História Dear Lover || B.P & H.S - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, One Direction
Personagens Barbara Palvin, Harry Styles, Liam Payne, Personagens Originais
Tags Adultério, Barbara Palvin, Família, Harry Styles, Liam Payne, One Direction, Sexo, Traição
Exibições 232
Palavras 2.109
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


quero agradecer pelos comentários, obrigada por favoritarem da fanfic <3
boa leitura <3

Capítulo 2 - My Husband Love Me?


Fanfic / Fanfiction Dear Lover || B.P & H.S - Capítulo 2 - My Husband Love Me?

Cumprimentei o famoso sócio do meu marido, na verdade, Liam fala desse tal homem a dias e finalmente pude conhece-lo pessoalmente. Gosto de saber quem trabalha com o meu marido. Por um momento, fiquei envergonhada por estar com uma roupa tão caseira na presença dele, já que Liam queria impressiona-lo eu também precisava impressionar. Coloquei uma mecha de cabelo atrás da orelha e sorri.
            - Bem, é melhor sentarmos, deve estar cansado de ficar em pé – Liam riu brincalhão – Vamos até a sala de jantar, enquanto o jantar não fica pronto, aproveitamos para conversar um pouco... Ahm, aceita algo para beber? Um suco, uma cerveja, talvez?
            Olhei para Liam, ele sabe as regras que eu tenho contra bebidas alcoólicas dentro de casa.
            - Querido, a Maddie está na sala – Sorri totalmente sem graça, perto da visita – Não é bom que ela veja você bebendo.
            - Ahm, não se preocupem, eu aceito apenas um copo de água – Harry disse sorrindo simpático.
            Liam soltou uma risada.
            - Até parece que vou receber o meu grande sócio com um copo de água – Liam sorriu, ele estava agindo como se fossemos a família mais rica desse mundo, como se servir um copo de água fosse pouca coisa.
            - Liam, a Maddie – O encarei e suspirei.
            - Querida, por que não vai para a cozinha? Hein? – Liam riu revirando os olhos e me beijou – A comida pode queimar. Olha, quando terminar pode nos servir.
            Franzi as sobrancelhas, por que ele está se comportando como se eu fosse a sua empregada? Observei Liam guiar Harry até a sala de jantar que não era lá, aquela coisa de gente rica. Temos uma casa grande, temos carros, temos uma condição financeira perfeita, mas não somos ricos. Por que ele age como se fossemos? Neguei com a cabeça vendo a estupidez de Liam em me mandar para a cozinha, como se minha função como mulher fosse viver na frente de um fogão quente, cozinhando para ele. Revirei os olhos voltando para a cozinha e continuando a cozinhar, o refogado de frango com legumes estava quase no ponto, então acrescentei mais temperos. Espero que o “grande sócio” de Liam, não seja alérgico a algum tempero, pois gosto de colocar temperos diversificados na comida. Peguei uma colher para provar um pouco, até me deparar com Liam entrando na cozinha e abrindo o armário.
            - Onde está o vinho? – Perguntou ele abrindo outras portas do armário.
            - Deve estar na garagem – Falei seca, sem olhar para ele.
            - Então vá até a garagem, pegue uma garrafa e nos sirva, Harry deve estra com a boca seca – Disse ele.
            Franzi as sobrancelhas, estava ficando irritada com aquilo. Cruzei os braços e olhei séria.
            - Não sou sua empregada, Liam – Falei – Quer o vinho? Desça você mesmo até garagem – Voltei a me virar para o fogão.
            - Barbara eu estou com visitas – Liam cerrou os olhos – Pegar uma garrafa de vinho é muito para você?
            Larguei a colher a encostando na panela, fazendo ela emitir um barulho um pouco alto o que dava para entender que eu já estava começando a ficar brava. Me virei para ele novamente, estava ainda mais séria.
            - O que foi? – Revirou os olhos.
            - Por que está me tratando assim? – Murmurei e dei um riso sarcástico – Está agindo como se eu não fosse a sua mulher, e sim a sua empregada.
            - Olha, não complique as coisas, ok? – Franziu as sobrancelhas levantando um pouco a sua voz – Estou tentando fechar negócio com o Harry, quero impressiona-lo, Barbara. Poderia colaborar comigo? Hein? É pedir muito?
            Cerrei os olhos, eles lacrimejaram um pouco, mas eu não chorei em sua frente. Seria muita fraqueza na frente dele.
            - Devia impressiona-lo mostrando que ama a sua esposa, e não a tratando como se fosse a sua cozinheira, a sua empregada doméstica – Tentei disfarçar a voz embargada.
            - Chega, Barbara – Liam gritou, me fazendo ficar um pouco trêmula – Por que esse drama? Já conversamos sobre isso, vou deixar bem claro que eu não admito que você faça essa “novela” e você sabe muito bem disso.
            Apertei o punho, eu pensei em retrucar, mas apenas disfarcei ao perceber que Maddie nos olhava da porta da cozinha, parecia meio assustada. Evitávamos o máximo de discutir perto dela. Liam suspirou e disfarçou também.
            - Vocês estão brigando? – Perguntou ela com a sua voz doce e tão inocente. E antes que eu pudesse ir até ela e carrega-la em meus braços, Liam a pegou no colo.
            - Não, querida. Não estamos brigando – Ele beijou a sua bochecha, logo em seguida olhou para mim – Vá buscar o vinho.
            Ele saiu dali com Maddie em seus braços, eu apenas suspirei e cocei meus olhos os secando, eu estava prestes a chorar. Desliguei o fogo da panela e abri a porta que tinha na cozinha, onde dava acesso a garagem. Acendi as luzes e vasculhei uma das caixas empilhadas pegando duas garrafas, vou aproveitar e pegar uma para colocar na geladeira. Voltei para a cozinha e coloquei uma das garrafas encima da bancada e guardando a outra dentro da geladeira. Peguei duas taças e levei para a sala de jantar. Liam estava conversando com o Harry, eles riam de alguma coisa, mas eu não dei importância.
            - Aqui está o vinho – Falei um pouco seca e os servi.
            - Obrigado, querida – Liam forçou o sorriso para mim.
            - É obrigado, Barbara – Harry sorriu – É muita gentileza sua.
            Olhei para Harry, ele tinha belos olhos verdes. Sorri fraco e assenti.
            - Desculpe, mas eu ouvi um grito, parece que veio da cozinha – Harry nos olhou – Vocês ouviram?
            - Não, eu não ouvi nada – Liam disse e riu depois – Deve ser impressão sua.
            - É, deve ser mesmo – Harry soltou um riso e bebeu um pouco do vinho.
            Saí dali sem dizer nada, é impressionante como Liam consegue agir dessa maneira comigo mesmo quando há visitas em casa. Como a mesa já estava arrumada, apenas voltei para servir a comida. E como eu já havia falado, eu espero que ele não seja alérgico a temperos diversificados na comida. Se é que existe alergia para isso.
            - Que cheiro bom – Harry sorriu novamente, ele tinha um sorriso divertido. Quem o vê sorrindo, até acaba sorrindo junto.
            - Obrigada – Sorri fraco – Tenham um bom apetite – Encarei Liam antes de sair da sala de jantar.
            - Não vai comer conosco, Barbara? – Assim que Harry disse aquilo, eu parei de andar e me virei para eles. Sorri meio desconcertada, tipo, a visita me convida para me juntar a mesa e o meu marido que diz que me ama muito, não fala isso para mim. É, acho que para ele sou a empregada que não come com os patrões.
            - Não, obrigada – Cocei a nuca – Eu vou dar comida para a minha filha, e coloca-la para dormir.
            - Que esposa maravilhosa você tem, Liam – Harry o olhou e sorriu – Dedicada a filha.
            - É, a minha esposa é a mulher mais maravilhosa do mundo – Liam sorriu também.
            Senti a ironia se camuflando em suas palavras, é sempre assim. Sempre que discutimos, brigamos, ele vem com ironia para o meu lado como se aquilo não me matasse por dentro. Não entendo por que ele é assim comigo, por que me rebaixa perto das outras pessoas. Será que ele realmente me ama, ou é só da boca para fora? Não sei, não sei mais quem é meu marido.
            - Que sorte você tem – Harry disse e olhou para mim, ele me encarou de cima a baixo discretamente e logo sorriu, disfarçando começando a comer. Se Liam percebesse que o seu próprio sócio me olhou dessa maneira, não sei o que ele faria. Além de grosso, é ciumento. Mas só foi uma simples encarada, é claro que eu não vou deixar isso me levar, até por que todo homem é assim. Me virei saindo dali e indo até a cozinha, coloquei um pouco de comida no prato da Maddie e fui até a sala me sentando ao seu lado.
            - Hora de comer, princesinha – Murmurei beijando sua cabeça e a colocando sentada em meu colo. Maddie tinha cincos anos e ainda não sabia comer direito, sem derramar comida na roupa. Para que isso não acontecesse, eu mesma dava comida a ela que ao mesmo tempo que abri a boca para comer, não tirava os olhos da TV. Ali da sala eu tinha a visão perfeita da sala de jantar, podia observar os dois conversando, rindo e comendo. Observei Harry beber um pouco do seu vinho e logo sem seguida, desviar o seu olhar para a sala de estar, que era aonde eu estava junto a Maddie. Enquanto Liam falava e falava sem parar, minhas bochechas coraram um pouco quando Harry começou a me encarar. Mas por que estou com as bochechas quentes? Por que eu corei? Soltei um leve suspiro disfarçando e voltando a dar comida a Maddie.

            Depois de comer, tomar um banho e colocar Maddie na cama para dormir, desci até a cozinha para lavar a louça, que certamente não deve ser pouca coisa. Suspiro coçando a minha nuca até me deparar com os ombros largos virado para a pia, lavando os pratos. Arregalei os olhos por um instante e me assustei ao ver que era Harry quem estava lavando a louça. Ele ergueu as sobrancelhas ao me ver ali parada e sorriu simpático.
            - Olá Barbara – Disse roucamente.
            - O que está fazendo? – Murmurei ao ver os pratos no escorredor de louça – Não precisava fazer isso – O olhei.
            - Não se preocupe, não foi incomodo nenhum – Deu um riso – Liam foi até o escritório pegar alguns papéis, então aproveitei para tirar a mesa.
            Fiquei totalmente desconcertada, onde eu enfiaria a minha cara agora? O sócio do meu marido, lavando a louça do jantar? E a minha vergonha fica aonde?
            - É muita gentileza sua, Sr. Styles – Sorri um pouco envergonhada.
            - Harry – Me corrigiu e sorriu docemente – Pode me chamar apenas de Harry.
            - Tudo bem... Harry – Ri um pouco sem graça levando a mão até a nuca.
            - A propósito, você cozinha muito bem – Disse ele – Para uma empresária de moda super ocupada, não está nada mal.
            - Como sabe que sou empresária de moda? – Perguntei.
            - Li sobre você e seus projetos em algumas revistas– Sorriu ele com as mãos no bolso da calça – Ah, e é claro, Liam me falou um pouco sobre você e a empresa que você administra.
            Suspirei ao lembrar da existência do meu marido, e como ele foi grosso comigo essa noite. Apenas dei um sorriso fraco e assenti com a cabeça, estando contente por ele ter falado de mim.
            - Bom, foi uma honra recebe-lo aqui.
            - Está me expulsando? – Brincou ele.
            - Que isso, imagina – Ri revirando os olhos e suspirei – Fico feliz por te receber aqui em casa, por você e meu marido serem sócios.
            Ele soltou um riso e me olhou nos olhos.
            - Também estou mito feliz por terem me convidado – Disse – Afinal, o jantar estava magnifico.
            - Obrigada – Sorri educada.
            - Espero vir aqui mais uma vez.
            Nossos olhos se encontraram, comprimi meus lábios e sorri desconcertada. É claro que ele se referia em vir aqui de novo, para um jantar de negócios.
            - Está convidado – Ri sem graça com aquela situação, ele também acabou rindo.
            - Harry – Liam apareceu na cozinha com os papéis pendentes – Aqui está o contrato, espero que pense muito bem na resposta – Sorriu ele.
            - Claro, eu vou pensar sim – Harry sorriu olhando para os papéis e depois, olhando para nós dois – Bom, a noite está muito boa, mas eu preciso ir.
            - Te acompanho até a porta – Liam se ofereceu e o guiou até a porta de entrada. Cruzei meus braços indo até a porta. Os dois deram um aperto de mão.
            - Muito obrigado pelo convite, Liam – Harry agradeceu – Estou esperando por um próximo convite.
            - Claro – Riu ele.
            - Foi um prazer conhecer você, Barbara – Harry olhou para mim.
            - Igualmente – Sorri.
            - Tenham uma boa noite – Ele sorriu e saiu, Liam fechou a porta e olhou para mim.
            - Muito obrigado por “colaborar” – Riu sarcástico – Que ideia você tinha na cabeça, em querer me arruinar?
            Franzi as sobrancelhas.
            - Do que está falando?
            - Você me fez passar vergonha, Barbara. Poderia ter se comportando como uma esposa normal – Exclamou ele.
            - Mas, Liam...
            - Quer saber, esquece ok? – Revirou os olhos – Boa noite – Bufou saindo dali e indo para o quarto. Passei as mãos em meus cabelos, uma lágrima insistiu em cair. Por que ele é tão grosso comigo? Ele não me ama mais?


Notas Finais


COMENTEM :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...