História Dead Leaves ~ VHope - Capítulo 48


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 130
Palavras 905
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 48 - I Love You


Visões: uma luz, subi em direção dela, entrei em um jardim através de um portão de ouro, um menino veio calmamente em minha direção “Olá, irmão” – essas foram suas palavras, era Yoongi, abracei-o forte e perguntei como ele estava, respondeu que estava muito bem, que aquele lugar era maravilhoso e que ele estaria sempre comigo para me cuidar, mesmo não estando na Terra.

Ele segurou minha mão e me guiou por todo o pasto verde até chegarmos em uma colônia, depois de um lago, várias pessoas viviam ali, umas cuidavam das plantas, outras pegavam água em jarros.

Ele me levou até uma caverna, atrás da cachoreira gigante que esbanjava seus litros molhados, lá, havia uma pequena caixinha, um baú de madeira, quase que minúsculo, abri-a e contia nela uma pena branca.

“A outra metade do seu colar está com a outra metade de sua alma, aquele que você ama, aquele que te completa” – sorri ao lembrar do sorriso de Hobi e Suga percebeu isso. - “Deus precisa que você conheça o mal como ele conheceu, para que você e o outro estejam preparados para realizar o plano do maioral. Eu sinto muito” – ele pegou a leve pena e colocou-a em minha mão, fechando-a em seguida. Apaguei na mesma hora, e vi todo o nascimento de um novo menino. Seu nome? Kim Taehyung.

Dois pais olhando-o e admirando, agradecidos por tudo. Ele era lindo, cheio de felicidade, mesmo que possuísse estranhas marcas nas costas, dadas como “anomalias” pelos médicos, seus pais o amavam. Como presente, a mãe deu ao garoto um colar com uma asa de um anjo que comprara em uma loja de suvenirs.

Até que em um dia, alguns anos depois, ao entrarem no carro, um caminhão pegou-os enquanto dirigiam por uma avenida movimentada. Dois mortos, uma criança orfã. Os avós muito cuidadosos ficaram com a guarda. O menino com uma marca enorme e profunda no coração.

Uma adolescência difícil, xingamentos e apelidos, os quais ele nunca fez por merecer, todos o odiavam e a única coisa que ele fazia era ignorar e continuar a estudar, uma vez tentou o coral da escola, mesmo que a professora dissesse que sua voz era maravilhosa, os coleguinhas lhe jogaram tomates ao palco. Outra vez, tirou nota máxima na prova de física. “Olha o nerdão”, foi o que recebeu de parabenização. Certa vez virou um saco de pancadas porquê foi obrigado a ajudar o mais popular da sala e não conseguiu, o garoto rodou de série e pôs toda a culpa em Taehyung, como se ele tivesse alguma culpa. Foi então que descobriu sobre o amor que uma menina tinha por ele. Bora, era o nome dela, ela era linda. Tiveram sua noite maravilhosa, uma semana depois ela misteriosamente se mudou da cidade, deixando o menino sem nenhuma notícia. Mas agora com a descoberta de um poder peculiar, em uma noite, foi dormir mas percebeu participar de outro sonho, dando prazer a um menino, Jaehyun, o garoto mais hétero da escola, parece que não, a primeira vítima. Esses sonhos se repetiram para Tae e para o outro, que morreu um mês depois, nem os médicos souberam dizer a causa da morte, ele só estava muito pálido, petrificado, sem energias.

Taehyung ficou preocupado com o que poderia ser, pesquisou sobre e descobriu, ele era um Íncubo, um demônio disfarçado. Ele poderia ter se vingado, de todos os que lhe causaram mal, poderia ter acabado com cada um, a sangue frio, mas seu coração era tão puro que a única coisa que ele fez foi acabar consigo mesmo através de cigarros.

Algum tempo depois, a segunda vítima, a líder da torcida escolar, Taeyeon, morreu também, sem causa aparente, depois de mais alguns anos foi um garoto chamado Mark, o presidente do Grêmio Estudantil, depois dele foram Kogyeol, Donghae, Ji Nam, Junhyung, Wendy, Haechan, Seungri e outros mais.

Até que, os avós do menino morreram, isso fez com que ele tentasse de todas as maneiras evitar isso, foi quando as almas que ele matou passaram a voltar e assombrá-lo, ele passou a ser frio e esconder os sentimentos bons que ele tinha guardado no coração, até a chegada de um tal garoto, seu novo vizinho, Hoseok.

“Agora você já sabe o que acontece na sua história” – Jin disse – “Porém, novamente irei te dar duas opções, a primeira é: eu irei te levar para o céu e você estará livre de todo o peso que terá de passar, a segunda é: você volta para o seu corpo agora e luta até o fim pela salvação de sua alma e a de Hoseok, juntos”

Sem exitar nem pensar duas vezes respondi:

“Hoseok não irá se livrar tão fácil assim de mim, eu não irei desistir dele”.

“Então, boa sorte na sua jornada, não conte para ele que eu estive aqui com você, apenas conte o que você viu”  - assenti e o hyung encostou no meu colar.

Senti meus ossos estralarem e meus músculos estenderem. Meus olhos abriram e eu cai na cama novamente.

- Tae! – Hope me puxou me colocando em seu colo – Meu Deus! – começou a chorar – Eu fiquei preocupado! – ele alisou meus cabelos e coloquei a mão em seu rosto.

“Promete para mim que você vai ficar comigo até o final?” – perguntei mentalmente para ele. Inicialmente, ele se assustou por eu estar nos pensamentos dele mas assentiu.

- Eu prometo!

- Eu te amo! – falei e selei nossos lábios.


Notas Finais


Espero que tenham gostado desse flashback todo! Comentem o que acharam!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...