História Dear God - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren, Lesbicas, Norminah, Novela, Romance
Exibições 127
Palavras 2.201
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Vamos para mais um capitulo. BJOS
Me sigam lá: @jaubellobhb
Compartilhem e comentem

Capítulo 5 - 5 - Jantar???


Lauren POV

Mais uma sexta feira chegando e com ela a ansiedade. Camila tinha aceitado meu convite para jantar, mas nós sabemos que vai ser mais que isso. A semana foi marcada por muitas provocações, sem contar que na quarta-feira nós quase transamos no escritório e isso só não acontece por causa do meu pai que entrou na sala na hora, ainda bem que não deu para ele perceber nada. No final do expediente de hoje, antes de Camila ir embora parei a mesma na porta.

-Você lembra do nosso compromisso de hoje né?- perguntei questionado e a mesma lançou um olhar malicioso.

-Como me esquecer hum- ela me respondeu.

-Passo na sua casa as 19:00, pode ser?- perguntei chegando mais perto dela e aspirando seu delicioso perfume.

-Tá bom, quando eu chegar em casa te mando o endereço, ah e me dá seu celular- pediu por último.

-Pra que?- questionei confusa e ela estendeu a mão.

-Anda logo- pediu firmemente e dei meu celular a ela, que digitou alguma coisa e me olhou- você já tem meu telefone?

-Isso não importa agora e não se atrase srta.Cabello- disse e dei uma piscadinha e ela sorriu de lado.

-Eu nunca me atraso Jauregui- falou e saiu rindo da sala.

Quando ela saiu fui para minha mesa arrumar minhas coisas, eu não conseguia conter minha felicidade junto com o nervosismo, tava parecendo uma virgem, me perdi em vários pensamentos quando ouvi Mani me chamar.

-Lauren, que felicidade é essa menina?- perguntou e fui abraça-lá.

-Eu vou levar a Camila pra jantar hoje- disse.

-E...?- pediu continuação.

-Eu pretendo transar com ela hoje, você se lembra daquela história do dia em que ficamos né?- perguntei e ela assentiu- então, ela disse que eu tinha que pagar um jantar pra ela antes, e isso vai acontecer hoje.

-Vai que é tua Jauregui, mas cuidado para não assusta-lá- disse e soltou uma gargalhada.

-Nossa que engraçada- fingi um riso, bati palmas e fui saindo pela porta- agora eu vou indo para não me atrasar, beijos manibear.

-Tchau Laur- se despediu.

Camila POV

Avisa pra Ludmilla que é hoje, meu Deus eu ainda não tava acreditando que eu ia jantar com a Lauren, passei a semana inteira pensando nisso e até a Dinah tava percebendo. Eu estava me sentindo meio puta com isso, mas eu não to nem ai e o importante era me satisfazer, também fazia meses que eu não transava com ninguém e até minha melhor amiga já estava me zoando por causa disso, depois de hoje que só ver quem vai ser a zoada. Sai do trabalho e Dinah já me esperava para irmos para casa, entrei no carro e ela logo foi me enchendo de perguntas.

-Eai, já está tudo certo para o jantar? Já escolheu o seu vestido? E a lingerie, já escolheu também? Que horas que ela vai te buscar? Em que restaurante vocês vão?- finalizou as perguntas.

-Calma Dinah, até parece que é você que vai sair hoje- falei e ela me olhou.

-Mila você já tinha que ter tudo isso em mente, tem que arrasar hoje minha filha, botar a Jauregui aos seus pés- ela explicou.

-Vou arrumar tudo isso quando chegar em casa, quero tomar um banho bem demorado- disse e encostei minha cabeça na janela.

-Vai arrumar mesmo, porque eu vou te ajudar a ficar mais linda ou eu não me chamo Dinah Jane- falou rindo.

Chegando no nosso apartamento, Dinah ordenou para eu ir tomar banho enquanto ela trabalhava no meu figurino. Entrei no box e me enfiei debaixo do chuveiro, que estava em uma temperatura ótima, tentei amenizar a tensão ficando bastante no banho mas fui interrompida por Dinah, que estava reclamado que eu ia me atrasar. Sai, me enxuguei e fui para o quarto, lá vi três vestidos em cima da cama, um preto e dois vermelhos e vários sapatos espalhados pelo chão e logo vi a morena entrar pela porta.

-Mila, a Lauren mandou uma mensagem perguntando o endereço e eu respondi, ah e eu falei também que quando ela chegasse podia subir para te esperar- disse vindo em minha direção.

-Tá bom, que horas são?- perguntei secando meus cabelos.

-18:30- disse olhando para o relógio que estava em seu pulso.

-Meu deus, ela vai passar aqui as 19:00- disse me desesperando.

-Não precisa desse desespero, vou te arrumar em 15 minutos, vamos experimentar esses vestido- disse me entregando o vestido preto.

Acho que eu nunca me arrumei tão rápido na minha vida inteira, Dinah realmente me arrumou em 15 minutos. Optei por um dos dois vestidos vermelhos, ele vinha um pouco acima do meu joelho, era rodado e havia um pequeno decote nele mas nada muito alarmante, botei saltos pretos e uma leve maquiagem, prendi meu cabelo em coque frouxo. Prontinho, olhei no relógio e vi que já eram 18:45, Dinah saiu para abrir a porta para uma pessoa que eu presumir ser a Lauren, passei meu perfume favorito e me olhei mais uma vez no espelho antes de descer.

Lauren POV

Chegando em casa fui direto para o banho, passei um tempo na banheira de molho até dar a hora para poder me vestir. Sai e fui direto para meu closet escolher a roupa para impressionar a Camila. Escolhi uma blusinha social cor creme e sem mangas, uma calça preta jeans e um pequeno salto, terminando mandei uma mensagem para Camila perguntando o endereço e foi a Dinah que me respondeu e falou que eu podia subir quando eu chegasse. Me arrumei e passei uma maquiagem que destacava meus olhos, já pronta peguei minhas  coisas e sai. Estacionei no prédio indicado pelo endereço, passando pela portaria logo liberaram minha entrada, apertei o botão do 5º andar minhas mãos estavam suando muito, cheguei faltando 15 minutos. Bati na porta e Dinah veio me receber.

-Seja bem vinda a nossa humilde residencia srta.Jauregui- disse rindo e me dando passagem para entrar.

-Boa noite DInah, a Camila já está pronta?- perguntei ainda de pé.

-Ela já está vindo, pode se sentar- Dinah falou- então, quais são suas intenções com a minha garotinha?

-O...O que?- perguntei nervosa, se tinha uma pessoa que me deixava muito nervosa era Dinah Jane em pessoa, morria de medo dela.

-Isso mesmo que você ouvi- disse séria- quais são suas intenções com a....

-Cheeche, deixa a Lauren em paz- a voz de Camila apareceu. Quando eu olhei uauuu, ela estava muito bonita, fiquei até sem palavras.

-Fecha esse bocão menina- Dinah disse me zoando.

-Você está muito bonita, muito mesmo- disse elogiando.

-Igualmente, estou pronta. Vamos?- perguntou seguindo para a porta.

-Vamos sim- respondi e a segui.

-Usem camisinha meninas- disse rindo- e Mila, eu não vou dormir em casa hoje, pode vim com a Lauren pra cá.

-Tchau Dinah- Camila disse e saímos escutando a risada da Dinah.

Pegamos o elevador e saímos do prédio. Caminhamos até meu carro. abri a porta para ela entrar e depois entrei.

-Onde nós vamos?- ela perguntou curiosa.

-Vou te levar ao meu restaurante predileto, espero que goste de comida italiana- respondi e sai com o carro para o nosso destino que ficava a 20 minutos dali.

-Eu gosto- disse por fim.

O caminho foi silencioso, chegando lá havia manobristas então deixei meu carro na mão dos mesmo, entrando no restaurante fui logo recebida pelo gerente que era um grande amigo meu. Ele nos levou a nossa mesa que já estava reservada e falou que logo o garçom iria vir nos atender e logo saiu.

-Então Camila, já decidiu o que vai comer?- perguntei enquanto ela estava focada olhando o cardápio.

-Vou querer um Tortellini, e você- perguntou me olhando.

-Risoto a moda de Milão, é o meu preferido- disse botando o cardápio na mesa. Ficamos nos encarando um pouco até o garçom vim e recolher nossos pedidos e depois botar vinho nas nossas taças.

-Não vai beber?- perguntou tomando um gole do líquido.

-Eu estou dirigindo Camz, nenhuma de nós queremos sofrer um acidente- disse olhando-a.

-Camz?- ela perguntou.

-É eu inventei para não te chamar pelo nome, por que parece que eu estou brigando com você- expliquei.

-Deixe-me ver....Lolo- ela falou e eu ri.

-Lolo? Muito gay- falei ainda rindo.

-O importante é eu gostar. Então, me fale um pouco da sua vida- disse.

-Bom, meu nome é Lauren Michelle Jauregui, tenho 24 anos, tenho dois irmãos mais novos que se chamam Chris e Taylor, meus pais se chamam  Michael e Clara, me formei em direito com 22 anos mas foi obrigada pelo meu pai a seguir tal carreira, meu sonho sempre foi ser fotógrafa, nunca me relacionei sério com alguém e o mais duradouro foi 5 meses com uma mulher chamada Keana- finalizei.

-Por que você foi obrigada a virar advogada?- me perguntou.

-Meu pai precisa de uma sucessora quando se aposentar então como eu sou a mais velha cabe a mim esse posto- disse- e qual é a sua vida Camz.

-Me chamo Karla Camila Cabello, tenho 23 anos, meus pais são Alejandro e Sinuhe, tenho uma irmã mais nova chamada Sofia, nasci em Cuba,me formei em direto com 21 anos, sempre fui muito engraçada e não admito traições, já namorei uma pessoa mas o nome não importa nessa conversa- falou por fim.

Quando ela terminou de falar nossos pedidos chegaram e a conversa se encerrou por ai, comemos em meio de uma conversa animada e cheia de flertes, não sabiamos mais quem flertava mais, Camz já estava alterada pela quantidade de vinho que havia bebido. Quando pedi a conta tivemos uma breve discussão sobre quem ia pagar e depois chegamos ao acordo de dividir, pagamos e fomos esperar o manobrista pegar o carro, enquanto isso eu enchia a Camz de beijo e a mesma respondia com gemidos. Pegamos o carro e paramos no sinal que estava fechado e nesse meio tempo ela me puxou para um beijo de tirar o folego, sua mãos passavam desesperadamente pelo meu cabelo, eu apertava forte a sua cintura em busca de mais contato quando escutei barulho de buzina, nos separamos e vi que o sinal já tinha aberto.

-Vamos para o meu apartamento- disse respirando fundo.

Narrador POV

Logo que Camila abriu a porta a Lauren já foi empurrando-a e jogando-a contra a parede, sua boca foi ferozmente ao encontro da dela, e suas línguas travavam uma batalha para ver quem dominava. Lauren botou suas mãos na bunda de Camila bunda e apertou sem dó alguma e a mesma só conseguia responder esse aperto prazeroso e que já havia destruído sua calcinha com gemidos, elas foram em direção ao quarto da latina e chegando lá, Lauren jogou-a com uma certa brutalidade na cama e foi tirando sua blusa, em seguida foi em direção a cama e ficou por cima de Camila. Apertou seus seios ainda por cima do vestido e logo foi tirando o mesmo e deixando-a só de roupas íntimas.

Lauren POV

CARALHO, essa era a palavra que eu estava prestes a dizer ao ver Camila com aquela lingerie branca rendada, ela queria me matar de tesão. Trilhei minha boca do seu pescoço até sua barriga dando leves chupões.

-Lauren...para d.. de enrolar- disse ofegante.

Tirei seu sutiã e abocanhei um de seu seios que eram do tamanho perfeito para mim e depois chupei o outro fortemente. Desci para as suas coxas e dei vários beijos na parte interna, passei minha mão em cima de sua intimidade eu podia sentir seu liquido molhando a minha mão sob a calcinha.

-Toda molhada pra mim Camz- perguntei mesmo já sabendo a resposta.

Ela gemeu e apertou seus seios como resposta. Encarei sua calcinha molhada e rasguei e Camila me olhou incrédula.

-Não acredito que você fez isso- disse.

Não dei ouvidos e ao chegar a sua intimidade e sentir aquele cheiro gostoso de sexo,coloquei a boca e comecei a chupar seu ponto pulso, ela começou a se contorcer segurando na minha cabeça, rebolando na minha boca, eu estava cheia de tesão era bem capaz de gozar só de ouvir aqueles gemidos. Seus gemidos aumentaram anunciando seu ápice.

-Laur....e-eu.....- não conseguiu terminar a frase.

Senti seu líquido na minha boca e fiz questão de beber cada gota, olhei para ela e ela estava vermelha e ofegante, não dei trégua e nesse intervalo enfiei um dedo em sua intimidade, a mesma soltou um gemido muito alto que eu acho que os vizinhos escutaram. Ela rebolava cada vez mais, gemia e me xingava.

-Bota....bota mais um- pediu mordendo o lábio.

-Seu pedido é uma ordem- falei e coloquei mais um dedo.

A beijei e ela arranhava minhas costas com vontade, suas paredes começavam a se apertar em voltas dos meus dedos e seus gemidos aumentavam mais e mais. Ela rapidamente gozou em meus dedos e novamente provei daquele líquido gostoso, parei para observa-lá, seu peito subia e descia rapidamente em buscar de ar, me deitei ao seu lado e botei meus dedos em sua boca fazendo ela provar seu próprio gosto.

-Você acabou comigo- ela disse se virando para mim.

-A noite só esta começando baby, só vou te dar um tempo para descansar porque essa noite vai ser longa- falei e selei nossos lábios.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...