História Dear Enemy - Imagine Suga - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagine, Imagine Suga, Suga
Exibições 367
Palavras 1.306
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Entaaaaau! Chegamos ao tão espera penúltimo cap!! Não tenho muito para falar só que ta meio sad :c mas caaaalma que ainda tem o último para as coisas se acertarem, enfim... Espero que vocês gostem, malz os erros de português, Beijos da omma Fav e amo voceis! 🐨💕

Capítulo 18 - I Can't


Fanfic / Fanfiction Dear Enemy - Imagine Suga - Capítulo 18 - I Can't

Estava indo para o parque encontrar com o Tae e ouvi o Yoongi me chamar, quis muito o ignorar mas, porra! Eu não aguento mais essa situação, já me sinto enganando o Tae e quero resolver as coisas agora, espero mesmo que tudo se resolva para que eu possa voltar para o Yoongi, não quero que o Tae sofra porque ele tem feito de tudo para me manter feliz depois daquela minha mini depressão e eu não acho certo eu simplesmente acabar com essa história que ele criou para nós dois... Parei, olhei para trás e o Yoongi veio sorrindo em minha direção.

- Annyeong.

- Vamos só parar de fingir que tudo está resolvido?

- O que? Aish, tá louca? Do que você ta falando.

- Você me manda uma mensagem acabando com tudo que a gente tem, sendo frio e teimoso como sempre é e ainda por cima some! Acha uma nova menina e depois de tudo isso volta na minha casa, me beijando como se tudo estivesse certo, estou te dando uma última chance... Explica Yoongi!

     Ele bufou, segurou meu braço e contou tudo, a história do que sua madrasta fez e sobre como ele estava resolvendo ou pelo menos tentando.

- E você achou que a melhor opção era obedecer ela e mandar aquela mensagem? Achei que fosse mais inteligente, Yoongi.

- O que? Aniyo! Aquilo foi so para despistar.

- Ah é? Mas sua tática para despistar quase me coloca em depressão!

- E-eu sinto muito, não imaginei que fosse ficar tão triste.

- Pois eu fiquei! E muito! E graças ao Tae eu não fiz algo que me machucasse ou prejudicasse! Ele me ajudou muito e agora eu vou ter que destroir o coração de alguém que eu gosto tanto só porque você não pensou em mim quando fez o que fez!

- SE GOSTA TANTO DELE POR QUE NÃO FICA COM ELE?

- PORQUE EU AMO VOCÊ SEU COMPLETO IDIOTA! É TÃO DIFÍCIL ENTENDER?! - Ele ficou em silencio.

     Eu não tinha tempo para perder, tinha que falar com o Tae, soltei meu braço das mãos do Yoongi e fui em direção a minha profunda dor, lá vou eu. Chegando lá o Tae estava sentado em uma uma cadeira perto de uma lanchonete, fui até ele e ele me olhava animado, me sentei perto dele e sem nem mesmo esperar comecei a contar, o motivo da minha tristeza na primeira vez que nos vimos, o motivo de eu ter agido estranho no mercado e motivo do Yoongi ter ido na minha casa.

- Deixa eu adivinhar... - Ele bufou - Você ainda gosta dele.

- Bem... Ne.

- Tudo bem - Ele se levantou - Eu vou nessa - Estava decepcionado e isso estava me doendo.

- Aniyo, Tae! Espera! - Me levantei e segurei sua mão, ele me olhou com os olhos marejados e tentou desviar o olhar.

- Por que você fez isso?

- T-Tae me desculpa, eu não quis te enganar eu realmente achei que as coisas dariam certo entre nós.

- Achou? Você achou?! Se tivesse me contado eu teria deduzido que você tinha sentimentos por ele e JAMAIS tinha transformado o que tinhamos em algo maior que uma amizade! O que você acha? Que vai ser fácil para mim lidar com isso? Que é fácil te esquecer? Não! Não é!

- Tae, eu sinto muito! Eu só... - Ele soltou sua mão da minha e me olhou.

- Você sente? Pelo que me contou você mais do que ninguém sabe o que é sofrer por outro alguém, mas a sua situação está resolvida, vocês dão um jeito na madrasta má e ficam juntos! EBA! FINAL FELIZ! Que se dane o carinha apaixonado, você vai ligar? Vai se importar o quanto eu vou sofrer? Eu acho que não! Vai estar ocupada demais sendo feliz com o bad boy! Eu te amo tanto cara! Foi minha única amiga, ficar do seu lado faziam meus problemas voarem e quando você correspondeu meu beijo foi como... Como se alguma coisa finalmente desse certo para mim, a mulher que eu amo me ama... Era o que eu achava...

- Aniyo Tae! Eu amo você, amo demais! Você foi como um anjo para mim, me tirou de uma depressão intensa e me fez sorrir de novo.

- E agora? Agora o Yoongi vai ocupar esse cargo? Ele vai te fazer sorrir quando você se sentir depressiva? Ou ele vai te causar a depressão? - Ele foi embora, não me deixou nem tentar explicar, só foi... Eu já chorei por muita coisa na minha vida, já chorei por motivos fúteis, sérios e até felizes mas eu acho que nunca precisei tanto chorar como hoje, eu nunca tive um motivo tão sério para chorar, nem mesmo com aquela mensagem do Yoongi, quando o Tae foi embora foi como se arrancassem um pedacinho do meu coração, um pedacinho anti-tristeza. Eu tive amigos... Mas tenho certeza que nenhum deles me fariam tão bem naquele momento que eu mais precisei e o Tae fez, fez o que eu achei impossível, me fez ter valor de novo. Ele foi meu tudo! Mesmo que por pouco tempo... Ele foi meu guia... E agora meu guia se foi.
     Bem, eu não podia so ficar lá, já estava tarde e eu fiquei lá sentada, comecei a andar quase que sem rumo mesmo sabendo que teria de ir para casa uma hora ou outra, meu celular vibrou, senti um pingo de esperança gritar no meu peito: Por favor que seja o Tae! Mas não era, nunca pensei que fosse sentir tristeza ao ver aquele nome no meu telefone, era o Yoongi.

- Yobseo? - Falei tristonha.

- ____? Onde você está? Estou te ligando desde cedo, vim aqui na sua casa mas você não estava.

- Eu não sei onde eu estou...

- O que? Aish! Está perdida? Tente achar algo que diga onde você está.

- Anh? Arasso - Olhei em volta mas não achei muita coisa que me indicasse onde estava - Oppa, não tem nada por aqui só sei que estava em uma lanchonete e andei um pouco.

- Que? Como poderia te achar assim, sabe quantas lanchonetes tem em Seul?

- Aniyo! Essa lanchonete é aquela que você me levou no dia do meu aniversário!

- Aish, okay, eu já estou indo.

- Ne, annyeong.

- Annyeong.

     Sentei na calçada da rua e esperei o Yoongi chegar, nem sabia que horas ele chegaria mas não era tão longe, ele não tinha motivos para demorar. Se passou uns 22 minutos e eu estava quase dormindo até que senti o Yoongi tocar meu ombro, dispertei assustada e o olhei, dei um sorrisinho de lado e desviei o olhar.

- O que ta fazendo aqui? Ah essa hora? Está doida? Me preocupou.

- E-eu - So de lembrar já me fez chorar, aish! Quero o Tae de volta.

- Ei, o que houve? Por que ta chorando? O que rolou com o Taehyung?

- Foi horrível, Yoongi... Ele me disse tantas coisas, ele nem mesmo quer falar comigo.

- Aigoo, ele reagiu mal então?

- Ne.

- Calma pequena, vai dar tudo certo! Você vai resolver as coisas com o menino apaixonado, vamos para casa - Ele me levantou e me pôs em suas costas - Acho melhor eu te carregar, do jeito que está as chances de você cair são grandes.

- Eu o perdi, oppa...

- Sabe ____... Eu não quero ser grosso com você de novo mas eu realmente não sei e não quero te ajudar nessa situação, sabe que eu sou muito ciumento e reconquistar a amizade do apaixonado não vai ser algo muito bom... Eu não vou te impedir só peço que não conte muito comigo para isso.

- Ne...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...