História Dear diary ;; TaeGi. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), BtoB, EXO, Girl's Day, Girls' Generation, Got7
Personagens Chanyeol, Ilhoon, Jackson, Jessica, J-hope, Jimin, Jungkook, Minah, Minhyuk, Suga, Tiffany, V, Yuri
Tags Btob, Bts, Colegial, Comedia, Drama, Girl's Day, Got7, Snsd, Taegi, Yoonkook, Yoonmin
Visualizações 30
Palavras 941
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Comédia, Ecchi, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi gente

Capítulo 4 - Party?


Enquanto Yoongi andava, algumas pessoas esbarravam nele. Parecia até que faziam isso de propósito, ou apenas para se passarem por superiores, como se dissessem “Saia do meio ou eu te atropelo, novato”. Ouviu o sino tocar e todos foram para a sala, exceto os que só iam pra escola por status, porque estudar com certeza não era. Yoongi parecia um velho por pensar desse jeito, sua mãe dizia que ele era um senhor de sessenta anos no corpo de um adolescente. Ouviu uma voz feminina atrás de si e então se virou, vendo uma mulher vestida de secretária pornô.

— Senhor Min? — Chamou-o, olhando alguns papéis que se encontravam nas mãos dela.

— Tenho só dezoito anos. — Disse por ela tê-lo chamado de senhor, mas pareceu não ligar, tirando os óculos que usava.

— Me acompanhe.

A mulher nem mesmo olhava o seu rosto, de certa forma incomodava Yoongi, que passou a acompanhá-la pelos extensos corredores, até chegar em uma porta que logo foi aberta pela Sasha Grey coreana. Ela deu espaço para o Min passar, então ele logo o fez, sentindo olhares cercarem o garoto. Ele teria que se apresentar? Não é bom em apresentações.

— Meu nome é Min Yoongi, vim de Daegu e eu não gosto de cebola.

Disse rápido, ouvindo risadas altas ecoarem pela sala, mas logo pararam quando o professor pede silêncio. Meu Deus, quanta educação.

— Pode se sentar ao lado do Ilhoon, Yoongi.

O professor apontou em direção à cadeira vazia e os outros alunos acompanhavam seus movimentos com os olhos, até ele chegar na carteira, tirando a sua mochila das costas e a colocando ao seu lado. O tal Ilhoon o encarava com um sorriso no rosto, e que puto sorriso bonito hein. Yoongi fez uma breve reverência com a cabeça, sendo retribuída por este. Sua atenção foi voltada para frente, e adivinha quem estava lá? O Kim Taehyung. Com seu olhar fixado no rosto de Yoon, mas que imediatamente foi desviado ao perceber que o garoto havia reparado. Todo mundo nesse lugar é bonito assim?

[…] A aula já estava acabando, Yoongi sequer prestava atenção. Apenas olhava para um lugar fixo, tentando imitar algumas falas dos campeões de LoL.

— Tem um gosto meio roxo! — Fez uma voz fina, limpando a garganta em seguida. — Anseio por um adversário à altura. — Imitou um sotaque francês, e quando se deu conta, todos olhavam para ele, inclusive o professor. Mordeu seu lábio inferior e olhou para o lado, tentando disfarçar, e quando o homem começa a andar em sua direção, o sinal toca.

— Com licença.

Disse se levantando e andando enquanto encarava o chão, em questão de um segundo acelerou os passos, parando ao lado da porta.

— Fugindo do professor no primeiro dia de aula?

Perguntou Ilhoon, rindo baixo.

— Parece que ele não gostou de mim…

Coçou a nuca e sentiu um toque no seu ombro, e uma voz grave soou em seu ouvido.

— Byun Baekhyun. Como vai?

Taehyung sorriu, fazendo Ilhoon revirar os olhos e cruzar os braços. Kim parou na frente de Yoongi e logo olhou Jung como se dissesse “hi bitch”. Eles pareciam não se dar muito bem.

— Fui descoberto.

Yoongi disse num tom de riso, mas aqueles dois continuavam se encarando como se fossem começar uma guerra a qualquer momento.

— Taehyung, pode nos dar licença? Acho que o Yoon não vai querer a companhia de uma má influência.

Disse o afastando, em seguida ficando na frente de Min, mas de costas para o mesmo, ainda encarando Tae. Má influência? Ele é de uma gangue ou coisa do tipo?

— Não, obrigado. Mas acho que ele também não vai querer a companhia de um aproveitador que pega todo mundo que vê pela frente.

Não podia negar, Yoongi estava gostando daquilo. Até se sentia importante.

— Deixem o garoto em paz, ele vai se assustar.

Uma garota disse, fazendo os dois bufarem e olharem na sua direção.

— Qual é, Yuri! Sempre na melhor parte!

Exclamou um outro aluno, aparentemente mais velho vindo em nossa direção. Quanta gente.

— Papel de representante de classe, Wang. Deveria saber disso.

A tal Yuri se virou e voltou para a sala. Que tenso.

— Soube que hoje vai ter uma festa que alguns alunos vão dar. Nem sei o que vão comemorar, mas é uma festa então eu vou.

O loiro pareceu nem se importar com o sermão da Yuri, ignorou totalmente.

— Vem comigo, Yoongi.

Taehyung e Ilhoon disseram juntos, fazendo todos se assustarem. Mal chegou na escola e já tinha gente atrás dele. Seria um milagre?

— Ah…

Não sabia o que responder, de verdade. Nem sabia se conseguiria ir sem sua mãe interferir em algo, como ir na festa também, obrigar Yoongi a ficar em casa pra cuidar da irmã enquanto sai à procura de um pretendente, etc.

— Por que não vai com os dois?

Threesome não. Se com um já deve doer, imagina dois ao mesmo tempo. Talvez esteja pensando alto demais, mas não dá pra deixar esses pensamentos de lado.

— Acho que vou sozinho e encontro vocês lá.

Yoongi pronunciou baixo, receoso até. Vai que o Taehyung era de uma gangue e à noite tentasse matar sua família ou o Ilhoon o forçar a transar com ele.

— Por mim tudo bem.

Disse Taehyung, dando os ombros e encarando Yoongi após virar-se para o mesmo.

— Por mim também.

Falou Ilhoon, segundos depois de Tae. Só torcia para pelo menos uma vez, uma só, a sua família não fazer nada que assuste ninguém. Então, seria uma noite perfeita. 


Notas Finais


tchau gente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...