História Dear Child - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Jaehyun, J-hope, Jimin, Jisung, Mark, Personagens Originais, Suga
Tags 2hope, Bdsm, Ethan, Ethseok, Hoseok, Incesto, Linseok, Menção Yoonmin, Sadomasoquismo, Short Fic
Visualizações 188
Palavras 1.187
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


CHEGUEI desculpa a demora, o último capítulo de Fera e O falso Ômega junto da estreia de Delouyse tá me deixando doida kkk

Boa leitura

Capítulo 2 - 2. Hobi, dá beijinho pra sarar


Hoseok acordou ouvindo um barulho alto no andar de baixo, e nem precisou pensar duas vezes para saber que era o Jung mais novo tentando imitar uma bola de demolição. Com um suspiro foi para o banheiro apenas para escovar os dentes antes de descer, para prevenir que Linseok destruísse a casa.


O que raios você está fazendo? Hoseok indagou, apertava as têmporas com os dedos. O loiro estava com o fogão ligado, uma panela no chão, leite e farinha sobre a bancada e mais um monte de copos e tigelas sujos.


Nada, só o nosso café da manhã. – O menor explicou  com um sorriso doce no rosto. Tinha farinha e manteiga no rosto delicado.


–  Você vai limpar isso. O que está fazendo aí? –  Se aproximou do menor que virou para o outro lado. –  Linseok?


–  Se você ver agora vai querer meter  à mão e não vai sobrar nada!


–  Só fala o que é, bebê. –  Linseok semicerrou os olhos e mostrou a massa crua de biscoitos com gotinhas de chocolate que Hoseok tanto amava. –  Oh! Ah você é o melhor, pirralho.


O loiro fez uma careta e continuou a fazer seus biscoitos enquanto Hoseok mexia no celular e sorria toda hora.


|…|


Já na escola, Yoongi e Jimin estavam na entrada da quadra esperando por Hoseok. Aquele horário seria livre para estudos.


– Hoseok foi fabricar as próprias pernas para vir? – Jimin Resmungou, estava com o humor péssimo naquele dia. Não demorou muito para Hoseok aparecer, estava arrastando um Linseok irritado. – Quem morreu, baixinho?


O Jung mais novo apenas ignorou e foi para o outro lado, estava atrasado para aula. Os mais velhos se entreolharam e riram antes de fitarem Hoseok.


– O que você fez? – Yoongi foi o primeiro a perguntar. – Esse garoto parece um raio de alta voltagem, cadê a eletricidade dele?


– Tá fazendo pirraça porque eu não deixei ele dormir na casa de um amigo dele. Eu sabia que ele ter feito o café da manhã tinha algum motivo. – Resmungou o moreno e arrastou os outros dois para dentro da quadra, ficariam ali até o próximo horário. – O que querem fazer?


– Deixar você de vela seria uma boa, né Yoon? – Jimin disse com um sorriso de canto, e Yoongi lhe mostrou o dedo do meio, este que o menor tratou de morder a ponta.


– Que merda vocês. – O moreno resmungou, deixou o corpo cair na arquibancada, fitando a cobertura, havia uma bola de vôlei presa entre as vigas. – Preciso de um conselho, sério.


– Pode falar, hyung! – O humor do Park parecia ter mudado um pouco, apesar da carinha continuar meio irritada. Hoseok o encarou, depois encarou Yoongi que estava andando pela quadra a procura de uma bola. O moreno suspirou e esperou o Min voltar quando não encontrou a bola que queria. – Qual o problema da vez?


– Chong Elkie.


– Uh, a sereia. – Yoongi fez um gesto no mínimo obsceno com as mãos, e sentou na arquibancada ao lado de Jimin que quase não conteve a vontade de apertar a cintura exposta do garoto que balançava a barra da blusa. – O que tem a garota?


– Está me dando mole.


– E você quer dar uma, duro. – O loiro completou e Jimin quase se engasgou com o ar, a piada era horrível, mas Yoongi raramente se mostrava tão… sexual. Hoseok ergueu uma sobrancelha, mostrando que não havia gostado nem um pouco da brincadeira e o Min ignorou. – Qual o conselho que você quer?


– Chamo ela para sair ou finjo que não notei o interesse dela? – Ponderou – Não é como se eu não achasse ela bonita e tal, mas tipo, ela tem cara de quem super se apega. E além do mais, se rolar alguma coisa, como eu vou deixar Linseok sozinho? É capaz daquele pestinha detonar minha casa.


– Ele pode ficar comigo, ou, você pode deixar ele dormir na casa desse tal amigo. – Jimin disse, Linseok não gostava muito de si, por motivos do passado, mas provavelmente não se importaria de passar a noite em sua casa. – Você dormia na nossa casa, hyung, deixe o garoto.


– Não confio muito nesse Ethan. – murmurou – Pelo que o Linseok disse, esse garoto é má influência.


– Hoseok você tá se ouvindo? – Yoongi quase gritou – Sua mãe não confiava em nós, e por acaso somos má influência?


– Claro que são! Ou não está se lembrando das vezes que saímos escondidos e íamos beber?


Yoongi se apoiou no menor ao seu lado  respirando fundo, murmurou um “Jimin me segura que eu vou bater nele” e por fim fitou Hoseok com raiva.


– Hoseok, deixa o moleque ser moleque! Ele vai fazer tudo o que você já fez, adiar não vai impedir nada. Agora combina com essa garota logo marca o dia e transe muito para acabar com o mau humor. – O Min respondeu sem ao menos respirar. Jimin se aproveitou da proximidade para abraçar o mais velho.


– Yoongi hyung, você também parece mau humorado, eu posso ajudar. – Sorriu o suficiente para deixar seus olhos pequeninhos e Yoongi o encarou como se tivesse raio laser nos olhos. – Que foi?


– Nada, só a safadeza em pessoa querendo abusar da minha pureza.


– Se você é puro minha avó é virgem! – Hoseok comentou e foi sua vez de ser agraciado com dedo do meio de Min Yoongi.


|…|



– Não protege ele não, ele é um idiota! – O loiro reclamou e o garoto de cabelos azuis riu, abraçando sua cintura, estavam matando aula na parte de trás do colégio. – É sério, o que custa deixar eu ir para sua casa?


Ethan pensou um pouco, tinha alguns pontos positivos, e outros bem negativos, sabia bem que Linseok costumava ser bem irritadinho e geralmente entrava na regra do “quem conta o conto aumenta o ponto”. Então talvez Hoseok só tivesse dito que “não” diferente de toda a dramatização de Linseok.


– Deve ser porque ele não me conhece. Agora que tal parar de reclamar e me beijar?


– E você lá tá merecendo? – O loiro perguntou mas já estava distribuindo beijos pelo rosto do mais velho, que não demorou muito a beijá-lo de forma decente.


|…|


Havia um silêncio chato na mesa enquanto os primos jantavam. Hoseok suspirou, com certeza ia se arrepender daquilo, mas odiava ficar brigado com o mais novo.


– Linnie.


– Quê?


– Você pode ir para casa do seu amigo. – Suspirou – Mas eu vou te levar e buscar. Sexta-feira. Linseok arregalou os olhos e sorriu.


– Ah eu sabia que você não era um monstro! Obrigado Hobi! Agora eu vou terminar aqui e contar pro Eith!


Hoseok assentiu e continuou comendo, quando do nada Linseok gritou agudo, assustando o mais velho. O moreno o olhou e quase riu com o loiro de língua para fora enquanto abanava com a mão.


– Isso que dá comer igual um louco só porque tá com pressa. – Ainda riu mais um pouco, mas ficou estático com o sorriso maligno do mais novo. – O quê?


– Hobi, dá beijinho para sarar? – O moreno riu, e deu a volta na mesa após se levantar, deu um beijo na bochecha do menor e sorriu. – Mas foi a língua que machucou.


– E eu vou beijar sua língua?


– Não, é só dar um beijo de língua, bobinho. 


Notas Finais


Linseok é Nitta na vida, se aperoveita até dum sorriso do crush sjsisbsisbsk
Até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...