História Dead Roses (Vkook) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Sugamin, Taekook, Vkook, Yoonmin
Visualizações 335
Palavras 597
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Em minha defesa, eu estava em semana de provas e com criatividade -1.
Perdão pela demora e se o capítulo estiver meio bosta, não desistam de mim

Capítulo 9 - And whatever I lack, you make up.


"Nós estamos correndo tão rápido e nós nunca olhamos para trás, e tudo o que me falta, você compensa. Nós fazemos uma equipe muito boa e, embora nem todos veem, temos essa química louca entre nós."

For Him - Troye Sivan

×÷×÷×÷×÷×÷×÷×÷×÷×÷×

Se passou uma semana desde então. Jungkook e Taehyung estavam em um quase relacionamento. Todas as noites, no meio da madrugada, Jungkook invadia a casa do seu loiro e dormia com o mesmo. Nem sempre dormiam, se é que me entendem. E foi assim na noite anterior. 

Em pleno sábado, Jungkook acordou com o sol em seu rosto. As cortinas do quarto de Taehyung eram claras, então os raios de sol invadiam facilmente o quarto em todas as manhãs. Coçou os olhos e escondeu o rosto no peitoral do maior. Adorável.

Recebeu um beijo em uma das têmporas e um carinho na nuca. Taehyung havia acordado.

- Bom dia, Taetae. - O moreno disse rouco.

- Bom dia, Gukkie. - Respondeu e sorriu ao ver seu quase namorado nu na cama, o que o fez lembrar da noite anterior.

Haviam combinado de ver um filme juntos, mas acabaram se beijando e não conseguiram parar a partir daí. 

- Ei, precisamos levantar. Vai dar a hora do almoço e você precisa tomar café para que não se sinta cheio depois. - Taehyung disse após ver a hora em seu celular.

Ouviu um resmungo do moreno como resposta.

- Eu não quero levantar. - Abraçou Taehyung com força e bocejou. - Ah não ser que me leve no colo até o banheiro e tome banho comigo.

- Dá última vez que fizemos isso nós quase perdemos aula. 

- Mas hoje é sábado! Por favor. - Fez beicinho. Sabia que o seu loirinho não resistia.

- Ok, ok. - Se levantou da cama e Jeongguk, inevitavelmente, olhou para o seu corpo completamente nu. 

As costas arranhadas, o cabelo bagunçado; fora alguns cortes em sua boca. Tudo indicava que tiveram uma noite mais que perfeita. 

O moreno esticou os braços e Taehyung o pegou no colo. De forma desajeitada, caminhou com ele até o banheiro e ligou o chuveiro.

Tomaram um banho demorado. Ora brincavam, ora se beijavam, ora levavam o banho à sério.

- Tae, preciso de uma cueca e uma roupa sua. - Jungkook disse ao sair do banho com uma toalha enrolada no quadril.

- Um minuto. - Foi até sua gaveta e entregou uma cueca e uma roupa para Jungkook.

Suas ommas iriam passar o dia fora, já que trabalhavam em dias de sábado. Decidiram passar o dia juntos.

Se desligaram de celulares e se dedicaram apenas à companhia uma do outro. Viram filmes, cozinharam juntos, ou tentaram, e trocaram carícias e beijos o tempo inteiro. Definitivamente, um casal.

- Gukkie, eu estou gostando muito de estar com você e de estarmos desse jeito. Eu não quero te forçar à nada, mas eu queria que me fizesse uma promessa. Eu gosto muito de você e preciso que me faça me sentir seguro, porque daí eu vou saber se posso ou não me entregar.

- Apenas diga. - Respondeu e desviou seu olhar da televisão para olhar Taehyung.

- Promete que nunca mais vai me machucar? 

- Prometo. - Ergueu o dedo mindinho.

Entrelaçaram os dedos e sorriram um para o outro. Estavam felizes, porém a omma de Jeongguk não estava nem um pouco. Estava preocupada com a ausência de seu filho e em como ele estava passando tanto tempo com um garoto que grande parte das pessoas sabiam que era gay.

Era impensável que os dois pudessem ter qualquer tipo de relação homoafetiva para Eunji, mas agora já era tarde e os dois jovens se apaixonaram.


Notas Finais


Um cocô, perdão.
Prometo fazer melhor no próximo capítulo, se bem que é muito capaz de vocês ficaram levemente putas no próximo.
Obrigado pela paciência e por lerem até aqui ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...