História Dear Diary - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Diário, Fairy Tail, Nalu, Romance
Exibições 59
Palavras 1.171
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Não quero que me perdoe.


Pov. Natsu.

Terminei de ler a carta e cai na risada, como eu era tão idiota é claro que ela tinha deixado aquele diário de propósito ali, ela  nunca deixaria aquele diário solto daquela forma.
Mais não estou com raiva, estou feliz por que ela me mostrou o que eu estava lutando todo este tempo, o que eu fiz por ela naquele baile, tudo o que eu fiz não era por causa daquela aposta idiota, eu só queria poder ver aquele sorriso de novo nos lábios dela.
Me sentei na cama e li novamente a carta, fiquei pensando o que fazer eu não poderia deixar só aquilo na porta do quarto dela eu ia fazer algo diferente e eu acho o que fazer.
Peguei o diário, umas fotos nossa que eu tinha guardado no celular, e umas que eu achei no diário dela, vídeos nosso e resolvi fazer um vídeo com a minha musica, sei que ela não vai me perdoar mais pelo menos eu quero que ela saiba que eu saiba que estou maluco, doido, apaixonado por ela.
Sai do apartamento e fui até um Studio que eu conhecia ali perto, gravei a musica com uma pegada diferente fiz o vídeo e iria deixa com ela, e depois eu iria para a minha casa de volta para o Japão.
Cheguei no hotel e furo que vi ela entrando também, eu sabia que a minha irmã ficaria aqui, tudo estava mais fácil.
Tomei um banho arrumei minhas malas arrumei meu passaporte para poder volta para  a Argentina onde eu passaria o resto das férias sozinho e quem sabe escrevendo, pedi para a recepcionista o numero do quarto dela, que custou um pouco em dizer porem falou, cheguei até a porta e bati, e ela abriu.

Pov. Lucy.

Estava cansada do Natsu, tudo que envolve ele acaba em lágrimas, nunca chorei por que fiquei feliz por algo que ele fez, sempre foi alguma merda que ele fez, e eu estou cansada de sofrer assim.
Tinha acabado de chegar no apartamento só estava Erza.

-Seu irmão mentiu para você.- Foi o que eu disse indo direto para o banheiro.

-Sim ele me falou que estava aqui mais não queria que ninguém soube-se, mais ele já foi.

Agradeci por isto, Natsu Dragneel não iria acabar com a minhas férias,  e nem o idiota do Loke, estava no banheiro quando ouvi batidas na porta, abri já que Erza estava com preguiça, e parecia que ele sabia que eu estava falando dele por que era o Dragneel.

-Achei que já tinha ido embora?- Eu disse fria. – O que esta fazendo aqui?

-Vim te entregar isto.- Ele disse me entregando o diário, meu coração gelou quando ele falou aquilo, agora ele sabia.

-Pelo menos não estragou ele, se era só isto adeus.- Eu disse fechando a porta mais ele colocou o pé na frente. –Dragneel sai daí você saber que eu não estou nem ai se eu te machucar.

- Deixa eu falar com você.- Ele disse me olhando.

-NÃO.- Eu ia fechar de novo mais ele segurou meu braço.-Me larga eu posso te acusar de agressão seu idiota.

-Para de drama, e me esculta.- Ele disse me colocando contra uma parede do corredor, meu diário caiu da minha mão mas me perdi nos olhos do garoto a minha frente. – Desculpe ta bom, eu não sabia, tudo o que eu fiz eu achei que era só por causa daquela aposta idiota, que eu me arrependo muito por ter feito, mas eu fiz tudo o que fiz por que eu te quero perto de mim, por que Lucy Heartphilia você com este seu jeito marrento e folgado, me conquistou, e foi da  forma mais dolorida do mundo, acho que devo ser meio masoquista por que quando você me causa dor, mesmo sendo fechando a porta na minha cara, o armário, me tacando um vaso seje lá o que for, eu sempre vou querer mais, por que depois a gente sempre se reconcilia e é da forma mais perfeita do mundo.- Ele falou tão próximo a mim, meus olhos começaram a encher de lágrimas e não pude contelas. – Aquela noite você não tem idéia como eu planejei ela, cada detalhe, cada rosa que estava sobre o chão foi escolhida com carinho por que logo a garota mais perfeita do mundo estaria chegando  eu tinha que ser pelo menos o mais próximo da perfeição dela, eu nunca cuidei de alguém como eu fui com você, e eu devia ter desconfiado que era a sua primeira noite, mais eu juro que tudo o que eu fiz foi por gostar de você em um nível muito grande e vai ser difícil deixar de gostar,não vim pedi desculpa por que deixou claro que não quer elas só quero que sou louco por você.- Ele disse afrouxando meu braço,e de vagar ele me soltou, respirei fundo ele tinha lágrimas nos olhos e mesmo depois de tudo o que ele disse ele me olhou e sorriu. –Você é perfeita de  mais para ficar comigo, só quero uma coisa.

-O que?- Eu disse tão baixo que me assustei por ele ter escultado.

-Um beijo, é só o que eu quero, e nunca mais falo, com você, te deixo viver sua vida em paz, só um beijo.- Eu respirei fundo eu queria tanto mas ele fez tantas coisas contra mim, porém ele estava aqui, ele poderia estar em Vegas bebendo e se esquecendo de mim da melhor forma mais não ele veio até aqui.

Respirei fundo e me aproximei dele, estávamos tão próximos um do outro, eu sentia o coração dele bater tão forte e rápido, respirei fundo e o beijei, os lábios dele tão macios tocaram os meus, estão tão quente que eu tinha certeza que depois dali eu precisaria de um banho, senti a mão dele segurar minha cintura e me puxar para mais perto e assim me enrolei  minhas mãos nos cabelos dele, o começou ar faltar, fomos nos separando aos pouco quando ele parou e me olhou.

-Adeus, viva sua vida.- Ele disse saindo e eu fiquei ali no corredor olhando ele sair, entrei no quarto e Erza estava parada me olhando.

-E ai ainda acha que ninguém te ama?- Ela disse me olhando com um sorriso.

-Fica quieta Erza e se você ouviu bem ele vai me esquecer.- Falei me sentando para ver se ele não tinha destruído meu diário.

-Não ele disse que vai deixar você ser feliz e não que vai te esquecer.- Ela disse sorrindo para mim. – O que é isto?- Ela falou pegando um DVD  que estava no diário.

-Sei lá, é do Natsu.- Eu disse olhando para o mesmo.- E tem uma carta.- Abri a mesma para poder ver o que tinha li.

“Olá Lucy,
Só quero que se lembre dos nossos melhores momentos, de tudo que passamos e que você saiba que esta música foi feita para você.
Um beijo minha marrenta.
Natsu Dragneel”

-Vamos assisti.- Erza disse pegando da minha mão.


Notas Finais


Espero que tenham gostado
OBRIGADO POR LEREM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...