História De um jeito ou de outro - Livro 2 - Miragem na Encruzilhada - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Chris Argent, Derek Hale, Erica Reyes, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Personagens Originais, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski
Tags Boyxboy, Derek, Homossexual, Romance, Sterek, Stiles, Teen Wolf
Exibições 76
Palavras 2.244
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Slash, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu ia postar na dia de natal mas pensei que como é natal, ninguém iria ver, então eu pensei em postar no ano novo, mas de novo achei que nincuém ia ver, mas aqui estamos nós. Feliz ano novo.

Capítulo 9 - Deux Ans.


Realmente, os enjoos melhoravam a cada viagem.

Stiles estava em outra sala, uma sala sem moveis, sem nada. A sala tinha uma janela igual a do Derek. Estava a noite e era lua cheia.

- Onde eu estou ago...

Um ganido vindo de um lugar escuro na sala chamou a atenção do caçador que rapidamente se virou para ver o que fazia tal barulho. No escuro, tudo o que se via era dois olhos cintilantes azuis olhando diretamente para a direção de Stiles.

- Peter? – Stiles disse como se soubesse exatamente de quem aqueles olhos pertenciam, e de certa forma ele sabe.

Outro ganido fez o humano se assustar e se afastar por medo.

O dito cujo começou a se afastar das sombras revelando nada mais do que Peter na metade de sua transformação. Era como se ele estivesse travado naquela forma.

Ele usava somente calças e já tinha as orelhas mais pontudas, tinha pelos no peitoral e face, seu calcanhar já estava mais elevado e claramente as garras estavam para fora.

Ele andava até o Stiles e cada passo que dava ele gania de dor, o caçador vendo o que ele queria e como sofria para isso, correu rapidamente até ele no meio do caminho, o meio da sala.

- Peter, para. – Stiles se sentou no chão e colocou Peter deitado nas suas pernas que ainda gania um pouco.

- St... tiles. – Peter conseguiu depois de muito esforço falar.

- Fica quieto. – Stiles sentiu o corpo quase em chamas do lobo.

O lobo tentava se manter quieto, mas a dor da transformação o fazia contorcer.

- Me... des...culp...culpa. – Peter ainda em dor tentava se mostrar arrependido.

- Depois a gente fala disso, agora, por favor, não fala nada só vai aumentar sua dor. – Stiles passava a mão pelos cabelos do lobo em transformação.

O Argent sabia que ele não ia morrer, mas entendia a dor perpetua que Peter estava.

- Eu não... que... queria que vo... você sofresse. – Mesmo perante a dor, o Hale continuava a tentativa de se explicar.

- Tudo bem, eu sei disso, você nunca tentaria me machucar. Agora para de falar, eu não aguento ver você sofrer.

O lobo ganiu mais algumas vezes e assentiu, ficando quieto.

- Quanto tempo você está aqui? – Perguntou o caçador curioso.

- Não sei... desde qu... que cheguei eu... iniciei a trans... formação.

- Tudo bem, agora para de falar. – E assim foi por um tempo.

- Sabe, as vezes eu penso, por que estas coisas acontece comigo. – A voz do caçador fazia o lobo se acalmar um pouco diante a dor. – Quer dizer, vocês, lobos, caçadores, vingança, tudo isso.

Peter ouvia atentamente onde aquele monologo iria acabar.

- Eu achava que iria crescer, casar com a Lydia...

Um rosnado interrompeu Stiles que sorriu do ciúmes do Hale.

-... ter filhos... –

Um ganido der dor, mas não dor física, dor emocional, e Stiles percebeu.

- Não foi culpa sua. – Stiles aperta um pouco mais carinhosos o corpo transmutado de Peter. - Voltando. Eu achava que teria a vida perfeita, talvez não perfeita, mas normal.

Outro ganido.

- Me des... desculpa não dar... a vida que vo... você merece. – Stiles sorriu triste com a fala do Hale.

- Não se desculpe. Eu não me arrependo da vida que eu tive, talvez só me arrependo de ter matado Theo, Tyler estaria vivo e livre. – O caçador virou os olhos para a janela de céu estrelado.

- E voc... você estaria pr... preso a ele. - Não adianta, Peter mantinha o dialogo. – E nós... em devas... devastação.

- Mas vocês iam me salvar, eu sei que sim. – Stiles mantinha a visão no céu. – Será que é tarde de mais para voltar a acreditar em Deus, sabe, aquele que faz milagres.

- O querido, ele existe. – A voz de Gabriel se fez presente.

Ele entrava por uma porta que antes não existia, e ele usava a mesma roupa que o caçador usou no jantar com a rainha, só que preto, e os cabelos caídos para a direita e mantidos ruivos. – Escuta, tenho um jantar agora, então vou ter que acelerar seus reencontros tudo bem? Tudo bem. – O bruxo pegava um celular na pequena e fina bolsa vermelha.

- Peter, você vai ficar bem, eu sei que vai...

- Eu te amo. – Se esforçou o lobo para falar sem engasgar com a dor.

O caçador se virou raivoso para o recentemente ruivo; - Faz isso parar.

Gabriel que mantinha um olhar indiferente bufou e me balançou as mãos fazendo o lobo uivar de dor, mas aos poucos seu corpo ia transmutando de volta a aparência humana.

- E ai, vamos? – Perguntou arregalando os olhos impacientes.

O Argent levantou do chão e viu Peter suplicar com os olhos para que o caçador não fosse, mas mesmo que ele não aceitasse, ele iria de qualquer forma.

- Bom. – O bruxo apontou o dedo indicador direito da direção de Stiles que não ode evitar o medo.

Fumaça negra saia da ponta do dedo, a mesma que leva Stiles para lugares diferentes, mas desta vez ele tinha uma ideia de para onde ele iria.

Stiles abriu os olhos e pareceu ter voltado para a sala de Derek, com uma exceção que não tinha janela nenhuma. Assim que o caçador deu um passo foi recebido com um abraço apertado de um alfa que ele tinha saudades.

- Fiquei morrendo de saudades de você irmão. – Scott disse entre lagrimas, molhando o ombro do amigo.

Stiles pegou no ombro do lobo e afastou o suficiente para poder vê-lo direito e depois de confirmado, e voltou a abraça-lo e ainda mais forte.

- Esse sim é um encontro de verdade. – Disse ainda abraçado.

- Tem espaço para mim? – Uma voz apareceu num canto da sala e Stiles se separou para ver Isaac.

Ele correu para abraçar o amigo loiro também; - Nossa isso é incrível.

- E isso ainda é nada. – Scott disse e o caçador virou o rosto para ver a mão esquerda do alfa levantada e viu um anel prateado no dedo anular, Stiles virou a cabeça num volto para Issac que também tinha a mão levantada com o anel no mesmo dedo.

Stiles se afastou lentamente do loiro, ele estava embasbacado com o que via e sem acreditar.

- Vocês tão... – Não conseguia nem falar direito.

- Noivos. – Os dois falaram juntos, no mesmo momento.

Stiles lentamente foi até o sofá que parecia custar milhões e ficou olhando o nada pensando quando em toda sua vida ele iria ver isso.

- Quantos anos? – Perguntou ainda vago.

- Vai fazer dois anos. – Scott perguntou enquanto alternava sua visão de Stiles para Isaac. – Eu achei que você ia ficar mais feliz.

- Eu estou Deus sabe que estou, mas eu fico muito furioso por não ter estão lá com vocês, que eu não fui o primeiro a saber, da noticia, que só agora quando vocês estão fazendo 2 anos. – Stiles se recostou no sofá e fechou os olhos. – Eu perdi bons momentos com essa vingança toda, eu me deixei tomar pela raiva e luto.

- Calma Sti, você não tev...

Stiles interrompeu o loiro. - Pelo menos uma única coisa boa eu tirei disso tudo. – Os noivos olharam abismado para o Argent. – Meu filho, meu outro novo filho. Liam. – Ele se sentou olhando os dois novamente. – Vocês tem um filho também?

- Não. – Isaac disse e se sentou do lado esquerdo do caçador.

- Ainda não. – Corrigiu Scott olhando fixo para o amado.

- Nesse caso, vocês vão entender que a única coisa capaz de fazer você virar seu pior pesadelo e te fazer aguentar tal terror, é um filho. – Disse e ficaram todos em silencio por um bom tempo.

- O que tá feito tá feito. – Stiles saiu do sofá e se virou para ver Scott e Isaac. – Me falem, quem fez o pedido?

- Eu fiz, ele nunca iria ter coragem para avançar tanto as coisas. – O loiro disse apontando para o noivo que fez uma cara de indignação.

- Eu poderia ter feito. – Scott se recostou no sofá fazendo bico.

- Não, não poderia não. Se você é ainda o mesmo Scott que eu me lembro, não poderia não. – Stiles disse revirando os olhos. – E como você fez?

- Eu pedi o loft do Derek enquanto ele fazia uma busca por Peter e...

- Derek procurou por Peter? – Stiles estava interessado no assunto.

- Sim, ele vivia fazendo pesquisas de onde você e Peter poriam estar. – O alfa disse e o amigo fez uma face de surpresa. Que Ele estaria o procurando é velha, mas que ele procurou Peter?

- Tudo bem então. Pode continuar. – Stiles disse e cruzou os braços.

- Então, eu esperei até a lua crescente para prepara o lugar. Deixei as janelas abertas para poder ver a lua, joguei pétalas de todas os tipos de rosas pelo lugar, coloquei velas em lugares estratégicos e...

- você tá ido para a guerra ou fazendo uma proposta? – Stiles perguntou com sarcasmo na voz.

- Idiota. No centro tinha nossos dois álbuns de família, eu pedi para Melissa me emprestar justamente para aquele dia, e bem no meio estava duas fotos nossas e em cima estava a caixinha que tinha as alianças, e depois... – Olhou de uma forma sugestiva para Scott que corou e sorriu de volta. – ...já deve imagina.

Stiles abriu a boco e depois colocou as mão sobre os lábios; - Meu. Deus. Você...? Meu Deus. Informação de mais, informação de mais. – Stiles olhou para trás e em um movimento pulou se sentando no meio dos dois de novo. - Como foi? Quem ficou por cima? Cospe ou Engole? E o tamanho...

- STILES! – Berrou o alfa ainda mais vermelho. – Intimidade mano.

- Mas e ai, como foi a sua primeira vez com um homem? – Isaac perguntou e Stiles teve uma reação diferente, ele ficou mais indiferente à pergunta.

- Não sei. Não teve uma primeira vez com homem ainda. – Stiles tinha um sorrisinho sem graça na face.

- Como assim? – Scott não entendia onde ele queria chegar. – Você não é casado com o tal Chris Argente?

- Argent. – Corrigiu Stiles e depois bufou. – O nosso casamento é um conceito de troca de interesses. Sem sexo. Eu dei para ele uma matilha inteira e ele me deu lar e toda a fortuna das Argent Enterprise me casando com ele e a chance e me vingar.

- Como assim você deu uma matilha para ele, você é humano. – Isaac não podia acreditar nessa história sem senso do caçador.

- Quando eu vim pra cá, eu conheci um lobo alfa albino e adivinha só? Sou sua ancora também, Chris disse que para eu poder me casar com ele eu tinha que fazer um ritual com nome esloveno e...

- Neskončne Poroka? – Isaac perguntou.

- Sim esse mesmo. Toda a matilha renegou esse ritual, mas ele não diria não a mim, alguns até saiu da matilha, mas mesmo assim ele fez e agora estou ligado para sempre ao Steve, o resto vocês sabem.

- A matilha deles ligaram para o Derek para te matarem, mas não sabiam que ele... – Scott parou de falar quando o tico e o teco se ligaram. – O ritual é para te desligar de todos os lobos que acharam a ancora em você, então por que Peter e Derek anda fazem tudo isso por você? – Stiles olhou até um pouco triste para Scott que entendeu. – Eles te... Entendi.

- Vamos voltar para vocês. – o Argent apontou um dado de cada mão para cada amigo do seu lado. – Vocês estão felizes assim? – Stiles fez a pergunta obvia para ambos.

- Claro, essa foi com certeza a melhor decisão que eu tive. – Isaac disse pegando na mão do noivo pelas costas do caçador.

- Idem. – Scott disse apaixonado, mas logo sua face muchou de uma forma exponencial. – Stiles.

Quando o Argent virou para ver o que Scott queria ele sentiu a tristeza na face de Scott.

- O que você acha que vai acontecer agora? Esse cara,é poderoso. Eu já lutei com muitos lobos e até outras criaturas sobrenaturais, mas nunca senti tanto medo como eu sinto agora. – Stiles e Isaac prestavam atenção nas falas do alfa. – Ele é forte, muito.

- Eu não sei o que fazer, ou o que ele quer fazer comigo. – Ele se levantou do sofá e cruzou os braços. – É obvio que tudo isso é por minha causa, mas não sei por que?

- Isso é algo que daqui a pouco você vai descobrir logo. – Uma voz chamou a atenção dos três se mostrando Gabriel perto da mesma porta que estava na sala de Peter quando ele foi buscar Stiles.

- Que rápido. – Stiles falou em deboche tentando esconder o medo.

- O tempo aqui é diferente, cada um aqui está preso pelo mesmo tempo, mas sente que se passou dias, semanas ou meses. Mas na verdade vocês estão presos á 5 horas. – ele tinha uma face muito cansada e indiferente, quase como se falasse o obvio. – Mas respondendo a sua pergunta, ou quase, nós já nos conhecemos, e temos um trato.

Stiles não entendia por que tantas mentiras, ele não se lembra do bruxo, ele não fez trato nenhum com o bruxo. Ele só quer ir embora junto a seus amigo, Derek, Peter e Liam, não quer cumprir trato nenhum. Stiles clama a Deus que se ele realmente existe, que o tire desta situação.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...