História Dear Future Husband - (Leitor x Personagem) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Exibições 15
Palavras 1.808
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishoujo, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Lemon, Lírica, Luta, Magia, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi, Yuri
Avisos: Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


O próximo será de ... Sei não

Capítulo 3 - Leitor x Syo Kurusu


Fanfic / Fanfiction Dear Future Husband - (Leitor x Personagem) - Capítulo 3 - Leitor x Syo Kurusu

Dear Future Husband!~

 

Nanami (Nome), tinha se levantado cedo e ido tomar um banho.

 

Depois, do banho ela foi para seu quarto ainda de toalha, e pegou seu celular colocou um fone de ouvido em sua orelha direita, e o outro deixou pendurado no seu ombro, (Nome) pegou um pente para pentear seus cabelos que ainda estavam úmidos, e logo em seguida um secador, o usando de longe só para secar mais rápido.

 

Logo depois de secar seu cabelo, ela percebe que chegou uma mensagem de sua irmã mais velha, que estava falando para ela ajudar a escrever o próxima musica de sucesso da Starish, você claro a aceitou, vocês então iriam se encontrar no refeitório, no horário de almoço, e então o tempo de se encontrarem não chegava, (Nome) resolveu cantar uma de suas musicas, e sim, diferente de sua irmã você queria ser Idol, a qual compõe e canta, pois, sempre achou que nunca precisou de ajuda com isso, pois, tinha o talento de cantar e compor desde de a infância.

 

“ Dear future husband

Here's a few things

You'll need to know if you wanna be

My one and only all my life

 

Take me on a date

I deserve a break

And don't forget the flowers every anniversary

'Cause if you'll treat me right

I'll be the perfect wife

Buying groceries

Buy-buying what you need (hey)

 

You got that 9 to 5

But, baby, so do I

So don't be thinking

I'll be home and baking apple pies

I never learned to cook

But I can write a hook

Sing along with me

Sing-sing along with me (hey)

 

You got to know how to treat me like a lady

Even when I'm acting crazy

Tell me everything's alright

 

Dear future husband

Here's a few things you'll need to know

If you want to be

My one and only all my life

Dear future husband

If you wanna get that special loving

Tell me I'm beautiful each and every night

 

After every fight

Just apologize

And maybe then I'll let you try and rock my body right

Even if I was wrong

You know I'm never wrong

Why disagree?

Why, why disagree?

 

You got to know how to treat me like a lady

Even when I'm acting crazy

Tell me everything's alright

 

Dear future husband

Here's a few things

You'll need to know if you want to be

My one and only all my life (hey, baby)

Dear future husband

Make time for me

Don't leave me lonely

And know we'll never see your family more than mine

 

I'll be sleeping on the left side of the bed (hey)

Open doors for me and you might get some kisses

Don't have a dirty mind

Just be a classy guy

Buy me a ring

Buy-buy me a ring, babe

 

You got to know how to treat me like a lady

Even when I'm acting crazy

Tell me everything's alright

 

Dear future husband

Here's a few things

You'll need to know if you want to be

My one and only all my life

Dear future husband

If you wanna get that special loving

Tell me I'm beautiful each and every night

 

Future husband, better love me right ”

 

(Sabemos que a musica não é do(a) Protagonista, porém, fingimos que é, e para de ser estraga prazeres! Vlw Flw)

 

E como (S/N) tinha ficado 1 ano na America, fazendo aulas de intercambio, facilita e muito de cantar em inglês.

 

4A4

 

A hora de ajudar sua irmã Haruka, já havia chegado, e parecia que a mesma tinha trazido "amigos", como qualquer irmã protetora, você chega bem perto de Haruka, se engancha em seu braço e a puxa, para a direção contrária da dos meninos.

 

— Haruka... Quem são eles? — Você a olha com um olhar de raiva.

 

— B-Bem... São os participantes da Starish, na qual tenho de fazer musica. — Ela a olha com seu sorriso meigo e inocente.

 

— Tudo bem... — Você a olha com um olha de desconfiança.

 

Ela volta na direção dos meninos e você só a segui o.

 

— My lady, quem é esta? — Um menino com os cabelos meio alaranjados te olha com uma cara de sedutor.

 

— "My Lady" quem você pensa que é para chamar minha irmã assim? — Você revida com um olhar penetrante, e uma cara ameaçadora.

 

— (Nome)-chan! — Haruka chama sua atenção.

 

— Então, temos uma Tsundere aqui? — Ele da um sorriso provocador e se aproximou mais de você.

 

— Fuck you — Você mostra o dedo do meio para o garoto e de quebra mostrou a língua.

 

Haruka separa vocês dois, e ainda chama sua atenção, e logo em seguida fala para irmos para o pátio que na sua opinião e da sua irmã é o local mais bonito de Saotome, e que deixa sua cabeça fluir melhor, e o pior de tudo os garotos a seguiram e o cabelo de óleo de salsinha não parava de flertar com ela, e cada vez você se irritava mais, e quase tudo que ele falava você o cortava.

 

— Calma, depois eu cuido de você — Ele te olhou com um olhar sedutor e deu uma piscadela.

 

— Tsc... Você é idiota ou o que? — Você o olha com uma cara de debocha.

 

— Nanami (S/N)! — Haruka parece meio desconfortável, por você e Ren estarem brigando, então você acaba parando, mas ele não parava de flertar com sua Onii-san.

 

Então para o ignorar e o atrapalhar você pega seu violão e começa a cantar, quanto andava para o pátio.

 

“ Masshiro na keshiki ni ima sasowa re te

boku wa iku yo mada mi nu sekai he

 

Maigo no mama tabi shi te ta nezumiiro no sora no shi te ta nesumiiro no sora no shita

higawari no chizu ikutsu mo no yume ga nijin

de ita

Itsuka ha sa

chippoke na boku no kono hohaba demo

ano kumo no mukou made yukeru ka na

tsuyogatte kizutsuita

kokoro sulashi ta you ni

furidashi ta anatsubu tachi ga

ranhansha kurikaesu

 

Massugu na himari ga kousa shi te

yukisaki mo tsuge nu mama

doko made mo tsukinukero

awai zanzou ryoume ni yakitsuke te

todoku hazu nan da mada mi nu sekai he
 

Shira zu shira zu ni hatte ita no ha

shirokuro no sutekkaa de

daiji na mono bokura wa kakushi te shimatte ita

dakara mou chi yori hana yori hoshi akaro yori

Kirei na yumd toiu na horoguramu o zawameki o

 

Hamidashi te sakaratte

itsuka egai ta fuukei

kuyashi as mi sabishi as mo sabishi as mo

ima awa mitai ni hike tobou

 

Massugu na michi de tsumazui ta tte

kasabuta hagare tara

ima yori kitto tsuyoku nareru

masshiro na keshiki ni ima sasowa re te

boku wa iku yo mada mi nu sekai he

 

Kasumu sora saki ni

niji shoku no hikari

ashita no kage ni furueru tabi ni

wow? tooku de boku o yobu koe ga shi te

 

Massugu na hikari ga chirabatte

ameagari no gogo ni

taba ni natte furisosogu

 

Mugen no guradeshon ga ima mazari atte

kono sora no shita donna toko ni te mo

kanarazu todoku hazu sa mada mi nu sekai he. ”

 

Depois, de tocar e cantar sua musica, sua irmã faz um hi5 contigo, e você vê que o óleo havia ficado de queixo caído.

 

— Gostaria de pronunciar algo? Óleo de salsinha? — Você deu uma pequena risada no final.

 

— De quem é esta musica? — O loiro a olhou meio desconfiado.

 

— Não sabe o significado de " Careira solo "? Eu escrevo minhas músicas, canto e toco. — Você se sentiu orgulhosa de seu trabalho.

 

Um garoto com cabelos loiros de olhos azuis claros te aplaudi-o.

 

— Nossa, também não é para tanto. Obrigada — Sua cara ficou vermelha de vergonha e você deu um sorriso tímido.

 

Enquando isso o óleo de cozinha se aproximou de você, e falou no seu ouvido que sua cara quando estava com vergonha era fofinha, você recuou para trás, meio não totalmente corada, bem vermelha.

 

— E-E-E-EU N-NÃO SOU FOFA! — Você ficou muito irritada com o que o cabelo de óleo havia falado pra você, e você logo trocou de uma cara tímida para uma sem expressão meio ameaçadora

 

— S-Se acalme (Nome)-chan — Haruka te deu um abraço, que meio que acordou você, deixando Ren ou cabeça de óleo apavorado.

 

4A4

 

Chegando no pátio, você se sentou num banco no qual começou a ler a letra e bolar um ritmo.

 

— Vamos primeiro fazer uma Acapella. — Você olhou para os garotos, porém não sabia o nome de nem um deles. — Shit... Eu não sei quais sãos os seus nomes... —

 

Então todos se apresentaram, e você soube os seus nomes.

 

— Ta bem... — Você entregou a letra da musica para todos, e logo depois sentou no meio, e começou a criar um ritmo — Azul - Hijirikawa, Azul escuro - Tokiya, Vermelho - Ittoki, Rosa - Syo, Verde - Aijima, Amarelo - Shinomiya e Laranja - Ren. Se tiverem alguma pergunta levante a mão. —

 

Você tirou um violão e começou a tocar, elaborando uma musica, tocando devagar para deixar os meninos acompanhar você.

 

4A4

 

Depois de meses, você resolveu ser compositora junto de sua irmã, e parecia que sua irmã não dava mais tanta conta do serviço de elaborar ritmos e letras para alguns, então você e ele tiveram de dividir os trabalhos, e você ficou com um pouco da Starish, o seu trabalho era tão rápido para você que dava tempo de fazer suas próprias musicas e explodir como cantora solo, quando sua Onii-san, estava morta de tanto trabalho.

 

Você teve o dever de lidar com Syo, Tokiya e Aijima, para você o trabalho ainda era pouco, pois, cuidava dos três, com uma facilidade e habilidade, que meu deus.

 

Porém, você percebeu umas atitudes meio estranhas vindas de Syo, que de todas as forma queria te ver com sua cara de tímida.

 

Você logo percebeu o comportamento estranho de Syo quando você estava presente.

 

— Syo? Esta prestando atenção na letra? — Você chama a atenção do mesmo que estava com uma cara de bobo apaixonado por você.

 

— M-Me desculpe (Nome)-senpai! — Syo acorda de seu trance.

 

— Hehe, você anda bem avoado ultimamente — Você deu uma risada delicada e meiga para o mesmo fazendo ele corar da cabeça aos pés. — Mas, vamos voltar a letra da musica. —

 

4A4

 

Depois, de um tempo você meio que percebe que Nanami e os outros, estão tentando "jogar" Syo para você, e meio que depois de um tempo Syo se declarou para você.

 

— Finalmente teve coragem para isso — Você meio que deu uma risadinha de tanto, e Syo fez cara de surpreso. — Porque meio que tava obvio demais. — (Nome) deu um sorriso bobo, deixando Syo meio corado —  E eu realmente estava esperando isso, para falar que eu também gosto de você. — (Nome) deu uma risadinha irônica.

 

— Sé-Sério? — Ele abriu um sorriso fofo.

 

— Sim. — Você se aproximou do garoto puxou sua gravata e deu um beijo no mesmo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...