História Deadelus: Uma historia de aventura extraterrestre - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias 1408
Exibições 6
Palavras 473
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Survival
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Como tudo começou


Bem como tudo começou.... 

-A água esta acabando, não temos água suficiente para sobreviver aqui, aqui está se tornando um inferno Zenon, olha para lá, o planeta Terra, como evolui rápido, boa ideia dos nossos ancestrais mandar matérial genético para lá, aquele é o planeta do futuro, a evolução daquele DNA é muito rápida, daqui milhões de anos já pode haver vida inteligente lá. Temos que ir para lá. (Zenon)-Mas é pecado segundo os religio.... (Malok)-Cala a boca!!! Eles causaram tudo isso, se quisermos que nossa espécie sobreviva temos que fazer isso, tenta dar um passeio lá fora, quer morrer do que primeiro, radiação ou congelado?Esses religiosos são uns vermes, o nosso núcleo congelando, nossa atmosfera evaporando, nossa água virando gelo, tínhamos tecnologia para evitar isso mas por causa de uma crença do caralho nossa sociedade de 50 milhões de anos está indo para o saco por causa desses trouxas, mais de 99% da nossa população morreu por causa deles, eu odeio todos eles! Deadelus será a salvação da nossa sociedade, entenda Zenon, vamos morrer, e morrer logo, e nossa civilização também vai morrer logo, depois da grande guerra nuclear isso era inevitável, nosso planeta vai virar um vale de silicato, areia e ferro sem vida da aqui pouco tempo e só Deadelus  pode ser o nosso legado para daqui milhões de anos.....E ele entrou no quarto, bateu a porta e gritou –“eu odeio eles!” e começou a chorar e nunca mais saiu vivo de lá, causa da morte, auto índice de radiação no corpo, toda radiação que entrou em um buraco na parede, estava eu sozinho no inferno, não podia sair daquele purgatório, onde pessoas morriam todo dia por diferentes causas, frio, radiação, peste etc...será que tudo isso é culpa da seita? Das ilusões do homem? Era tarde para respostas. Em um ultimo passeio no automóvel blindado da radiação e frio de -30 graus, dava um ultimo passeio na cidade fantasma, não havia ninguém, ninguém mesmo, na penúltima parada, o grande templo, era do tamanho de uma cidade, mas estava abandonado, havia ninguém lá, eu era a ultima pessoa viva em Marte e estava convicto disso, para acabar essa historia de sofrimento, fui realizar o ultimo pedido de Malok, que era levar Deadelus para a terra, e aproveitei o ultimo foguete que estava previsto para chegar na terra, o Squark 0362, acionei, puis  la dentro o Deadelus e programei ele, e também puis  o manual dele e para acabar, as cinzas de Malok e vi aquela aeronave que iria para o planeta do futuro, mas não sei se chegará lá pois a quantia de gasolina é para uma atmosfera normal, não esburacada como a que tem hoje. E eu, sentado vendo o legado da nossa sociedade indo para longe enquanto eu morro e dou o ultimo suspiro da raça humana em Marte.                                

 


Notas Finais


Aproveite a leitura!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...