus filhos que eles nunca mais veriam sua mãe. E agora o que acontecerá com eles? Será que serão felizes novamente? Talvez o universo esteja preparando um encontro que mudara a vida dos dois pra sempre.

 


Notas Finais


Então...
Se gostaram favoritem, comentem o que acharam
Se não gostaram falem o que posso melhorar
Minhas outras Fics:
https://spiritfanfics.com/historia/best-friends-6892567
https://spiritfanfics.com/historia/harpes-islands-ouat-7000183
Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...