História Dead to me - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Kriss Ambers, Maxon Calix Schreave
Tags A Seleção, América, Amexon, Maxerica, Maxon, Romance
Exibições 85
Palavras 1.312
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente, estou a aqui para trazer com muito carinho essa fic pra vc, leiam escutando a música Dead to me da Melanie Martinez porque a fic é inspirada nela.
Boa leitura.

Capítulo 1 - Capítulo único


Faziam mais de 5 meses que eu não via Maxon, não conseguia o encarar depois do que ele fez comigo, passou por cima de todos os meus sentimentos como se eu não fosse nada, como se ele não se importasse comigo, ele destruiu meu coração, partiu ele em mil pedaços, me fez ter vontade de desistir de viver, mas eu jurei para mim mesma que teria volta.

Tudo estava prestes a mudar hoje, essa noite eu iria finalmente me reencontrar com Maxon, eu mandei uma mensagem para ele pedindo que me encontrasse na praça onde ele me pediu em namoro às 19:00 e ele respondeu dizendo que estaria lá, Oh Maxon você não faz ideia do que te espera.

Eu entrei no carro e parei uns três quarteirões antes da praça fazendo o resto do percurso a pé. Quando cheguei na praça Maxon estava sentado no nosso banco, me aproximei dele e fiquei em sua frente e ele se levantou.

- America eu quero me desculpar...- eu coloquei o dedo em sua boca o fazendo parar de falar.

- Shh! Maxon meu querido, eu não estou aqui para ouvir desculpas, o passado fica no passado.

- Então o que você quer America?- ele me encarava curioso

- Apenas matar a saudade.- cheguei bem perto do seu ouvido e dei uma mordidinha

- America eu estou noivo da Kriss.- ele disse tentando se afastar mas eu segurei sua cintura o mantendo próximo

- Eu sei querido, mas você também estava comigo quando começou a sair com ela.- eu sussurro em seu ouvido

- America, eu já me desculpei e...- eu o interrompi o beijando intensamente e bastaram três segundos para que Maxon passasse a corresponder o beijo, ele passou a mão pela minha cintura me puxando mais para perto, nosso beijo foi se tornando mais urgente.

- Vamos para um lugar mais reservado.- eu disse parando no beijo.

Ele apenas acentiu e eu peguei em sua mão o puxando para onde meu carro estava, era uma rua deserta, não tinha ninguém por perto então eu fui para trás de Maxon e comecei a dar beijinhos em seu pescoço, quando ele estava distraído peguei a seringa e esperti em seu pescoço depois arremesso ela pra baixo do carro.

- Aí!- ele exclamou, se virando- o que foi isso?

- Te dei uma mordidinha. Agora vamos entre no carro.

Assim que ele entrou no banco do passageiro eu dei a volta e entrei no do motorista.

- America, e...eu não consigo v.. ver na..nada.- e então ele apagou.

Agora sim America Singer terá sua vingança, ninguém brinca com os meus sentimentos. Ninguém!

Dirigi até o galpão que era usado de depósito pela empresa da família dele, mas estava abandonado faziam anos, deu um certo trabalho para levar Maxon para dentro mas eu consegui, o coloquei deitado em uma cama de ferro com um colchão em cima, eu havia levado algumas coisas para lá mais cedo, amarrei seu braços e pernas na cama e fiquei ali esperando ele acordar, ele abriu os olhos, olhou para um lado, para o outro é depois me encarou.

- Onde eu estou? O que você vai fazer?- ele tentou se mexer mas percebeu que estava preso- Por que eu estou preso?

- Ah meu amor, eu não vou fazer nada, fique calmo.- disse lhe dando um beijo calmo e subi em seu colo coloquei uma perna de cada lado de seu corpo e voltei a beijá-lo, agora um beijo urgente.

- America.-ele disse antes de começar a beijar o meu pescoço.

- Diga Maxon, diga que sente minha falta..- eu falei ao seu ouvido.

- Sinto America, sinto muita falta sua.

- Ela é boa como eu Maxon?

- Não America, ela não é boa como você.- enquanto ele falava eu desabotoava lentamente os botões de sua camisa revelando seu corpo definido. Me abaixei e comecei a beijar a orelha de Maxon.

- Maxon?

- Sim America.

- Ela te satisfaz Maxon?

- Não America, ela não me satisfaz.- ele queria continuar mas eu levantei, ajeitei o vestido e o encarei.

- Então você fez a escolha errada.- eu disse virando de costas para ele e caminhando até uma mesinha que eu tinha colocado ali perto.

- America, não me deixe assim, eu te amo.

Me abaixo e peguei uma faca de dento da última gaveta, me virei e caminhei em sua direção, cheguei bem perto dele e encostei a faca em sua boca.

- De todas as mentiras que você já me disse, essa foi a que mais doeu.

- Não America, não faça isso, não faça essa besteira.- ele me olhava desesperado

- Oh Maxon, querido, você quer me dar lição de moral sobre fazer besteiras? É isso mesmo que estou ouvindo.- eu disse passando a faca pelo seu abdômen

- America, é totalmente diferente, eu não..- eu voltei a colocará a faca em sua boca o interrompendo

- Você vai dizer que foi diferente o que você fez comigo? Maxon no momento em que eu vi você com aquela biscate na nossa cama eu morri Maxon. Você tinha meu coração em suas mãos Maxon, eu ia abrir mão de tudo que eu tinha pra ficar com você, minha carreira, minha família, minha vida, mas não, você decidiu me trair, Maxon você despedaçou meu coração, fez dele um monte de cacos e eu nunca vou conseguir juntá-lo novamente.

- America, me desculpe.

- Não se desculpe Maxon, você me mostrou o que o amor faz com as pessoas, e eu quero te dizer uma coisa, as únicas pessoas que podem te odiar verdadeiramente são aquelas que já te amaram verdadeiramente Maxon, e eu te amei mais que tudo, mais que a minha vida.

- America eu não sabia que você se sentia assim.

- De qualquer maneira não importa mais, o que você fez já está feito, mas Maxon eu não vou conseguir seguir em frente, não enquanto você ainda estiver vivo.

- America por favor, não faça isso.- ele suplicava, eu via as lágrimas correrem por seu rosto.

- Maxon, você já está morto pra mim eu me pergunto se você é capaz de trair do subsolo.

- America, isso não é a melhor decisão a se tomar.

- Maxon, você acabou com a minha vida e nem se deu ao trabalho de me procurar para explicar, está na hora de eu acabar com a sua, eu preciso te matar, é a única maneira de você ir, ir de verdade, sair da minha cabeça.

- America, me desculpe, por favor não, America não.

- Minhas condolências Maxon, é o que dizem quando se perde alguém, não? Eu quero te matar, quero te tirar da face da minha Terra. Vou enterrar essa pulseira ridícula que você me deu como prova de nosso amor junto com você.- disse jogando a pulseira em sua cara.

- America não precisa ser assim, nós podemos dar um jeito.

- Não! Maxon não tem jeito, eu preciso tirar você dos meus pensamentos, eu preciso enterrar nossas memórias e quem sabe assim eu finalmente me livre de você. Mas fique tranquilo, eu vou estar em seu enterro, vou chorar com sua família, vou dar uma flor pra sua mãe, mas essa é a única maneira de você ir.

Antes que ele voltasse a falar eu fiz o que deveria fazer, olhava pra ele e comecei a chorar, eu o amava tanto, e o odiava por me fazer amá-lo eu não suportaria viver em um mundo onde ele não existisse, mas essa era a minha única escolha, ele fez a dele, eu fiz a minha. Recolhi as provas e fui embora.

Eu nunca mais o verei, mas ele estava morto pra mim já, ele morreu junto comigo no dia que descobri que ele estava me traindo.

- Maxon, esse era o único jeito, eu te amo.


Notas Finais


Estou arrasada, espero que tenham lido com a música porque ela que inspirou a fic é também espero que tenham gostado, vocês podem me encontrar na fic que estou escrevendo com a minha amiga:
https://spiritfanfics.com/historia/atracao-fatal-7058292
Ou na outra one arrasadora que eu fiz:
https://spiritfanfics.com/historia/photograph-7110926
Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...