História De um mundo a outro - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Original, Romance
Visualizações 18
Palavras 844
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um cap. pra vocês. Me desculpem não ter postado os últimos dois dias, eu estava estudando para provas do SARESP. Mais ta ai, espero que gostem... beijos <3

Capítulo 10 - Não me deixe!!!


 

Sem nem pensar duas vezes eu fui para o banheiro e fechei a porta, com certeza a minha depressão se tornou mais forte, não por causa dos meninos, mas por causa dos meus pais, eu queria ter uma mãe do meu lado para falar dos meus namorados, um pai para me proteger e contar como a vida é. Mas quem sempre fazia esse trabalho eram os meus avós, e agora ninguém mais faz isso por mim, me sinto sozinha, bom, voltamos aos velhos tempos.

Sentei no chão do banheiro já chorando muito, mas como sempre em silêncio, abri a caixinha e tinha que escolher qual delas eu iria usar, uma escolha difícil. Quando escolhi uma, eu fechei a caixinha e fiquei encarando aquela lâmina.

Eu- Pois é... eu sabia que você voltaria para os meus braços. – fiz um corte não muito fundo. – Será que mamãe está bem? – fiz mais um um pouco mais com força, mas aquilo pra mim só ardeu, apesar do sangue isso já não doía mais em mim. – Me desculpe... vovó.  – fiz esse na vertical e um pouco forte, o que fez sair muito sangue, tinha sido a primeira vez que saia tanto assim, minha visão foi ficando turva, e depois de um tempo, eu já não estava mais aqui.

P.O.V TAE

Depois que a S/n foi embora eu fiquei um pouco preocupado, não parecia que ela estava bem, acho que ela não está assim só pelo Jimin e por mim. Então decidi ir até a casa dela pra conversar. Peguei um taxi e fui até lá.

Cheguei e toquei a campainha, quem atendeu foi a empregada.

Eu- Olá, a S/n está? – perguntei com um sorriso no rosto.

Empr- Está sim, ela está no quarto dela, quando chegou foi direto pra lá. – ela disse e deu espaço  pra eu passar. – quer que eu a chame?

Eu- Não é necessário, eu vou até lá. – disse, ela se curvou e foi para cozinha.

Subi as escadas e fiquei indeciso de qual dos quartos eram naquele enorme corredor, optei em entrar no último e bingo. Aquele com certeza era o quarto dela, por causa do estilo um pouco mais “moleca” que eu amo muito nela. Mas ela não estava lá, olhei por todo quarto e avistei uma porta, talvez seria o banheiro, fui até lá e bati umas três vezes na porta. – S/n? Você está ai? – ninguém respondeu. – S/n, vamos conversar, por que você saiu daquele jeito? Realmente foi somente pelo Jimin e por mim? – Ela não respondeu. Talvez ela não estaria ali. Me virei para sair mas antes olhei para a porta de novo, e de relance olhei para o chão, o que me assustou porque eu vi algo vermelho passando por debaixo da porta. Sai correndo e abri a porta com uma certa brutalidade. S/n estava caída no chão e sangue escorria de seus braços, eu fiquei paralisado.

Eu- S/N!!! – sai de minha posição e fui até ela.-S?N ACORDA. POR FAVOR ACORDA, FICA COMIGO!!! SENHORA!!! SENHORA!!! POR FAVOR CHAME A ABULÂNCIA RÁPIDO! – ao ouvir meus grito a empregada veio correndo e quando viu a cena ficou em choque e começou a chorar, e saiu correndo provavelmente para chamar a ambulância. – Calma meu amor, vai ficar tudo bem. Fica comigo, okay? – eu estava cheio de sangue, por que ela fez isso consigo mesma? Abracei ela mais ainda.

Depois de um tempo a ambulância chegou e a levou até o hospital, eu fui junto. Quando chegamos eles a levaram para uma sala e me disseram para esperar lá fora. Liguei para os meninos, e quando eles chegaram expliquei para eles.

 Hope- Por que ela fez isso?- ele disse chorando também

Jin- Com certeza ela estava com problemas. A amiga dela, a Lala, está vindo para cá. Ela ia fazer uma surpresa para S/n, não sei se ela já chegou na Coreia. Vou ligar para ela, já volto. – ele disse e foi para fora do hospital. 

Eu- E o Jimin?

Yg- Não conseguimos falar com ele.

Eu- Ah... – Jin volta e diz que vai buscar a Lala no aeroporto, assentimos e ele sai.

P.O.V JIMIN

Eu estava no ginásio da escola jogando basquete, meu celular não parava de tocar. Todos os garotos, inclusive Taehyung me ligaram umas mil vezes e eu não atendi nenhuma. Parei para beber água e tinha uma ligação perdida da S/n... S/n? O que ela quer também? Decidi retornar a ligação dela.

LIGAÇÃO ON

Xxx- Alô??

Eu- Quem fala? Esse celular é da S/n.

Xxx- Sou eu Jimin, Taehyung. – nesse momento meu sangue ferveu e eu ia desligar. – Não desliga Jimin, você precisa vir ao hospital. – ele estava com uma voz de choro.

Eu- O que? Por quê?

Tae- A S/n...

Eu- O que tem ela?

Tae- Ela cortou os pulsos e perdeu muito sangue. Ainda não sabemos o estado dela, mas estamos a um bom tempo aqui. – naquela hora eu paralisei, não sabia o que fazer. Por que ela teria feito aquilo. Desliguei o celular e sai correndo para o hospital.

Calma meu amor... eu estou chegando. NÃO ME DEIXE.


Notas Finais


Desculpem-me os erros, está pequeno mas foi o que saiu <3 até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...