História De volta para casa - Capítulo 6


Escrita por: ~

Visualizações 6
Palavras 1.696
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oie.. bbs, turubom com meus babys?..

Capítulo 6 - Domingo tranquilo


Fanfic / Fanfiction De volta para casa - Capítulo 6 - Domingo tranquilo

A festa teve seus altos e baixos, como eu imaginava. Eu aproveitei cada minuto que estava lá, pelo menos eu tentei!! Ter ido ao quarto de Ted, me fez lembrar de momentos agradáveis de minha infância, na verdade, estar ao lado dele me deixa feliz e incomodada ao mesmo tempo, mas um sentimento bom.

   Ava e Phoebe foram muito gentis comigo, ambas tem praticamente a mesma idade, e se dão muito bem.

Nathalie dançou a valsa junto com Ted, acredito que os senhores bem vestidos que estavam em uma longa e entediante conversa com Christian e Ana, eram pais dela. Algo me diz para me afastar deles, eu sinto que estou interligada a sentimentos medonhos.

- Acredito que você aproveitou bem a festa..- diz meu pai, ao entrar no meu quarto, já era manhã de domingo. A festa a noite me consumiu de uma certa maneira, que eu capotei em cima da cama igual a um boto encalhado.

- bom dia..- digo, abrindo os olhos, e vejo ele abrindo a única cortina de meu quarto deixando o sol entrar..

- Fiz café novinho, e comprei algumas coisas para o café..- diz entusiasmado, talvez pela minha presença.

- Dia de folga?- digo, tentando levantar e ele está indo em direção ao corredor.

-Sr.Grey me deu o dia de folga para aproveitar, me recompensou por ter feito hora extra na festa ontem..- diz ele satisfeito e orgulhoso.

- A festa foi até tarde ontem?..- pergunto inofensivamente. Ele apenas concorda com a cabeça e não diz mais nada sobre o assunto, sinto que ele não quer entrar em mais detalhes.

Entro no banheiro e sinto a água cair em meus ombros, relaxando meu corpo, me descarregando de toda aquela adrenalina e energia de ontem. Desço a estreita escada e me sento ao lado dele, ele sorri e toma um gole de seu café, tinha pães, bolo, café e algumas misturas para por no pão, típico café da manhã, adoro!!

- Pai, aonde eu vou estudar?..- pergunto, pois não terminei o ensino médio, falta alguns meses para terminar as aulas e enfim me formar, preciso pensar em que carreira seguir, pois a pequena poupança que tenho guardada, garantirá a metade do valor da faculdade, pretendo tentar a bolsa, mas tenho que pensar nas outras possibilidades, tem o vestibular, e tudo mais!! Nossa dei um nó em minha cabeça.

- A cidade mais próxima daqui é Seattle, irei conseguir uma escola pública e boa para você. - diz com cautela..

Não me caiu a ficha a mudança ainda, não acredito que amanhã não verei a Paola minha amiga, a única pessoa que não sentirei falta é da Giovanna, isto realmente é um fato bom. Logo ouso batidas na porta, meu pai da um pulo e como um foguete abre a porta de uma forma educada, tomando uma postura reta.

- Desculpa encomodar a essa hora Taylor, mas queria fazer um convite a Sophie!!- diz Phoebe em frente à porta.

- Capaz, senhorita, Sophie irá lhe atender, por favor fique à vontade - diz meu pai com cautela.

-Taylor, não gosto de formalidades, sabe que gosto que se refira a mim pelo meu nome!!- insiste ela, e ele fica sem jeito e se desculpa..

Eu logo apareço, ela me abraça apertado, o ar me foge e me sinto feliz de sua efetividade.. logo ela prossegue em falar.

-Sophie, eu realmente falei sério na festa, quero por o papo em dia!! Topa sair comigo? Vamos ao centro? Assim te apresento a cidade a você!!- diz em um tom de autoridade.

Eu concordo, apesar de não estar com uma roupa apropriada, ela se recusa a me esperar eu me arrumar. Mas me deixa escovar os dentes, arrecem tinha terminado de comer. Subo a escada as  pressas e escovo os dentes, coloco meu All Stars preto e pego minha jaqueta de jeans e desço, ela está com os braços cruzados, ela odia esperar.

- vamos? Paul vai nos levar, se você não se importar Taylor..- meu pai da de ombros, e ela está com um sorriso travesso.

Vamos até o centro de Seattle, estava cheia de pessoas em volta, em pleno Domingo!! Lojas e mais lojas, descemos e compramos sorvete, ao longo que caminhamos, Paul o segurança/ motorista, nos acompanha, é desconfortável, mas ela parece nem dar bola, talvez já está acostumada a ser seguida por ele.

- Amo meu irmão, e adoro uma festa. Ontem estava tudo magnífico, porém cansativo, Theodore não costuma dormir em casa, ele fica no Escala, o apartamento em que meu pai morou quando era solteiro. O problema é que Ted sempre pega no meu pé!! É impossível aguentar..- desabafa ela..

- Achei que ele morava junto com vocês!!- digo espantada.

- não, graças a Deus!! Eu o amo, mas aturar ele 24h por dia já é penitenciária.. ele apenas mantem o quarto do jeito dele- diz logo soltando uma gargalhada.

Depois de caminhar sem direção, esbarrar em pessoas apressadas, e um sol exuberante. Ela decide ir ao Shopping, eu tento pensar em uma desculpa para voltarmos para casa, mas quem domá Phoebe Grey? Apenas Theodore Grey!!

No Shopping, entramos em todas as lojas, ela compra algumas roupas para ela, e tenta me convencer a aceitar presentes!! Eu me nego, não posso, isto ela tem que entender. Ela não exita e me compra umas 4 peças de roupas, eu no fundo eu estava dando pulinhos, ela tem bom gosto, recuso os presentes, mas ela não me dá ouvidos e logo alcança o cartão a atendente.

- Phoebe, eu realmente agradeço, mas não precisava, da tempo de devolver..- digo tentando fazer ela me olhar no olhos.

- se recusar ficarei chateada, presente não se nega, se aceita!! Acho que vai cair bem em você.- ela sorri p mim e eu a retribui com um sorriso maior ainda.

A manhã passou correndo. Dentro do carro, Phoebe me conta que não aguenta mais ouvir a voz de Nathalie, diz que ela não fala, ela geme!! Eu concordo, mas fico quieta ouvindo. Ela me conta que ela e Ted são apenas amigos, que Nathalie é apaixonada por ele e deixa isto bem claro, já Ted nunca foi apegado a relacionamentos.

A esperança que tinha quando ela falou 'eles são só Amigos' me deixou contente, apesar que me lembro da última vez que o vi agarrado nela no estábulo, me faz repunar. Mas logo perco o brilho no olhar quando ela diz 'ele não se apega em relacionamentos', talvez ele só queria amizade, uma amiga para dividir experiências e momentos.

Chegando em casa, meu pai não estava, sua folga era algo muito bom para ser verdade!!

Vou até a cozinha e preparo panquecas e um suco natural, me sento para comer e ouso baterem a porta. E eu a abro.

- Espero não estar atrapalhando, está almoçando?- Diz Theodore com uma roupa social e jaqueta de couro, totalmente diferente, diferente de quando estava de terno, eu o convido para entrar.. ele está lindo..

- Quer almoçar? Fiz panquecas..- ele fica surpreso e aceita, senta junto comigo a mesa.

- Não sabia que tinha dotes culinários!!- diz se servindo.. - Está muito bom, parabéns Sophie!!- logo da mais garfadas, eu dou um sorriso de agradecimento pelo elogio..

- não sei desenhar igual a você, mas sei me virar entre as panelas..- ele da um sorriso tímido, depois do almoço ele pega um papel que estava em sua jaqueta de couro e me entrega.

- Pensei na nossa conversa de ontem, e você estava certa, eu sempre procuro aperfeiçoar meu desenhos, sem dar importância a suas naturalidades.- diz parecendo distante, talvez ele estiverá realmente pensando sobre o que eu disse.

Pego o desenho e olho novamente, é impossível não notar o talento dele. Ele me ajuda a tirar a mesa, se senta no balcão de frente a mim, enquanto lavo a louça, sinto o rosto ficar vermelho..

- Se importa se eu desenhar você?..- pergunta, me deixando sem chão!! Me desenhar?!..

- Não me importo, mas garanto que tem pessoas mais interessantes para você desenhar!!- digo pensando em Nathalie, ela é mais bonita que eu e com certeza tem muita mais a ver com ele. Ele solta um suspiro.

- Se existe, ainda não encontrei, já te disse o quanto você é interessante!! Se eu encontrar esta pessoa, ela terá o azar de me conhecer, pois não sou bom o suficiente para fazer alguém feliz!!- diz ele, pegando um lápis que tinha em meu estojo, estava em cima do sofá, junto ao meu material.

Azar em conhecer você? Eu não diria, pois você é muito mais do que pensa!! Ah Theodore, tão inseguro de si e ao mesmo tempo tão adorável.

- Porque azar em conhecer você?! Não diria isto, Theodore, suas obras de arte são uma mostra do grande homem que você é!! Talentoso, autêntico, gentil, deveria ser mais seguro de si mesmo!! Azaradas são aquelas pessoas que não tem oportunidade de conhecer você de verdade!!- digo e ele ri sem tirar os olhos da rascunho que faz de meu rosto no papel.

- Admiro sua ingenuidade, senhorita!! Mas como te disse eu preciso ser convicto, não cabe a mim ter a oportunidade da dúvida.. não sou bom o suficiente e isto eu sei!!- diz ele..

- você diz em ser convicto, mas nós dois sabemos que você tem muitas duvidas, e para ser convicto vc precisa ser seguro de si, saber oque quer..- digo, ele afasta o desenho e me encara..

- acertou em cheio Sophie, agora, você sabe muitas coisas a meu respeito, então me diga, que tipo de dúvida eu aparento ter?- diz me desafiando a decifra-lo.

- não posso afirmar nada, simplesmente eu vejo que não se sente confortável em certas situações..- digo um pouco frustrada com minha resposta.

- mas você afirmou que sou um homem com duvidas, e acertou.. e eu vou responder a pergunta que fiz a você.. minha dúvida no momento é, será que devo beijar você? não tem nada me impedindo, apenas este balcão, não me custo fazer a volta sobre ele, mas tenho medo que fuja..- diz se aproximando de mim..

Acho que ele não estava esperando eu responder sobre se deve ou não me beijar, ele veio e automaticamente eu fui ao encontro dele, e ele me olha pedindo permissão ao me beijar e eu concedo, um beijo longo e de tirar o fôlego.


Notas Finais


Amores, vou postar 6 capítulos e amanhã tento postar mais alguns.. quem estiver muitooooo ansioso com o percurso da história, pode acessar o Wattppad.. no Wattppad estou no capítulo 46.. e tudo oq estiver lá, vai ser passado aq, caso vc não queira esperar até amanhã.. bjosss de luz bbs
Meu perfil no Wattppad é @shophiesouzas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...