História De Volta ao País das Maravilhas - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland)
Personagens Absolem, a Lagarta, Alice Kingsley, Chapeleiro Maluco, Coelho Branco, Dormidonga (Mallymkun), Gato de Cheshire (Gato Risonho), Lebre de Março, Personagens Originais, Rainha Branca, Rainha Vermelha, Tweedle-Dee, Tweedle-Dum, Valete de Copas
Tags Ação, Alice In Wonderland, Aventura, Livros, Romance
Visualizações 10
Palavras 686
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu não me aguentei, e escrevi de madrugada. Caso tenha alguns erros o culpado foi o sono

Aviso: quando o texto estiver em itálico, os personagens estarão pensando. Certo? Certo.

Com vocês, o capítulo.

Capítulo 2 - 01


Fanfic / Fanfiction De Volta ao País das Maravilhas - Capítulo 2 - 01

 Quanto mais tempo passava naquele lugar, mais a cabeça de Alice doía.

Os problemas que enfrentará nos últimos dias haviam mexido muito com o psicológico da garota. Pensava cada vez mais em como tudo aquilo fora real. O país das maravilhas, isso mesmo, o lugar que todos diziam que a mesma havia inventado, estava deixando de existir aos poucos.

Ela sabia que não podia voltar, e nem mesmo falar com alguém. Mas aquilo lhe fazia um mal, que nem mesmo seu psicólogo poderia entender.


O céu estava limpo pela manhã, como sempre costumava estar. Sua mãe cantarolava na cozinha, e seu pai... bem, digamos que ele deixou a menina de lado por conta do trabalho.

- Bom dia querida. - disse Miranna entregando a garota um generoso prato de panquecas - Dormiu bem?

Claro que não, Alice nunca dormia bem, os remédios para insônia não surtiam efeito, os pesadelos eram os piores possíveis.

- Sim - mentiu - ,e você mamãe?

- Bem.

Apesar de ser mãe e guardiã legal da menina, a mulher nunca quis aceitar que sua filha tinha tais problemas. E esses problemas fizeram com que virasse piada entre a família.

Na escola, era taxada como louca. O que fazia com que a mesma acreditasse.

Visitas frequentes ao psicólogo, remédios para dormir, sessões de hipnose, tudo isso desde que comentou com sua mãe o dia em que partira de seu amado país, e como aquilo lhe doía. Ela sabia que aquilo tinha sido real, ela sabia que nada que dissessem mudaria aquilo. Mas aos poucos, bem aos pouquinhos, toda aquela certeza ia se esvaindo. Ela queria voltar. Ah como queria. Poder olhar para aqueles que conhecia, e os reencontrar. Mas em parte, era impossível.

Após terminar seu café, seguiu para seu quarto, e lá ficou, até que o relógio marcasse sete horas.

Lá estava ela. Em fentre ao grande edifício onde todos os jovens são obrigados a ir: a escola.

- Vejam só o que o coelho trouxe. - disse Benjamin.

- Bom dia Ben. - disse a menina lhe dando um sorriso amarelado.

Benjamin, era uma das poucos pessoas que não julgavam a garota por seus "problemas psicológicos". Em parte ele até entendia. E sempre gostou de ouvir suas histórias sobre o tal país. Sem contar que nutria um sentimento extra pela loira, que não corresponderá, pelo fato de não ter a mínima ideia.

- Não fique assim Ali. - disse menor - Me conte uma de suas histórias? Quem sabe assim não se alegra.

- Ben você sabe todas as minhas histórias de trás pra frente. - disse a loira com um sorriso nos lábios - E outra, Rose esta vindo ai.

Os dois olharam para a mesma direção, e não demoraram muito para encontrar grandes cabelos ruivos correndo em sua direção.

- Oi... Bom dia... Como... Nunca mais corro. - disse a ruiva enquanto ofegava.

- Bom dia Rose! - disse Benjamin muito alegre. Para Alice, alegre até demais.

Os dois tinham um plano. Bem besta para falar a verdade. Ben pediu - quase implorou - para que Rose o ajudasse com Alice. E a ruiva, aceitou, com tanto que Alice contasse sua histórias para ela.

Pondo o plano em pratica, estavam se abraçando, e trocando carícias, quase como um casal. A cena deixava a loira incomodada. Sentia que estava atrapalhando.

- Eu... Vou deixar vocês sozinhos. - disse Alice se virando para sair.

- Não, fica. - o tom se suplica na voz do garoto era perceptível, até demais.

- Estão juntos? - a perguntava pairou no ar por alguns segundos até que Rose respondeu.

- Oh meu Deus - disse rindo - não. Não se preocupe Ali, Ben é todo seu.

As últimas palavras fizeram a garota corar intensamente. Seu coração batia forte, e ela sabia o motivo. Mas não sentirá nada assim desde que a toca se fechou. 


 Ben e Rose falaram nada de especial, ou alguma atração que sentem um pelo outro. Mas mesmo assim me sinto incomodada. 


 Pensando dessa forma, Alice deixou seus amigos para atrás, que a olhavam se perguntando se algo dera errado. 


Notas Finais


Pequeno? Se fosse pequeno eu estava feliz, esse é microscópico.

Mas estou feliz, com o fato de estar escrevendo em terceira pessoa, e estar me saindo relativamente bem.

Eu não tenho ainda certinho todos os personagens. Mas fica ao critério de vocês. Caso queiram saber como eu imagino os personagens, falem 'please'.

Aaaaaa já ia esquecendo, a historia se passa nesse século, nesse ano pra ser mais exata. Eu não seu escrever muito bem coisa se época e etc.

É só isso por hoje - ou não - beijinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...