História Dear Future...{Imagine SUGA } - Capítulo 42


Escrita por: ~ e ~BruMrsBKH

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bts, Mistério, Suicida
Visualizações 56
Palavras 1.069
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa o atrazooo mas voutey... o cap ta curtinho mas e a parte um entao ne?...Boa leitura e até a próxima 😊

Capítulo 42 - A parte do final.... (pt1)



Mrs Black/Davi-POV'S


Eu passei algumas semanas pensando no que eu poderia fazer,em minha casa,eu ficava rondando de cômodo pra cômodo...observava cada canto pensando em uma idéia pra conseguir completar minha vingança,eu precisava de um plano muito bom....sem nenhum erro,se não a polícia logo me localizaria e tudo iria por água abaixo,eu sintia como se a minha sede por pegar a Taeyeon e encara-la estava maior,eu queria prestar atenção no seu rosto,no detalhe dos seus olhos,no início quando eu vi a Ji Hye grávida eu fiquei contente mais segundos depois me veio um ódio inexplicável.A Taeyeon era pra ser MINHA  filha...o bebê que ela estava esperando era pra ser MEU neto,mas não era,no fundo no fundo...Eu não queria machucar ela,apenas sequestra-la e trata-la como minha propriá filha,más a minha sede por vingança fala mais alto,eu não consigo...


Quando cheguei na Coréia,eu comecei a me meter com gangsters e com isso fui ganhando dinheiro e conseguindo armas,viagens,drogas, álcool etc...

Eu imaginava ter a melhor vida do mundo,mas quando eles vieram pra Coréia tudo foi pelos ares,minha vida foi em prol de vigiar e espionar eles e a filha deles,que era para ser minha filha....Eu não entendia porque que tudo aconteceu,como eu fiquei assim,meus pais sempre me deram amor,me educaram bem,meus pais adotivos o mesmo,mas eu não entendo o porque que eu fiquei tão mau e agressivo...eu acho que isso se chama amor,que não foi correspondido do jeito que eu queria.

Passei algumas semanas só,e depois comecei a colocar meu plano em prática,durante dois meses eu os observei,sabia os dias que ela ia ao médico,que ela iria a casa dos pais,na casa dos amigos,e sabia que o apartamento que ela morava passava a tarde toda vazia,o problema seria como que eu iria pega-la se o namorado dela não a deixava por um minuto sequer?!...Eu presisava pega-la antes que chegasse o tempo dela ter o bebê,continuei a seguir ela e depois de algumas semanas encontrei um dia que eu poderia colocar meu plano em prática.

Eu havia colocado uma escuta na casa e apartir disso eu fiquei sabendo que o namoradinho dela estava doente e que ela teria que ir ao médico sozinha,e a consulta era no finalzinho da tarde,seria uma oportunidade perfeita de  conseguir pega-la. 



Quebra de tempo...-17:45PM


Eu estava "esperando" ela na porta do Hospital,pelo jeito que ela estava ela tinha descoberto o sexo do bebê,ela saiu do Hospital sorridente e com um ar de felicidade,depois que ela se distanciou eu comecei a segui-la,não estava muito claro mas também não era tão tarde,nos passávamos por uma rua sem rede de energia,estava escura era o lugar onde tinha planejado pega-la,e quando menos me dei conta eu a tinha pegado.


Dv-Você tem que ficar calada,se não quiser perder esse bebê!


Taey--O que v..você quer!?-Ela me dizia com dificuldade por estar nervosa.


Dv--fique calada e me siga!-Ela concordou  com a cabeça e eu a levei para o carro,amarrei as mãos e pés,e coloquei uma amar tá em sua boca,eu ainda escutava ela chorar de nervoso.

Depois de um tempo chegamos na minha casa e a levei para um quarto,ela estava se sentindo fraca,e não conseguia nem ficar em pé direito,eu a deixei descansar antes de ir falar com ela.


Minutos depois ....


Ela acordou e começou a olhar em volta,parecia confusa e perturbada...


Dv-Acordou?!


Taey-O...O que você quer c...comigo?


Dv-Eu não vou te machucar..ainda não....Eu apenas estava me sentindo muito sozinho...então Eu te trouxe pra cá.


Taey-Como assim?!...porque tentou pegar minha mãe!? Eu sei que foi você...



Dv--Isso não vem ao caso..Eu queria te ver sabe...como Eu não consegui te matar quando era pequena,agora que você cresceu,e vai se tornar mãe...queria ter a oportunidade de te ter um pouco próxima de mim.


Taey-O que quer dizer com isso....como assim me ter perto de você?!...



Dv-Nós temos muito tempo..más eu vou te contar um pouco do que você  tem que saber...Em primeiro lugar...Eu sou irmão adotivo do seu pai...ou seja,seu tio...e então não vamos mais nos tratar como estranhos tá bem?


Taey-Disso eu já sabia...como você  quer que eu te trate como parente depois de tudo...!?você é realmente um idiota...!


Dv--Cale a boca!...Eu fiz tudo isso por vingança....pra ser sincero com você...Eu não queria te machucar...Eu sempre quis que a Ji Hye tivesse casado comigo...quando ela voltou para a Coréia eu queria que o filho que ela tivesse esperando fosse meu não do Henrique...e que esse filho que você tá esperando fosse meu neto....mas ele me traiu...então quando vi  fiquei feliz mas ao mesmo tempo fiquei com ódio...era pra você ser minha filha...


Taey--Mas não sou! Ainda bem...Eu nunca queria ter um pai como você....


Dv--Olhe...você vai ficar aqui por muito tempo ainda...Então eu acho melhor te deixar sozinha pra pensar nas ideias....pra ver se você se acalma também,além do mais você não pode ficar estressada lembra?ah e a propósito ja que estamos aqui você quer me dizer o sexo do bebê?


Taey--Do bebê?...tá bem...você não presisa saber...você não é nada a meu...


Dv-Até mais tarde então...não se preocupe...apenas descanse...Eu não vou tentar fazer nada.-Eu dou um beijo na cabeça da mesma.

Eu saí do quarto e a trancando lá,agora que eu a tinha comigo era diferente...Eu tinha vontade de abraçar ela é a olhar por um tempo,a sensação era diferente eu não tinha mais vontade de mata-la...


Taeyeon POV'S


Eu estava triste e feliz ao mesmo tempo,o Yoongi estava se sentindo doente,justo no dia que íamos descobrir o sexo do bebê,eu fui pro hospital animada,quando cheguei no hospital fui pra sala de ultra-son e sai de la com a resposta em mãos,eu fiquei tão contente que eu iria ter um casal de gêmeos...Eu saí do Hospital ansiosa pra contar pro Yoongi...como o hospital era próximo a minha rua então eu saí do Hospital a pé,mas eu não esperava ser surpreendida por meu "tio"ele me levou pra uma casa,não sabia aonde ficava,eu chorei tanto e fiquei tão nervosa que eu fiquei fraca,eu adormeci e quando acordei ele começou a falar comigo,ele é um psicopata,e ainda teve a audácia de perguntar o sexo "do bebê " Eu não ia dizer,ele se dizia meu tio,mas pra mim não era nem nunca iria ser,eu já estava com seis meses de gestação,entrando do sétimo mês...e pelo que ele falava eu não iria sair daquele lugar tão cedo,lá eu não  tinha noção da hora,de espaço...Eu estava tão assustada,preocupada com o Yoongi com minha mãe...ele queria me machucar,ou não,ou ele queria me manter em cativeiro até meus bebês nascerem e ele queria toma-los  de mim?. ...Eu só queria voltar pra casa e ter minha vida de volta.





TO BE CONTINUE....


Notas Finais


-BKH...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...