História Dear Frankie - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias My Chemical Romance
Personagens Frank Iero, Gerard Way
Tags Frank Iero, Frerard, Gerard Way, My Chemical Romance
Exibições 37
Palavras 1.012
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Violência
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura!

Obrigada pelos comentários do capítulo anterior!
<3

Capítulo 4 - Ps: Gosto de ver você dormir.


Capítulo 4 

 

 

"Querido Frankie, 

 

Como você está, meu amor? Eu estou bem, na verdade, eu estou incrivelmente feliz. Espero poder dividir minha felicidade com você em breve. Eu tenho uma notícia muito emocionante, sinto que, assim como eu, você vai gostar. Nós vamos morar juntos, meu amor! Agora vamos passar horas e horas juntos, vai ser simplesmente perfeito. Você também está animado para isso? Será um novo passo em nossas vidas. Eu mal posso esperar para compartilhar todas as minhas experiências com você. Vai ser incrível!

 

Eu sei que isso foi inesperado, eu não esperava esse momento tão cedo, mas vou te explicar como tudo aconteceu.

 

O meu trabalho na livraria pagava apenas o suficiente para que eu pudesse pagar o aluguel e o alimento de cada mês. Devido a isso, eu tinha pouco dinheiro na minha poupança, nada que fosse o suficiente para durar por um tempo muito longo, era apenas o que minha mãe havia me mandado alguns meses antes. Quando você começa a tirar esse dinheiro, não leva muito tempo até que você não tenha mais nada. Eu fui capaz de me manter por algumas semanas sem problemas, mas hoje eu fui despejado. No momento eu não sabia o que fazer, mas após pensar um pouco pude notar que isso poderia ser bom. 

 

A garota que me falou onde você mora parece não ter ligado para a polícia, talvez ela tenha apenas saído de seu apartamento por medo, eu não sei. Isso não é ótimo, amor? Assim eles não serão capazes de me encontrar e nós podemos ter todo o tempo do mundo só para nós. Finalmente vamos ter um vida como planejamos. Juntos para sempre. Durante a manhã eu arrumei minha mochila com alguns alimentos que sobraram, como salgadinhos e biscoitos, o que não precisaria cozinhar, também fiz questão de trazer todas as minhas gravações e fotos que tirei de você, um caderno para desenhar e a minha câmera também, é claro. 

 

Amor, você deveria ter uma conversa séria com o síndico do seu complexo de apartamentos, eles deveriam obter uma equipe de segurança melhor. Eu fui capaz de passar por tudo facilmente, eles precisam melhorar o ângulo das câmeras. Fui até o seu apartamento e bati na porta, eu estava animado para te ver, mas você não me respondeu, então eu decidi entrar por outros meios. Depois de rever as inúmeras fotos que tirei do seu apartamento por fora, notei que tem uma entrada de ventilação no canto do seu quarto. Eu percebi que devia existir algum tipo de escotilha de manutenção que eu pudesse entrar. Após alguns minutos olhando em volta, encontrei uma porta no final do corredor, parecia ser uma armário para guardar utensílios de limpeza, e felizmente havia uma escotilha lá. 

 

Eu rastejei pelo tubo até conseguir entrar no seu quarto. O espaço era pequeno e difícil para se mover, eu sou um pouco grande, mas consegui. Seria mais fácil para você fazer isso, seu corpo é pequeno e você é mais magro que eu... E finalmente eu pude ver seu quarto por dentro, senti uma onda de excitação invadir meu corpo assim que analisei todo o local com calma. Olhei para cada parte do cômodo tentando memorizar os detalhes, mesmo sabendo que eu nunca iria esquecer, afinal, agora estamos juntos de verdade. As fotos de bandas coladas na parede, seus livros e mochila jogados na cama, folhas amassadas pelo chão, a sua guitarra... Cada lugar parecia gritar "Frank Iero". O Seu cheiro tomou conta de mim enquanto eu continuava lá deitado, eu tinha sentido ele brevemente quando nos encontramos na loja, mas nunca tão forte.

 

Deduzi que, uma vez que as luzes estavam apagadas, você não estava em casa, mas eu sou paciente, meu amor.

Eu posso ficar completamente imóvel por horas, então fiquei ali te esperando, ninguém iria me notar. 

 

Então você finalmente chegou em casa. Eu senti um largo sorriso se abrir no meu rosto assim que ouvi a porta sendo aberta. E lá estava você, meu amor, tão lindo. Claro que você não percebeu minha presença, já que eu estava em um lugar perfeito para que você não pudesse ver nada na abertura do tubo de ar. Eu tentei conter minha emoção, mas comecei a tremer e respirar muito forte. Eu precisei encobrir minha respiração o melhor que pude, mas não estava fácil, Frankie... E em um momento você olhou diretamente para a entrada de ar. Prendi a respiração, fiquei completamente imóvel e em silêncio. Depois de alguns segundos você pareceu perder o interesse. 

 

Isso me fez sorrir. 

Este é o local perfeito. 

 

Eu estou ansioso para passar todos os meus dias ao seu lado, Frank. Você não imagina o quanto me faz feliz. É maravilhoso poder te observar. Você é tão lindo quando está concentrado em seus estudos, e a forma como você morde a tampa da caneta enquanto pensa me excita. E, Frank, você não imagina como me deixou louco quando resolveu tocar guitarra usando apenas um jeans surrado. Eu pude ver os músculos das suas costas se contraindo, seus lábios enquanto você cantava... Por favor, toque para mim mais vezes, amor. Eu preciso ouvir você cantar só para mim outra vez. Tudo que você faz é perfeito.

 

Eu estou cada vez mais apaixonado por você, amor. 

 

Eu posso afirmar que te assustei, e durante toda a noite você ficou virando para olhar a saída de ar. As pessoas parecem sentir quando estão sendo observadas, não é? Não tente fingir, meu amor, eu posso saber quando alguém está dormindo de verdade, e eu sei que você não está. Quando alguém está realmente assustado o sono se torna impossível. Por que você está com tanto medo, Frankie? Sou apenas eu, meu amor, por qual motivo eu iria te assustar? Eu estou aqui apenas para te fazer feliz, para ser seu. Você me ama, certo? Eu tenho certeza que você também sabe o quanto eu te amo. 

 

Frankie, verifique seus e-mails e me mande uma resposta assim que puder. 
 

 

Com muito amor, seu Gerard. 

Ps: Gosto de ver você dormir."


Notas Finais


-O Frank AINDA não viu os e-mails do G, mas isso não vai demorar (Capítulo 6)

-O Gerard realmente acredita estar em um relacionamento com o Frank.

-O indivíduo que sofre dessa síndrome pode também acreditar que ele e a outra pessoa se comunicam secretamente através de métodos sutis como gestos de postura, arrumação de determinados objetos da casa, etc. (Wikipedia)

-A cada e-mail do G as coisas vão ficando pior, já perceberam, não é? :) <3



Até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...