História De tantas pessoas no mundo, porque justo ela ? - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Escola, Professora
Exibições 100
Palavras 472
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Fantasia, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Fala pessoal
Como prometido tá ai

Capítulo 6 - De novo.


Fanfic / Fanfiction De tantas pessoas no mundo, porque justo ela ? - Capítulo 6 - De novo.

Pov's
Lia

Depois de ter conversado com clara, ela disse que tinha que ir pois tinha um compromisso.

Então eu fui tentar assistir um filme com minha irmãzinha, mas nós duas dormimos no meio do filme rsrsrs.
Quando acordei, o filme já tinha acabado, então levei minha a pequena para o quarto e fui para o meu.

Acordei com um baita sono, olhei para a relógio e adivinhem....
Eu estava atrasada.
Fiz tudo o mais rápido possível, sai de casa as pressas tinha que correr pois chegaria atrasada de novo.
Chego na portaria e passo a mil,  mas parece que foi eu botar os pés dentro da escola.  1,2,3, tombo.
Quando olho tinha papel espalhado no chão todo, procuro a dona/o dos papéis, encontro um belo par de olhos marrons .
Mariana : - desse jeito vão achar que estamos combinando.
Ela me olha e ri, meu Deus morri e fui pro céu.
: -  pior que vão achar mesmo,  mas eu disse, da próxima vez que fosse cair me avisar.
Sorrio de volta pra ela e me levanto.
Vejo ela catando os papéis mas não estava dando muito certo,  ela pegava um, caia dois, então fui ajudá-la.
Mariana : - me diz, atrasada de novo?.

: - ah essa altura já perdi a aula.
Então ela ri.
Mariana : -  uma vez senhorita atrasadinha, sempre senhorita atrasadinha.

: - vai rindo da minha desgraça, da próxima vez eu desvio e deixo você cair no chão.

Até que pode parecer muito cliche, pegamos ao mesmo tempo numa folha e nossas mãos se esbarram.

Nossos olhares se encontram, e acabei me pegando olhando a boca de Mariana, tento me controlar e acabo mordendo o lábio inferior. Droga eu perco totalmente o controle perto dessa mulher.

Pov's
Mariana

Então estava eu totalmente perdida olhando para Lia, que olhava para minha boca na maior cara de pau ,  e ainda por cima morde o lábio .
É demais pra mim.
Não sei o que deu em mim,  mais peguei a folha da mão de Lia e sai praticamente correndo dali.
Não sei porque, mas talvez era minha mente avisando que o botão de sanidade tinha saído pra tomar um café.

Pov's Lia
Enquanto Mariana saia praticamente correndo daqui, eu estava com a cara mais idiota do mundo sem saber o que tinha acontecido ali.
Então tento levantar  e meu esbarra em algo,  olho pro chão e vejo um celular, tento acendar a tela e adivinhem.
Mariana deixou o celular cair e nem percebeu, pelo menos vou ter uma desculpa pra vê-la.
Pera aí eu conheço essa frase, já usei ela é adinheve, quando eu estava apaixonada.

Nesse momento meu celebro me dá os parabéns, tantas pessoas pra se apaixonar e você escolhe justo sua professora.

De tantas pessoas no mundo, porque justo ela ?


Notas Finais


Até qualquer hora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...